Quando Maya Thompson soube que o catálogo de Taylor havia sido adquirido por Scooter Braun, ela ficou “enojada”.

“Eu estava furiosa”, disse recentemente à Insider. “Meu coração realmente se partiu por ela, mas eu sabia que ela encontraria uma maneira de dar a volta por cima, porque ela é assim. As pessoas estão constantemente tentando derrubá-la e ela simplesmente prevalece”.

Braun assumiu o controle do antigo selo de Taylor, a Big Machine Records, em uma venda relatada de US 300 milhões. A cantora assinou recentemente um novo contrato com uma nova gravadora, que ela descreveu como “uma escolha dolorosa de deixar meu passado para trás”. Ela disse que foi impedida de reter os direitos de suas gravações originais.

Uma dessas gravações foi “Ronan”, um single de caridade pouco conhecido, escrito em 2012.

A balada comovente foi inspirada no filho de Thompson, que não tinha nem 4 anos quando morreu de neuroblastoma em 2011.

Taylor escreveu a música da perspectiva de Thompson depois de descobrir seu blog, Rockstar Ronan. Muitas de suas letras vívidas são adaptadas diretamente dos posts de Thompson, nos quais ela documentou o diagnóstico e a morte de Ronan em detalhes corajosos.

“Eu ficava presa em um quarto de hospital por semanas a fio. Eu estava enlouquecendo, então escrever se tornou uma espécie de terapia”, disse Thompson à Insider. “Fui muito honesta e crua sobre isso. E isso chamou a atenção de muitas pessoas porque não acho que as pessoas estavam acostumadas a ler sobre algo tão horrível como o que estávamos passando”.

Thompson não tem certeza de como Taylor encontrou seu blog, mas ela foi convidada para conhecer a cantora nos bastidores de sua turnê mundial, a Speak Now Tour de 2011.

“Ela apenas me deu o maior abraço de todos e disse: ‘Tenho lido sua história há tanto tempo e sinto muito’. Ela disse as palavras mais sinceras e apenas me contou como a história de amor entre mim e Ronan mudou a vida dela e a impactou de uma forma que ela nunca mais vai ver nada igual novamente”.

Elas trocaram contatos e, enquanto alguns amigos tentavam persuadir Thompson a mandar uma mensagem para Taylor para obter ajuda e “para se tornar uma voz para o câncer infantil”, ela se recusou a fazê-lo.

“Eu estava tipo, ‘Eu não estou pedindo nada a ela. Nunca. Ela fez a coisa mais gentil por nós sem nunca pedir nada em troca’, explicou Thompson, acrescentando: ‘Ela basicamente me deu uma noite de folga da minha dor.

Em vez disso, mais ou menos um ano depois, ela recebeu uma ligação da própria Taylor, que disse ter escrito uma canção para Ronan. Swift queria permissão para cantar a música no programa de caridade televisionado Stand Up to Cancer e creditar Thompson como sua co-compositora. 

“As lágrimas começaram a descer pela minha bochecha assim que comecei a ouvi-la dizendo aquelas palavras”, Thompson escreveu na época. “Eu estava chorando demais e dizendo pra ela o quanto aquilo significava pra mim”. 

Ela ouviu a música pela primeira vez quando Swift a performou na TV,com a foto de Ronan no fundo, olhando para a câmera com olhos azuis inesquecíveis. 

Thompson disse que ver a performance de Swift foi uma “experiência extracorpórea”.  

“Fiquei maravilhada com a maneira em que ela foi capaz de pegar minha dor e transformá-la em arte”, ela disse para a Insider. 

Swift pediu permissão para regravar ‘Ronan’, surpreendendo Thompson 

Mesmo que “Ronan” nunca tenha sido promovida como single ou incluída em nenhum álbum, Braun passou a ser o dono legal dela em 2019, assim como aconteceu com os álbuns antigos de Swift. Depois, ele vendeu o catálogo para uma empresa de capital privado. 

Swift desde então deixou claro seus planos de regravar seus seis primeiros álbuns, mas Thompson disse que “honestamente nunca pensaria que ‘Ronan’ faria parte disso”. 

“Eu pensei que sempre seria um single de caridade”, ela explicou. “E eu sei que é uma música muito díficil, não só de ouvir mas para ela cantar. Eu sei que é díficil para ela cantá-la… eu achei que a música sempre permaneceria no seu cantinho”. 

De novo, no entanto, Thompson foi surpreendida com um pedido de Swift para regravar “Ronan” para o Red (Taylor’s Version)

Red foi um álbum sobre corações quebrados e cura, de raiva e pura exposição, de tragédia e trauma, e da perda de um futuro imaginado ao lado de alguém”, Swift disse para Thompson por email. “Escrevi ‘Ronan’ enquanto estava fazendo Red e descobri sua história como você a contou, de maneira tão honesta e devastadora”. 

“Minha genuína esperança é que você concorde comigo que essa música deve ser incluída neste álbum”, continuou Swift. “Como minha co-compositora e a proprietária legítima desta história em sua totalidade, sua opinião e aprovação dessa ideia realmente importam para mim, e honrarei seus desejos”.

Thompson descreveu sua reação como “choque total” e “muitas lágrimas”, bem como uma gratidão avassaladora.

“O único lugar ao qual ‘Ronan’ pertence é com a Taylor. E o fato de que era uma possibilidade a música estar em outro lugar era, como uma mãe, esse é meu filho, e isso era, eu não conseguia nem”, disse Thompson à Insider. “Era simplesmente insuportável pensar nisso”.

“Saber que está com Taylor, que é sua casa e onde ele pertence, isso significa tudo para mim”, disse ela.

Na sexta-feira, “Ronan (Taylor’s Version)” foi amplamente lançada pela primeira vez como a 21ª faixa do álbum.

Para muitos dos fãs mais jovens ou casuais de Swift, esta pode ser a primeira vez que ouvem a música.

Depois do lançamento beneficente para o Stand Up to Cancer, “Ronan” foi lançada no iTunes, com todos os lucros doados ao Fundo de Caridade Taylor Swift. Ela também foi silenciosamente colocada no YouTube em 2018.

Swift cantou a música apenas mais uma vez em sua carreira: durante um show de 2015 no Arizona ao qual Thompson compareceu, logo depois que a própria mãe da cantora foi diagnosticada com câncer de mama.

“Eu não sei como isso vai acabar, mas vou apenas lidar com isso”, disse Thompson à Insider no início desta semana.

“Espero que a música dele fale com toda uma outra geração dessas crianças. E eles possam recorrer a ela quando estiverem passando por coisas que estão ligadas talvez à história de Ronan e à minha – e transformá-la em um hino de sobrevivência”.

Entrevista publicada pela Insider e traduzida pela Equipe TSBR.





Twitter do site

Facebook do site