20 de agosto de 15 Autor: Taylor Swift Brasil
Mãe de Ronan escreve sobre o show de Glendale

Como relembramos no post sobre o show (clique aqui), a fã Maya Thompson é a mãe do garoto Ronan, que faleceu prestes a completar quatro anos idade por causa de um neuroblastoma, em 2011. Ela mantém o comovente blog RockstarRonan desde que o filho foi diagnosticado com o câncer, e hoje seus posts são escritos como cartas a ele.

Taylor se comoveu com a história e, em 2012, lançou o single promocional “Ronan, inspirado pelos posts de Maya. Até o show de Glendale, AZ, no dia 17 de agosto, ela só tinha sido cantada ao vivo uma vez, no Stand Up to Cancer 2012, e, porque Taylor se emocionou muito na performance, boa parte dos fãs — inclusive Maya — achou que aquela seria a primeira e última vez. Não foi. E traduzimos o que a mãe do homenageado teve a dizer sobre o show desta semana:

Nunca, nem nos meus sonhos mais loucos, imaginaria que o convidado especial da Taylor seria você.

Ronan. Não tenho dormido muito nos últimos dias, mas não é a insônia comum contra a qual eu tenho lutado desde que você morreu. Eu não tenho dormido muito por causa da surpresa mais inesperada de uma garota chamada Taylor. Eu sei que você sabe de que Taylor estou falando. Aquela garota chamada Taylor que se apaixonou pelos seus lindos olhos azuis há tantos anos, que provou para mim o amor dela por você quando me convidou para a Speak Now World Tour, a Red Tour e agora a 1989 Tour. Aquela garota chamada Taylor, que escreveu uma música para você e a chamou simplesmente de “Ronan”. Aquela garota chamada Taylor Swift, que continua a espalhar sua magia em todo lugar com seu coração de ouro e sua generosidade.

Eu sigo tudo que ela faz no mundo e não de um jeito esquisito. Quer dizer, eu não vou nadar no oceano para tentar entrar na casa dela nem nada assim. É mais no sentido de que, quando eu ouço falar que ela apareceu em um hospital e passou horas no andar de oncologia infantil, eu fico pulando e fazendo uma dancinha ridícula. Ou que eu gosto de colocar as músicas dela a todo volume quando estou tendo um dia ruim, porque imediatamente me fazem sorrir e me sentir como se eu pudesse conquistar o mundo. Ou, no exemplo mais recente, que eu tenho seguido a nova turnê dela online e, toda manhã antes da escola, eu e seus irmãos surtamos com o convidado especial da noite anterior. “Meninos! Vocês viram quem foi o convidado especial da Taylor ontem à noite?” Fazemos nossos “AI MEU DEUS” de sempre, seguidos de “The Weeknd! Lorde! Imagine Dragons!”. Ou, minha favorita pessoal, “Lena Dunham!!!!”. Depois começamos a falar sobre quem gostaríamos que ela convidasse nos próximos shows, fazendo apostas sobre qual de nós vai estar certo. Ainda estou esperando o Justin Timberlake. Nem em um milhão de anos eu sonharia em desejar que o convidado especial fosse você.

Descobrimos bem em cima da hora que iríamos para o show. Quando estávamos no carro, em família, Quinn perguntou “Mãe, a gente vai poder passar tempo com a Taylor como da última vez?”. Eu não queria alimentar falsas esperanças, já que realmente não sabia o que esperar, então só disse para todos a verdade: que não sabia. Poppy estava no banco de trás, conversando, e saiu algo como “Taylllor. Eu vai mostrar pra Tayllllor meus sapatos miau miau. MIAAAAAUUU. MIIIAAAAUUU.”, se referindo aos sapatos Melissa Mini de gatinhos que estava usando. Eu fiz “miau” de volta para ela, é claro.

Quando chegamos no show nos melhores lugares de todos, pelo menos era o que eu pensava, logo fomos levados pela Tour Manager da Taylor para outro lugar. Esse outro lugar sendo a área de trás do pit, onde os pais da Taylor ficam. O pai dela, Scott, nos reconheceu na hora e deu boas-vindas calorosas. Conversamos com ele, que nos contava como estavam a turnê e a vida etc. Ele é sempre muito divertido de conversar e sempre tem as lições de vida mais interessantes para compartilhar. Depois ele perguntou “Já viram a Taylor?” e eu respondi que não. Então ele saiu, dizendo que iria conferir com ela e voltaria em breve. Esperamos felizes. Poppy estava tão entretida com as luzes, a multidão e a música que me deixou bem ocupada a ajudando a fazer piruetas. Alguns minutos depois, um homem muito legal nos cumprimentou e disse “Venham comigo, Taylor quer ver vocês agora”. O pai dela apareceu novamente e disse que Taylor queria nos ver antes do show porque sabia que, se esperasse até o fim do show, seriam 23:00 e Poppy estaria dormindo. Garota esperta.

Enquanto andávamos pelos corredores da arena, Quinn olhou para mim, os olhos tão grandes quanto o céu, e perguntou “Vamos ver a Taylor agora?”. Senti meu coração dar cambalhotas com a expressão no rosto dele quando respondi que sim. Esperamos a Taylor no backstage e ela logo apareceu, com os olhos brilhando, correndo para nos abraçar. A mãe estava com ela, o que me deixou feliz. Eu estava querendo dar um abraço nela há um bom tempo, porque ela tem estado em nossos corações. Conversamos um pouco. Tiramos uma foto. Poppy ficou agarrada a mim, mas estava maravilhada com a Taylor e seu casaco brilhante. Ela disse naquela vozinha dela “Mamãe, Taylor tãããão brilhante!”. Então continuou a mostrar a Taylor seu gloss labial e conversamos sobre a importância de um bom gloss, especialmente quando ele vem em vermelho. Nos despedimos, porque Taylor tinha que correr para o palco e começar o show. Ela me puxou para um último abraço, que senti ser mais forte. Agradeci a ela por tudo o máximo que consegui sem explodir em um monte de lágrimas. Voltamos aos nossos lugares e esperamos a Rainha Tay tomar o palco.

