12 de dezembro de 20 Autor: Airton
Leia a tradução das músicas do “evermore”

Willow (Salgueiro)

Eu sou como a água quando seu navio chegou naquela noite
Dura na superfície, mas você atravessou como uma faca
E se era um caso fácil de resolver
Eu nunca saberia pela expressão em seu rosto
Perdida na sua corrente como um vinho inestimável

Quanto mais você fala, menos eu sei
Aonde quer que você vagueie, eu te seguirei
Estou implorando para você pegar minha mão
Arruine meus planos, esse é meu homem

A vida era um salgueiro e ele sе curvou ao seu vento
Cabeça no travеsseiro, posso sentir você se esgueirando
Como se você fosse uma coisa mítica
Como se você fosse um troféu ou um anel de campeão
Mas tem um prêmio que eu trapacearia para ganhar

Quanto mais você fala, menos eu sei
Aonde quer que você vagueie, eu seguirei
Estou implorando para você pegar minha mão
Arruine meus planos, esse é meu homem

Você sabe que meu trem poderia te levar pra casa
Qualquer outro lugar é vazio
Estou implorando para você pegar minha mão
Arruine meus planos, esse é meu homem

A vida era um salgueiro e ele se curvou ao seu vento
Eles não contam comigo de novo e de novo

A vida era um salgueiro e ele se curvou ao seu vento
Mas eu volto mais forte que uma tendência dos anos 90

Espere pelo sinal, e eu te encontrarei depois de escurecer
Me mostre os lugares onde os outros te deram cicatrizes
Agora é um caso resolvido
Acho que eu deveria saber pela expressão em seu rosto
Que cada truque foi uma obra de arte

Quanto mais você fala, menos eu sei
Aonde quer que você vagueie, eu seguirei
Estou implorando para você pegar minha mão
Arruine meus planos, esse é meu homem

Você sabe que meu trem poderia te levar pra casa
Qualquer outro lugar é vazio
Estou implorando para você pegar minha mão
Arruine meus planos, esse é meu homem

Quanto mais você fala, menos eu sei
Aonde quer que você vagueie, eu seguirei
Estou implorando para você pegar minha mão
Arruine meus planos, esse é meu homem

Você sabe que meu trem poderia te levar pra casa
Qualquer outro lugar é vazio
Estou implorando para você pegar minha mão
Arruine meus planos, esse é meu homem

Ei, esse é meu homem
Esse é meu homem
Sim, esse é meu homem

Querido, cada truque foi uma obra de arte
Esse é meu homem

Ei, esse é meu homem
Estou implorando para você pegar minha mão
Arruine meus planos, esse é meu homem

Champagne Problems (Problemas insignificantes)

Você pegou o trem noturno por um motivo
Para sentar e ficar aí magoada

Multidões agitadas ou silenciosos dorminhocos
Você não sabe o que é pior

Porque eu soltei sua mão enquanto dançávamos
Te deixei lá fora parado
Olhando para o chão
Problemas insignificantes

O anel da sua mãe no seu bolso
Minha foto na sua carteira
Seu coração era de vidro, eu deixei ele cair
Problemas insignificantes

Você contou para sua família por um motivo
Você não conseguiu se segurar
Sua irmã despejou a garrafa
Agora ninguém está comemorando

Você comprou um Dom Pérignon
Nenhuma multidão de amigos aplaudiu
Os céticos de sua cidade natal chamam isso de
Problemas insignificantes

Você tinha um discurso preparado
Mas agora está sem palavras
O amor escapou do seu alcance
E eu não poderia te dar um motivo
Problemas insignificantes

Seu toque de Midas na porta do carro
Novembro passou e seu casaco ficou guardado
“Esse dormitório já foi um hospício”
Eu fiz uma piada: “então foi feito pra mim”

O quão insubstituíveis nossos amigos são
Não acho que falaremos isso de novo
E logo eles terão que decorar os corredores para o Natal
Aqueles corredores que uma vez nós andamos

Um para o dinheiro, dois para o espetáculo
Eu nunca estive pronta, então eu te vejo partir
Ás vezes você não sabe a resposta
Até alguém de joelhos te perguntar

“Ela teria sido uma bela esposa
É uma pena que ela seja fodida da cabeça,” eles disseram
Mas ao invés disso, você encontrará o que é real
Ela irá consertar aquilo que eu quebrei

E irá segurar sua mão enquanto vocês dançam
Nunca te deixará lá fora parado
Olhando para o chão
Com problemas insignificantes

O anel da sua mãe no seu bolso
A foto dela na sua carteira
Você não se lembrará de todos os meus
Problemas insignificantes

Você não se lembrará de todos os meus
Problemas insignificantes.

