21 de junho de 21 Autor: Maria Eloisa Barbosa
Saiba quais músicas podem estar na regravação de “Red”

Taylor Swift prometeu que com o lançamento de Red (Taylor’s Version)– sua regravação do álbum Red- no dia 19 de novembro, “vai ser a primeira vez que vocês irão ouvir todas as 30 músicas que iriam fazer parte do Red”. 

A gravação original de Red, que foi lançada em 2012, tinha 16 faixas, com mais algumas extras na versão deluxe. Portanto, ainda há alguns espaços para serem preenchidos na tracklist de 30 músicas do Red (Taylor’s Version). 

Abaixo, a Billboard fez algumas apostas sobre o que os fãs estão esperando da regravação do Red de Swift. 

As 16 músicas originais de “Red”

Essa lista já é conhecida, mas para refrescar sua memória, aqui estão as 16 músicas que aparecem na versão padrão de Red: “State of Grace,” “Red,” “Treacherous,” “I Knew You Were Trouble,” “All Too Well,” “22,” “I Almost Do,” “We Are Never Ever Getting Back Together,” “Stay Stay Stay,” “The Last Time” feat. Gary Lightbody, “Holy Ground,” “Sad Beautiful Tragic,” “The Lucky One,” “Everything Has Changed” feat. Ed Sheeran, “Starlight” e “Begin Again.”

As faixas bônus da versão deluxe 

Outras escolhas óbvias para a tracklist do Red (Taylor’s Version) são “The Moment I Knew” (“sobre a pior festa que eu já tive… meu namorado decidiu não aparecer e terminamos”, Swift disse), “Come Back… Be Here” e “Girl at Home”, um trio de hinos que não está na versão padrão do álbum, mas que foi adicionado na versão deluxe. 

A versão deluxe de Red ainda tem demos das faixas “Treacherous” e “Red”, como também uma versão acústica de “State of Grace”. “State of Grace” acústica pode muito bem estar na regravação do Red, se o lançamento do álbum seguir a mesma fórmula de Fearless (Taylor’s Version”), que incluiu a versão no piano de “Forever & Always”. 

A versão não cortada de 10 minutos de “All Too Well”

Como a Billboard teorizou antes, a versão de 10 minutos de “All Too Well” pode muito bem estar em Red (Taylor’s Version), junto com a versão já conhecida da música. 

Swift possivelmente deu uma pista para os fãs quando ela revelou que nas 30 faixas da regravação de Red, “uma tem 10 minutos”. 

Graças aos detalhes que Swift e a co-compositora Liz Rose deram ao longo dos anos, todos os Swifties sabem que existiu uma versão de 10 minutos de “All Too Well”, que foi reduzida para um tempo de 5min30s para o álbum original do Red. 

“Tinha provavelmente 7 versos extras e incluía a palavra fod*”, Swift relembrou. 

‘Nothin New,’ inspirada em Joni Mitchell e ficar mais velha

Quando Swift lançou o Lover em 2019, ela incluiu nas versões deluxe do álbum encartes com páginas pessoais e escritas à mão de antigos diários. Uma página detalha sua experiência escrevendo uma música na qual menciona ter 22 anos, que pode ter sido escrita durante o período em que ela estava escrevendo para o Red. 

“Eu escrevi uma música numa viagem de avião de Sydney para Perth no  Appalachian dulcimer* que eu comprei no dia do meu voo”, Swift diz. “Eu comprei porque Joni tocou isso na maior parte de seu álbum Blue. Eu aprendi a tocar ‘A Case of You’. De qualquer forma, eu escrevi uma música nele chamada ‘Nothin New’ e é sobre ter medo de envelhecer e das coisas mudarem e de perder o que você tem”. 

Ela compartilhou a letra: “I’m getting older and less sure of what you like about me anyway/ How can a person know everything at 18 and nothing at 22/ And will you still want me when I’m nothing new?”

Tradução: “Estou ficando velha e com menos certeza do que você gosta em mim de qualquer forma/ Como uma pessoa pode saber tudo aos 18 anos e nada aos 22? E você ainda vai me querer quando eu não for mais nada de novo?”