Quando Taylor apareceu e a música começou, foi como em Donkey Kong. Poppy, também conhecida como Pearl (quem me segue no Instagram vai saber do que estou falando), estava pegando fogo. Eu não sabia como ela iria reagir a todas as luzes, à música alta e aos milhares de pessoas, mas ela transformou aquele show de Taylor Swift em sua própria pista de dança pessoal. Eu estava dançando com ela, que estava girando há uns 40 minutos, quando senti alguém tocar meu ombro. Olhei para trás e era a Tour Manager da Taylor, Erica. Ela estava com o celular bem perto do rosto e me disse “Taylor quer saber se está tudo bem se ela cantar Ronan hoje”. Assim que ela disse essas palavras, lágrimas saíram dos meus olhos e eu gritei “SIM!!!” em resposta. Virei para os seus irmãos e pro seu pai, que tinham acabado de ver aquele momento. Papai perguntou “O que??”. Contei para ele o que Erica tinha acabado de me contar e seus olhos ficaram no chão. Ele olhou pra mim e perguntou “Como você vai lidar com isso?”. Ele sabe que não consigo ouvir aquela música sem soluçar histericamente. Não importa quantas vezes eu a tiver ouvido, eu SEMPRE choro. Eu disse a ele que não sabia, mas o momento pareceu tão certo que nem hesitei ao dizer sim.

Na hora, eu não entendi o que significava de verdade que a Taylor cantasse aquela música ao vivo de novo. Eu sempre tinha presumido que ela não fosse fazer isso nunca mais, então nem tive tempo de preparar um cenário imaginário na minha cabeça de como seria se ela fizesse. Em outras palavras, não estava preparada de jeito nenhum para o que ia acontecer. Fiquei perto do pai dela depois de ouvir a notícia. Ele não sabia como ela ia aguentar, já que teve tanta dificuldade em cantar na primeira vez. Ele não sabia como eu ia aguentar. Ele foi se certificar de que o pit tivesse um estoque cheio de lenços. Eu andei até a frente quando ouvi a Taylor começar a falar e a multidão ficar estranhamente quieta em respeito às palavras que ela estava dizendo. Senti a mãe dela segurar minha mão. Quando percebi, Taylor estava falando e estava falando sobre mim, sobre você, sobre o mundo brutal e arrasador do câncer infantil. Acho que meu corpo flutuou sobre mim um pouco, porque pude ouvir o que ela estava dizendo, mas estava em um estado de choque tão grande que não podia processar suas palavras. Todo o meu corpo se encheu de calafrios, mas senti como se tivesse o cobertor mais macio em volta de mim, o que só pode querer dizer que era você. Senti que você estava em tudo. Eu juro que senti sua mãozinha dentro da minha quando a voz angelical da Taylor começou a cantar sua música. Adivinha o que aconteceu quando ela começou a cantar? Meus olhos se encheram de água, mas não chorei. Em vez disso, cantei junto com Taylor o tempo inteiro. Você pensaria que, na situação mais emocional, eu teria perdido completamente o controle, mas não perdi. Acho que o motivo de não ter perdido é que podia literalmente sentir seus bracinhos em volta de mim. Não tinha sentido sua presença tão perto de mim desde que você estava fisicamente aqui nesta Terra. Foi um dos momentos mais puros e mágicos da minha vida.

Passei o resto da noite dançando com sua irmã e tentando aproveitar o momento lindo que tinha acabado de acontecer. Eu não tinha certeza de como seus irmãos iriam se sentir sobre tudo isso, mas acho que eles simplesmente se sentem incrivelmente orgulhosos. Só quando cheguei em casa que eu comecei a entender o que tinha acabado de acontecer. Eu enviei um monte de mensagens para a minha amiga Rachel, de Nova York. Eu a acordei muito cedo e me encolhi no chão do banheiro enquanto falávamos e chorávamos sobre tudo. Foi tudo tão surreal. Ainda é. Eu sou tão incrivelmente grata por todas as maneiras com que Taylor continua a dar sua alma para a causa do câncer infantil. Ela me chamou de corajosa naquela noite, mas ela também é. Ela abraçou uma causa sobre a qual NINGUÉM quer falar porque dói muito. Teria sido tão fácil pra ela escolher uma causa “segura”, onde tudo o que precisaria fazer seria preencher um cheque. Ela não fez isso. Ela seguiu o coração dela e ele a trouxe aqui e por isso serei eternamente grata. Ela é de verdade. Ela não está só falando da boca pra fora, ela está fazendo. Não são muitas pessoas que fazem isso de verdade. Ela é a alma mais corajosa, que não tem medo de enfrentar um pouco de escuridão para chegar à luz. A luz da Taylor é a mais forte que o mundo do câncer infantil já viu e parece estar prestes a pegar fogo. Vocês dois são o MELHOR time e eu estou tão orgulhosa de ambos.

Carinha, tenho que encerrar isto aqui e tentar dormir por algumas horas. Eu estou com saudades. Eu amo você. Eu espero que você esteja em segurança.

Beijos.

Taylor,
Obrigada por seguir seu coração em tudo que faz. Você está mudando o mundo e seu coração está abrindo o caminho. É uma coisa linda de se ver. Eu te adoro demais.

Fonte





Twitter do site

Facebook do site