Gold rush (Corrida atrás do ouro)

Reluzente, cintilante
Olhos como navios afundando em águas
Tão convidativo, eu quase pulei

Mas eu não gosto de uma corrida atrás do ouro,
Uma corrida atrás do ouro
Eu não gosto de esperar meu rosto ficar corado
Eu não gosto de saber que qualquer pessoa morreria para sentir seu toque
Todos te querem
Todo mundo se pergunta como seria amar você

Passo perto, arrumo o cabelo
Eu não gosto de câmera lenta, visão dupla avermelhada
Eu não gosto da sensação de cair ser igual a de voar até seus ossos quebrarem
Todos te querem
Mas eu não gosto de uma corrida atrás do ouro

Como deve ser crescer tão lindo?
Com seu cabelo caindo no lugar certo, como um dominó
Eu me vejo acolchoando seus pisos de madeira
Com minha camiseta do Eagles pendurada na porta

Em jantares, eu aponto as suas contradições
E a cidade costeira pela qual vagamos nunca tinha visto um amor tão puro
Então ele desaparece no cinza do meu chá do dia anterior
Pois jamais poderia acontecer

Mas eu não gosto de uma corrida atrás do ouro,
Uma corrida atrás do ouro
Eu não gosto de esperar meu rosto ficar corado
Eu não gosto de saber que qualquer pessoa morreria para sentir seu toque
Todos te querem
Todo mundo se pergunta como seria amar você

Passo perto, arrumo o cabelo
Eu não gosto de câmera lenta, visão dupla avermelhada
Eu não gosto da sensação de cair ser igual a de voar até seus ossos quebrarem
Todos te querem
Mas eu não gosto de uma corrida atrás do ouro

Como deve ser crescer tão lindo?
Com seu cabelo caindo no lugar certo, como um dominó
Minha mente transforma sua vida em um folclore
Eu não me atrevo mais a sonhar com você

Em jantares, eu não chamo atenção para as suas contradições de merda
E a cidade costeira que nunca encontramos nunca verá um amor tão puro
Porque ele desaparece no cinza do meu chá do dia anterior
Pois jamais poderia acontecer

Reluzente, cintilante
Olhos como navios afundando em águas
Tão convidativo, eu quase pulei

‘tis the damn season (Maldita estação)

Se eu quisesse saber com quem você estava saindo
Enquanto eu estava fora, eu teria te perguntado
É um tipo de frio, neblina subindo pelo vidro da janela
Mas eu senti quando passei por você

Tem uma dor em você, que foi colocada aí pela dor em mim
Mas se tudo é o mesmo pra você
é o mesmo para mim

Podíamos dizer que estamos quites
Você poderia me chamar de “meu bem” pelo final de semana
É a Maldita estação, anote isso

Estou ficando na casa dos meus pais
E os caminho não trilhado parece muito bom agora
E sempre me leva à você e à minha cidade natal

Eu estacionei meu carro bem entre a Metodista e a escola que era nossa
As época de festas perdura como um perfume ruim
Você pode correr, mas só até um certo ponto
Eu fugi também, lembra como você me viu partir
Mas se tudo bem pra você, tudo bem pra mim

Podíamos dizer que estamos quites
Você podera me chamar de “meu bem” pelo final de semana
É a Maldita estação, anote isso
Estou ficando na casa dos meus pais
E o caminhos não trilhados parece muito bons agora

O tempo voa, uma bagunça como a lama nos pneus da sua caminhonete
Agora sinto falta do seu sorriso, me escuta
A gente podia dar uma volta
E a estrada que eu não peguei parece muito boa agora
E sempre me leva à você e à minha cidade natal

Dormir até tarde como nos velhos tempos
Não vou pedir pra você esperar se você não me pedir pra ficar
Então vou voltar para LA e para os que chamo de amigos
Que vão escrever livros sobre mim, se eu conseguir chegar até lá
E vou me perguntar sobre a única alma
Que sabia quais eram meus sorrisos forçados
O coração que eu sei que estou partindo é o meu
Deixar a cama mais aconchegante que já conheci

Podíamos ficar quites
Mesmo que eu esteja indo embora
Eu serei sua pelo fim de semana
Maldita estação

