03 de maio de 21 Autor: Maria Eloisa Barbosa
Girl in Red fala sobre Taylor Swift em entrevistas

Já amamos essa amizade! Na última semana, Girl in Red lançou seu álbum de estreia if i could make it go quiet. Taylor fez questão de apoiá-la publicamente e postou um story super fofo no Instagram dizendo que está ouvindo o disco sem parar. Em entrevistas, Girl in Red falou sobre Taylor ter influenciado seu álbum e sua admiração pela cantora. Confira:

Teen Vogue

[Girl in Red] é parte de um crescente grupo de compositores- Olivia Rodrigo e Conan Gray, por exemplo- que a influência primária é Taylor Swift, resultado natural de ouvir seus álbuns repetidamente quando adolescente. No dia em que conversamos, Taylor lançou o Fearless (Taylor’s Version), o qual Marie estava animada para mergulhar. Ela citou a atenção que Taylor dá para as características das palavras e o quanto elas contribuem para as melodias, inspiração de seu trabalho. 

Vulture

“A única que ficou comigo do início até agora é Taylor Swift. Tipo, eu sou uma grande Swiftie.

Eu sou inspirada por Taylor Swift em tantos níveis. Ela está na indústria há tanto tempo, passou pelo pior que um artista pode passar quando se trata do que o mundo fala sobre eles, mas ela ainda sempre se recupera com uma ótima música. É tão óbvio pra mim que Taylor Swift é esse negócio e essa indústria porque ela é uma ótima cantora e uma ótima compositora, sabe? Isso é tão inspirador. Ela esteve na indústria há tanto tempo e permaneceu com esse forte senso Taylor Swift em cada música que ela escreve, é tão admirável pra mim. Agora ela tem 31 anos, continua lançando álbuns e arrasando pra caralh*. folklore saiu e salvou o meu ano inteiro. Mesmo com 7 meses, mesmo que tudo estivesse muito estranho, ruim e triste, literalmente tudo estava bem quando eu ouvia aquele álbum. De um ponto de vida jovem, Red foi uma grande influência pra mim, especialmente quando eu comecei a escrever música e tocar violão. Eu lembro que quando eu estava aprendendo, eu estava fazendo um cover de uma de suas músicas, chamada ‘Begin Again’. Eram poucos acordes que eu era capaz de tocar e isso me deu uma sensação de conquista. Red e folklore icônicos. 

Eu também a admiro fazendo músicas country; ela sempre progrediu musicalmente, mas sempre permaneceu Taylor. Eu me sinto da mesma forma sobre minha música. Taylor mostrou que é possível e isso permitiu que eu deixasse de lado qualquer tipo de preocupação de precisar fazer outra ‘i wanna be your girlfriend’ ou qualquer outro tipo de música que eu fiz antes”. 





Twitter do site

Facebook do site

Scroll Up