18 de agosto de 20 Autor: Maria Eloisa Barbosa
6 anos de “Shake It Off”

Hoje (18), faz 6 anos do anúncio do 1989 e do lançamento de “Shake It Off”, primeiro single do icônico álbum.

No dia 18 de agosto de 2014, num webchat em parceria com o Yahoo, Taylor Swift liberou o single para o mundo.

“Shake It Off” veio acompanhada de um divertido videoclipe. O diretor do vídeo, Mark Romanek, contou que a ideia foi basicamente toda de Taylor e que ela gostaria muito que os fãs estivessem envolvidos nisso, além de querer que a mensagem da música ficasse clara.

“Nos conhecemos e ela me disse que queria fazer um tipo de hino para os desajeitados, as crianças “caretas” que na verdade são mais legais do que as crianças “bacanas”. Ela disse que queria gravar todos esses estilos de dança e ser a única idiota no meio desses gêneros estabelecidos. E ela queria que os fãs estivessem envolvidos de alguma forma. Eu amei a ideia, então durante a semana seguinte mais ou menos, nós definimos nossas escolhas para os estilos de dança. Eu acho que ela as imaginou em um cenário mais natural e eu sugeri dar um ar mais sólido e minimalista. E sugeri a ideia de incorporar os fãs como o clímax, para o final como um tipo de surpresa”.

O esquema de gravação foi tão secreto que a equipe colocou até caixas de som tocando heavy metal no último volume para que ninguém externamente pudesse ouvir o som do novo hino da loirinha!

Também foram liberados vários vídeos mostrando o making-off do clipe. Ainda, fomos presenteados com os bastidores da gravação da própria canção.

“Shake It Off” acumula mais de 3,5 BILHÕES de streams combinados, mais de 10 prêmios, elegível a platina 14X, vendeu mais de 14 Milhões de cópias apenas em solo norte-americano e 28 Milhões de cópias mundialmente!
E a aclamação não para por aí, o single possui o certificado de DIAMANTE no US!

A música ficou no topo dos charts de diversos países e, até então, tinha sido o single da Taylor com mais semanas em primeiro lugar na Hot100 da Billboard. Temos um post detalhado com tudo que a canção conquistou nas paradas naquele ano!

No mesmo mês, ela também apresentou o single pela primeira vez ao vivo, no VMAs (INESQUECÍVEL!).

É inegável que Shake It Off foi um dos hits de 2014. Em entrevista para a Elle, Swift contou que foi uma das últimas músicas feitas para o álbum e explicou a mensagem da canção:

“Às vezes eu queria conseguir escrever uma música: “Sou a melhor/ Vocês todos queriam ser como eu”. Algumas pessoas conseguem. Eu não conseguiria, porque não me sinto desse jeito. Acho que a coisa mais próxima de uma música de autoconfiança seria a ‘Shake It Off”, o qual basicamente admite, tipo, que está tudo bem. Eu ficaria aqui só me esquivando de socos. Eles vão continuar vindo na minha direção. E eu vou apenas continuar me esquivando”.

A cantora também havia abordado a perseguição sofrida nas redes sociais em uma outra entrevista para a Wonderland Magazine:

“O ponto obscuro do Twitter é que ele permite às pessoas um véu de anonimidade: elas podem ter um dia terrível no trabalho, se sentir mal sobre si mesmos, e então chegar em casa, beber e chamar alguém de feio no Instagram (…) se as pessoas não tem com quem falar [sobre seus problemas], elas entram na internet e apenas dizem coisas perturbadas, nojentas, cruéis e malvadas para os outros. Eu escrevi ‘Shake It Off’ sobre minha própria situação, mas também para a situação que todos se encontram agora. Não é um problema só de celebridades, é um problema do povo”.

A música representou a migração definitiva de Swift para o pop, o que foi um risco, segundo a cantora. Sua gravadora, inicialmente foi contra, como contou para a GQ:

“Não sou confiante sobre um monte de outros aspectos da minha vida, mas eu sei como escrever uma música. Eu li uma resenha de 2012 do Red que dizia que eu não era sonoramente coesiva. Então foi isso que eu quis pro 1989: um guarda-chuva que estaria sobre todas as músicas para que elas pudessem estar todas juntas num mesmo álbum. Mas então fui até o escritório da minha gravadora e eles diziam, ‘Podemos por um violino e um solo de guitarra em ‘Shake It Off’ pra se adaptar às rádios country?’, eu estava tentando fazer o disco mais honesto que conseguisse e eles estavam meio que me pedindo pra ser um pouco desonesta sobre isso: ‘Vamos capitalizar isso para os dois mercados’. Não, não vamos. Vamos escolher um caminho”.

De qualquer forma, Taylor conseguiu o que queria: deixar clara a sua intenção no single.

“Algumas pessoas vem até mim e me agradecem por escrever “Shake it Off”, porque as ajudou com bullying extremo que elas enfrentavam na escola, enquanto algumas pessoas dizem que a ajudou a se livrar da dor que eles sentiam depois de perder alguém que amavam.E então eu tenho muita gente que me diz que eles se divertiram pra caramba enquanto dançavam a música bêbados em um casamento. No final das contas, a música dá poder àqueles que querem se sentir empoderados e confortam àqueles que buscam por conforto… e para os outros, é só divertido de dançar”.

Além das diversas performances incríveis (197 segundo os cálculos de um Swiftie!) e do ótimo início de era, o single ainda nos rendeu momentos muito engraçados, como o vídeo viral de um policial dançando o hino e um culto citando a música. AMÉM SHAKE IT OFF!

A primeira era totalmente pop da Tay já tem mais de meia década mas nunca é tarde para apreciar hinos. Muitos dizem até que o 1989 andou para que muitos sucessos dos álbuns seguintes pudessem correr. Uma coisa é certa, esse single animado trouxe muita coisa boa para todos, não é mesmo?





Twitter do site

Facebook do site