19 de abril de 21 Autor: Maria Eloisa Barbosa
Stalker é preso depois de tentar invadir o apartamento de Taylor em NY

Um stalker, que afirma que a pop star Taylor Swift está conversando com ele nas redes sociais, foi preso sob a acusação de invasão de propriedade após tentar arrombar o apartamento da cantora em Manhattan, conforme informações da polícia.

Hanks Johnson, de 52 anos, foi preso às 20 horas e 30 minutos do sábado depois de alguém acionar à polícia contando que ele estava dentro do prédio da Taylor sem permissão, disse um porta-voz da polícia.
De acordo com a acusação criminal contra ele, Johnson disse à polícia que “ela sabia que eu estava vindo aqui, somos amigos.”

Um segurança da Taylor Swift disse a polícia que Johnson tocou a campainha e tentou entrar no prédio pelo menos 5 vezes nos últimos 6 meses. O guarda também disse que ele pessoalmente já disse à Johnson que ele não era bem vindo ali.


Johnson foi acusado de invasão criminosa e libertado sob sua própria fiança após uma acusação na noite de domingo. Não ficou claro se ele tinha um advogado para comentar o caso.

O jornal The Daily News relatou que fora do tribunal, Johnson fez um show mandando mensagens diretas ao instagram de Taylor e afirmou que as sugestões do corretor de seu celular eram respostas dela. Ele também mostrou uma ordem de restrição que o impede de contatar as modelos Bella e Gigi Hadid, que são amigas da Taylor Swift.


Taylor, que está de volta aos topos das paradas com sua regravação do álbum Fearless de 2008, tem sido atormentada ao longo dos anos por perseguidores nas suas casas em ambas as costas. Um outro homem foi preso por invadir seu apartamento de Nova York em 2018 além de tirar uma soneca no local, disse um policia.

Matéria publicada pela NBC 11 News e traduzida pela Equipe TSBR.





Twitter do site

Facebook do site