*instrumento de cordas com trastes

A gravação de Taylor de “Better Man”

Em 2016, um grupo country chamado Little Big Town lançou (e ganhou depois vários prêmios por isso) “Better Man”, uma música escrita por Swift que não fez parte da versão final de nenhum de seus álbuns (embora ela tenha performado a canção no Bluebird Cafe em Nashville). 

Numa entrevista no On Air With Ryan Seacrest em 2019, enquanto falava sobre as regravações, Swift confirmou que “Better Man” era uma faixa que ela escreveu durante o Red: “originalmente iria fazer parte do Red”. 

E ela deixou bem claro que amou a ideia de eventualmente colocá-la no Red (Taylor’s Version). “Os fãs estavam tipo, ‘talvez ela coloque sua versão de ‘Better Man’ no álbum Red? e eu estava tipo ‘essa é uma ideia maravilhosa”, observou Swift. 

A gravação de Taylor de “Babe”

Em 2018, Sugarland lançou “Babe”, uma canção escrita por Swift e Pat Monahan da banda Train. Por mais que Swift não tenha lançado a faixa, ela gravou alguns vocais para a versão do Sugarland-e ela surpreendeu alguns fãs sortudos fazendo uma performance acústica da faixa na Reputation Stadium Tour. 

Como Monahan relembrou em uma entrevista para a rádio ABC News em 2013, ele convidou Taylor para colaborar numa música do álbum do Train- mas eles acabaram escrevendo “Babe” para o Red em vez disso. Infelizmente, “Babe” não foi para a versão final do Red, embora Monahan tenha dito que “a música, eu acho, estará na versão deluxe do álbum”. Isso também não aconteceu, mas talvez a faixa finalmente encontrará um lar em Red (Taylor’s Version)

“Eu fui sortudo o suficiente para fazer parte disso com ela e vou pedir o mesmo a ela no futuro”, Monahan disse na época. 

Uma música com o Mark Foster nunca ouvida antes 

No verão de 2012, apenas alguns meses antes do Red ser lançado, Mark Foster do Foster the People confirmou que ele havia composto uma música com Taylor- que ainda tem que aparecer.

“Nós escrevemos uma música… É muito boa, sabe?” , ele disse durante uma entrevista no Bonnaroo aquele verão. “Nós meio que entramos casualmente nisso, tipo ’vamos nos divertir’ e surgiu algo muito muito legal. Vamos ver o que acontece. Ela tem escrito muito para o novo álbum dela. Foi muito legal trabalharmos juntos– ela é super talentosa”.

Uma Colaboração com o Ed Sheeran

Amigos e colaboradores de longa data, Swift e Sheeran começaram a compor juntos em 2012. O dueto “Everything Has Changed” entrou para o Red original, mas a dupla já insinuou que tem pelo menos mais uma música das sessões da era Red.

Em tweets antigos e agora deletados, eles escreveram fofas mensagens coordenadas enquanto trabalhavam em música: 

“Hambúrguer do In and out, escrevendo em violões e compondo com @taylorswift13,” Sheeran escreveu com uma carinha feliz

Swift confirmou o cenário, também com uma carinha feliz :”Comendo cheeseburgers, rascunhando em violões, e compondo músicas com @edsheeran.”

E em uma entrevista para a Rolling Stone naquele verão, Sheeran acrescentou que eles “escreveram duas músicas, na verdade, uma que está no álbum [Red] e outra que está em algum lugar por aí”.

BÔNUS: “I Bet You Think Of Me”

 “I Bet You Think Of Me” é, provavelmente, uma das músicas do processo criativo do “Red”, já que em 2012 foi noticiado que Taylor havia trabalhado com a cantora e compositora country-folk Lori McKenna para o álbum.

O título apareceu pela primeira vez em um dos registros de Taylor em outubro de 2011, porém não há muitas informações sobre a faixa. Além disso, nenhuma música que Taylor escreveu com Lori chegou a ser lançada oficialmente.

Matéria publicada pela Billboard e traduzida e adaptada pela Equipe TSBR.





Twitter do site

Facebook do site