19 de janeiro de 22 Autor: Maria Eloisa Barbosa
TSBR Relembra: Conversa agradável com Taylor Swift

No final de 2014, durante a era 1989, o Southern Living bateu um papo com Taylor e fez uma série de perguntas a respeito de sua personalidade. Ela falou sobre parcerias do sonho, conselhos, amizades, estilo e muito mais. Relembre abaixo:

Dueto dos Sonhos: “Chris Martin ou Joni Mitchell, mas eu os considero tão bons que eu nunca teria coragem de perguntar”. 

Eu acho que a mente aberta de Nashville é o que me fez sentir vontade de arriscar e fazer um álbum pop desta vez. Eu não senti que as pessoas de lá iriam virar as costas para mim, e felizmente eles não fizeram isso. Nashville é uma mistura de influências musicais e experimentação. Há uma simpatia geral inata: parece mais um bairro do que uma cidade.

Eu raramente me deixo ser uma nerd em culinária nas entrevistas, mas sinto que o Southern Living é um ótimo lugar para isso. Eu sou uma daquelas cozinheiras que sempre gosta de tentar algo novo. Meus amigos e eu fizemos uma torta de maçã muito, muito épica, e minha amiga Emma me deu essa dica de quebrar biscoitos no fundo da massa da torta, embaixo das maçãs. Isso adiciona um tipo de textura crocante de biscoito açucarado.

O que mais me anima no Natal é ver minha família abrir os presentes. Eu amo procurar o presente perfeito e o papel de embrulho perfeito para cada pessoa na minha vida. Algumas pessoas nasceram para ficarem animadas abrindo presentes, outras pessoas nasceram para ficarem animadas em dar presentes. A coisa boa na humanidade é que parecemos nos equilibrar. 

Nos últimos anos, experienciei esse renascimento da independência. Sou obcecada em ser uma boa amiga, uma boa irmã, uma boa filha e em dar minha atenção às pessoas mais próximas de mim. Estou vivendo minha vida do meu jeito. 

Eu recomendo para todos os meus amigos que fiquem sozinhos por um tempo. Quando você está apaixonado ou namorando, você filtra as decisões da sua vida através dos olhos da outra pessoa. Quando você passa alguns anos sendo quem você é, sem estar apaixonado, você consegue descobrir o que realmente quer. 

Lábios vermelhos fazem parte do meu estilo favorito. Algumas vezes eu nem coloco maquiagem, só um batom vermelho e um pouco de rímel. Todo dia que eu vou para a academia isso é documentado por no mínimo 20 fotógrafos. Eu li relatos que diziam que levei horas para ficar pronta depois de treinar. É tão engraçado que eles atribuíram essa coisa toda glamurosa a mim, muito elogiosa, mas muito, muito falsa.

No Sul, há algo lírico na forma que falamos. Eu gosto de frases sem valor, é um jogo de palavras. Eu estava na Inglaterra e disse: “Se você perseguir dois coelhos, perderá os dois”. Eles nunca ouviram isso, mas eu ouço coisas assim o tempo todo em Nashville.

Minha mãe sempre me ensinou a me preparar. Treine para fazer planos e, muito raramente, você ficará estressado. Mas há tantas coisas para as quais você nunca conseguiria nem começar a se preparar– essas coisas você tem que simplesmente deixar ir.

Eu nunca me sinto solitária quando estou sozinha, porque eu tenho muitas coisinhas para fazer que me deixam feliz. Eu amo vir para casa ficar com minhas gatas. Amo fazer maratonas de Friends tarde da noite ou entrar no Google ou Wikipedia e aprender coisas sobre história.

Eu me sinto muito sortuda em dizer que minha vida está cheia de mulheres realmente inteligentes e apaixonadas. A única coisa comum entre todas as minhas amigas mais próximas é a individualidade e minha capacidade de confiar nelas. Há uma frase de Ernest Hemingway que diz: “A melhor maneira de descobrir se você pode confiar em alguém é confiar nele”. É assim que vivo minha vida, mas, ao mesmo tempo, é importante se cercar de pessoas que provaram merecer essa confiança diversas vezes.

Matéria publicada pelo Southern Living e traduzida pela Equipe TSBR.





Twitter do site

Instagram do site

[instagram-feed]
Facebook do site