Podíamos dizer que estamos quites
Você podera me chamar de “meu bem” pelo final de semana
É a Maldita estação, anote isso
Estou ficando na casa dos meus pais
E os caminhos não trilhados parece muito bons agora

O tempo voa, uma bagunça como a lama nos pneus da sua caminhonete
Agora sinto falta do seu sorriso, me escuta
A gente podia dar uma volta
E a estrada que eu não peguei parece muito boa agora
E sempre me leva à você e à minha cidade natal

E sempre me leva à você e à minha cidade natal

Tolerate it (Tolerar)

Eu sento e observo você lendo com a cabeça baixa
Eu acordo e assisto você respirando de olhos fechados
Sento e te observo
Percebo tudo que você faz ou não faz
Você é tão mais velho e mais sábio, e eu…

Eu espero na porta como se eu fosse apenas uma criança
Uso minhas melhores cores para o seu retrato
Coloco a mesa com toda aquela merda chique
E assisto você tolerar isso

Se é tudo coisa da minha cabeça me diga agora
Me diga que de alguma forma interpretei errado
Eu sei que meu amor deveria ser celebrado
Mas você apenas o tolera

Eu te recebo com as boas vindas de um herói que chegou da batalha
Levo todas as suas indiscrições na brincadeira
Me sento e escuto, lustro os pratos até que eles cada vez mais
Você é tão mais velho e mais sábio, e eu…

Eu espero na porta como se eu fosse apenas uma criança
Uso minhas melhores cores para o seu retrato
Coloco a mesa com toda aquela merda chique
E assisto você tolerar isso

Se é tudo coisa da minha cabeça me diga agora
Me diga que de alguma forma interpretei errado
Eu sei que meu amor deveria ser celebrado
Mas você apenas o tolera

Enquanto você estava lá fora construindo outros mundos, onde eu estava?
Onde está aquele homem que colocava cobertores nos meus arames farpados?
Fiz de você meu templo, meu mural, meu céu
Agora estou implorando por notas de rodapé na história da sua vida
Desenhando corações na sua assinatura
Sempre ocupando espaço demais ou tempo demais
Você sempre pensa que estou bem, mas o que você faria se eu…

Me libertasse e nos deixasse em ruínas
Pegasse essa adaga em mim e removesse
Ganhasse o peso que você tem e depois o perdesse
Acredite, eu poderia fazer isso
Se é tudo coisa da minha cabeça me diga agora
Me diga que de alguma forma interpretei errado
Eu sei que meu amor deveria ser celebrado
Mas você apenas o tolera

Eu sento e te observo

No body, no crime (Sem corpo, sem crime)

Foi ele
Foi ele

Este é uma amiga minha
Nos encontramos todas as terças à noite
Para jantar e tomar uma taça de vinho

Este tem perdido o sono
Seu marido está agindo diferente e isso cheira a infidelidade
Ela diz, “não é o meu Merlot na boca dele
Não são minhas joias na nossa conta conjunta
Não, não há dúvidas
Acho que vou falar com ele”

Ela diz, “Acho que ele fez isso, mas não posso provar”
Eu acho que ele fez, mas não posso provar
Eu acho que ele fez, mas não posso provar
Não, sem corpo, sem crime
Mas não vou desistir até o dia que eu morrer

Não, não
Eu acho que ele fez
Não, não

Este não estava lá no Olive Garden na terça à noite
Ou no trabalho ou em lugar algum
Ele relata o desaparecimento de sua esposa
E quando passei pela sua casa percebi
Que sua caminhonete estava com pneus novos
E sua amante se mudou pra lá
Dorme na cama e tudo mais
Não, não há dúvidas
Alguém tem que pegá-lo, porque…

Eu acho que foi ele, mas não posso provar (Foi ele)
Eu acho que foi ele, mas não posso provar (Foi ele)
Eu acho que foi ele, mas não posso provar
Não, sem corpo, sem crime
Mas não vou desistir até o dia que eu morrer

Não, não
Eu acho que foi ele
Não, não
Foi ele

Que bom que papai me fez
Tirar uma licença de barco quando eu tinha quinze anos
E eu limpei casas o suficiente
Para saber como encobrir uma cena
Que bom que a irmã da Este vai jurar que estava comigo

(Ela estava comigo, cara)

Que bom que a amante dele fez um grande seguro de vida

Eles acham que foi ela, mas não podem provar
Eles acham que foi ela, mas não podem provar
Ela acha que fui eu, mas não pode provar

