11 de dezembro de 20 Autor: Maria Eloisa Barbosa
Leia o prólogo de “evermore” traduzido

Com o lançamento de seu nono álbum de estúdio, evermore, Taylor postou em seu instagram o prólogo do disco. Confira abaixo traduzido:

Para falar claramente, nós não conseguimos parar de escrever músicas. Para tentar falar mais poeticamente, é como se estivéssemos na beirada dessa floresta folkloriana e tivéssemos duas escolhas: virar e voltar ou mergulhar mais nas florestas dessa música. Nós escolhemos mergulhar profundamente e meus colaboradores e eu estamos orgulhosos de dizer que meu 9º álbum, a irmã do folklore, está aqui. Se chama evermore.

Eu nunca fiz isso antes. No passado sempre tratei álbuns como eras datadas e já começava a planejar a próxima quando um álbum era lançado. Mas foi diferente com folklore. Ao fazê-lo, senti menos como uma partida e mais como um retorno. Eu amei o escapismo que encontrei nesses contos imaginários/não imaginários. Amei a forma como vocês receberam em suas vidas essas fantasias e tragédias e contos épicos de amor perdido e encontrado. Então eu apenas continuei criando-os. E amei criar essas músicas com Aaron Dessner, Jack Antonoff, WB e Justin Vernon. Também recebemos alguns amigos de longa data para nossa mesa musical na cozinha dessa vez..

Antes que eu percebesse, haviam 17 novos contos, alguns que são espelhados ou se conectam com outros. Um sobre dois artistas que se apaixonaram enquanto curtiam resorts chiques na tentativa de encontrar um romance rico. Um sobre um casal antigo de faculdade que planejaram duas coisas muito diferentes para a mesma noite: um queria terminar tudo, o outro comprou um anel. Dorothea, uma garota que abandona sua pequena cidade para perseguir seus sonhos em Hollywood — e o que acontece quando ela retorna para um feriado e redescobre uma faísca antiga. A história ‘infeliz para sempre’ de um casamento que deu errado, incluindo infidelidade, tolerância contraditória e até mesmo assassinato. O motivo mais justo para vingar o derrotado. A realização de que, às vezes, a única maneira de se curar é desejando felicidade para aquele que a tirou de você. Um estrelando minha avó, Marjorie, que ainda me visita de vez em quando… nos meus sonhos.

Eu queria fazer uma surpresa a vocês na semana do meu aniversário de 31 anos. Vocês têm sempre sido tão atenciosos, apoiadores e inspirados nos meus aniversários que dessa vez eu queria dar algo para vocês! Eu também sei que essa época de festas será solitária para a maioria de nós e se há alguém de vocês que usa a música como forma de lidar com a falta dos entes queridos da forma que eu faço, isso é para você.
Eu não tenho ideia do que vai acontecer a seguir. Eu não tenho ideia de várias coisas atualmente, então me agarrei a única coisa que me mantém conectada a todos vocês. Essa coisa sempre foi e sempre será a música.

E poderá continuar para sempre.





Twitter do site

Facebook do site