Não, sem corpo, sem crime
Eu não ia desistir até o dia em que ele…

Não, sem corpo, sem crime
Eu não ia desistir até o dia em que ele…

Não, sem corpo, sem crime
Eu não ia desistir até o dia em que ele morresse

Happiness (Felicidade)

Querido, quando estou acima das árvores
Eu vejo isso como realmente é
Mas agora estou bem embaixo, todos os anos que eu entreguei
É uma merda que estejamos nos separando

Te mostrei todos os meus esconderijos
Eu estava dançando quando a música parou
E incrédula, não posso encarar uma reinvenção
Ainda não conheci meu novo eu

Haverá felicidade depois de você
Mas havia felicidade por causa de você
As duas coisas podem ser verdade
Há felicidade

Depois do sangue e dos ferimentos
Depois do choro e das maldições
Além do terror no cair da noite
Assombrado pelo meu olhar
Que teria te amado por uma vida inteira
Deixe tudo para trás
E há felicidade

Me diga, quando seu sorriso de vitória
Começou a parecer um sorriso malicioso?
Quando todas as nossas lições começaram a parecer armas
Apontadas para minhas dores mais profundas?
Espero que ela seja sua linda boba
Que assume meu lugar ao seu lado
Não, eu não quis dizer isso
Me desculpa, não consigo enxergar os fatos em meio a tanta fúria
Você ainda não conheceu meu novo eu

Haverá felicidade depois de mim
Mas havia felicidade por causa de mim
Nas duas coisas, eu acredito
Há felicidade

Na nossa história, ao longo dessa grande separação
Há um glorioso nascer do sol
Pintado com os lampejos de luz
Do vestido que usei à meia-noite, deixe tudo para trás
E há felicidade

Eu não posso fazer isso desaparecer ao te tornar o vilão
Creio que é o preço que paguei por 7 anos no paraíso
E eu puxei seu corpo para o meu
Toda maldita noite, agora recebo falsas delicadezas
Ninguém te ensina o que fazer
Quando um homem bom te machuca
E você sabe que o machucou também.

Querido, quando estou acima das árvores
Eu vejo isso pelo que realmente é
Mas agora meus olhos derramam chuva ácida no travesseiro onde
você costumava deitar sua cabeça
Depois de te dar o melhor que eu tinha
Tudo que voce quer de mim agora é a luz verde do perdão
Você ainda não conheceu meu novo eu
E acho que ela te dará isso

Haverá felicidade depois de você
Mas havia felicidade por causa de você
As duas coisas podem ser verdade
Há felicidade

Na nossa história, ao longo dessa grande separação
Há um glorioso nascer do sol
Pintado com os lampejos de luz
Do vestido que usei à meia-noite, deixe tudo para trás
Oh, deixe tudo para trás
Deixe tudo para trás
E há felicidade

Dorothea (Dorothea)

Hey, Dorothea, você para e pensa sobre mim?
Quando éramos mais novas lá no parque
Querida, tirando sarro da nossa miséria

Você tem amigos brilhantes desde que saiu da cidade
Uma telinha é o único lugar que te vejo agora
Não te desejo nada além do melhor

Ooh, esse lugar está igual o que sempre foi
Mas você não gosta dele assim

Nunca é tarde demais para voltar pro meu lado
As estrelas nos seus olhos brilhavam mais em Tupelo
E se um dia cansar de ser conhecida por quem você conhece
Você sabe que sempre me conhecerá,
Dorothea (Uh-uh)
Dorothea (Ah-ah)

Ooh, você é uma rainha vendendo sonhos,
vendendo revistas e maquiagens
Ooh, de você eu compraria qualquer coisa

Hey, Dorothea, você para e pensa sobre mim?
Quando era mais calmo, fugindo do baile de formatura
Só pra irritar sua mãe e os esquemas dela
E nossa, Dorothea, todos querem ser você
Mas você ainda é a mesma alma que conheci debaixo da arquibancada?Bom…

Acho que nunca saberei
E você vai continuar com o show

Nunca é tarde demais para voltar pro meu lado
As estrelas nos seus olhos brilhavam mais em Tupelo
E se um dia cansar de ser conhecida por quem você conhece
Você sabe que sempre me conhecerá,
Dorothea (Uh-uh)
Dorothea (Ah-ah)

Ooh, ooh
Dorothea

Coney Island (Coney Island)

Minha alma se parte em duas quando olho pra você
Mas você está bem aqui
Se não consigo mais me identificar com você
Então com quem me identifico?
E se esse é o caminho mais longo
Como chegamos aqui tão rápido?
Eu fechei meu punho ao redor de algo delicado?
Eu despedacei você?

Estou sentada num banco em Coney Island
Me perguntando pra onde meu amado foi
A rapidez, as luzes brilhantes, o carrossel
Me perdoe por não fazer de você o meu centro

De novo e de novo
Perdida outra vez sem surpresas
Decepções, feche seus olhos
E fica mais frio e mais frio
Quando o Sol se põe

A dúvida martela minha cabeça
O que é uma vida inteira de conquistas
Se eu fiz você chegar no limite
Mas você foi educada demais para me deixar?
E você sente falta do trapaceiro
Que te persuadiu até o paraíso e te deixou lá?
Você vai perdoar minha alma
Quando for sábia demais para confiar em mim e velha demais para se importar?

Porque nós éramos como o shopping antes da internet
Era o único lugar para se estar
As travessuras, os sonhos suburbanos embrulhados pra presente
Me desculpe por não ganhar um anel no fliperama pra você

De novo e de novo
Perdida outra vez sem surpresas
Decepções, feche seus olhos
E fica mais frio e mais frio
Quando o Sol se põe

Você estava esperando no nosso velho local
Na trilha das árvores
Perto do relógio dourado
Eu te deixei esperando todos os dias?
Você estava parado no corredor
Com um bolo grande, feliz aniversário
Eu pintei seus céus mais azuis com o cinza mais escuro?
Um universo de distância
E quando me envolvi em um acidente
A visão que apareceu na minha frente foi seu rosto
Mas quando subi ao pódio acho que esqueci de dizer seu nome

E estou sentada num banco em Coney Island
Me perguntando pra onde meu amado foi
A rapidez, as luzes brilhantes, o carrossel
Me perdoe por não fazer de você o meu centro

De novo e de novo
Perdida outra vez sem surpresas
Decepções, feche seus olhos
E fica mais frio e mais frio
Quando o sol se põe

Quando o sol se põe
A visão que apareceu na minha frente foi seu rosto
Quando o sol se põe
Mas acho que esqueci de dizer seu nome
De novo e de novo
Me perdoe por não fazer de você o meu, fazer de você o meu
Fazer de você o meu centro

Ivy (Hera)

Como alguém pode saber?
Eu encontraria você onde o espírito encontra os ossos
Em uma terra esquecida pela fé
Vindo da neve
Seu toque trouxe um brilho incandescente
Manchado, mas bem grande

E a velha viúva visita o túmulo todos os dias
Mas eu não, eu apenas sento aqui e espero
De luto pelos vivos

Oh, caramba
Minha dor cabe na palma da sua mão congelada
Pegando na minha, mas foi prometida a outro
Oh, não posso
Pare de colocar raízes na minha terra dos sonhos
Na minha casa de pedra, sua hera cresce
E agora estou coberta de você

Eu gostaria dе saber
A falha fatal que te faz querer ser
Magnificamente amaldiçoado
Ele está no quarto
Seus olhos de opala são tudo que eu desejo ver
Ele quer o que é apenas seu

Oh, caramba
Minha dor cabe na palma da sua mão congelada
Pegando na minha, mas foi prometida a outro
Oh, não posso
Pare de colocar raízes na minha terra dos sonhos
Na inha casa de pedra, sua hera cresce
E agora estou coberta

Trevos florescem nos campos
A primavera começa, a hora está próxima
O que ele faria se nos descobrisse?
Lua crescente, costa com céu limpo
A primavera começa, mas o medo também
Ele vai queimar essa casa até as cinzas
Como alguém pode saber?
Eu viveria e morreria pelos momentos que roubamos
Em um tempo implorado e emprestado
Então me diga para fugir
Ou ouse sentar e assistir o que nos tornaremos
E beber o vinho do meu marido

Oh, caramba
Minha dor cabe na palma da sua mão congelada
Pegando na minha mas foi prometida a outro
Oh, não posso
Pare de colocar raízes na minha terra dos sonhos
Na minha casa de pedra, sua hera cresce
E agora estou coberta de você
Estou coberta de você

Então é, é um fogo
É uma droga de uma chama no escuro
E você a acendeu
Você a acendeu
Então é, é uma guerra
É a droga da batalha pela minha vida
E você a começou
Você a começou

Oh, eu não posso
Pare de colocar suas raízes na minha terra dos sonhos
Na minha casa de pedra, sua hera cresce
E agora estou coberta
De você, de você

Agora estou coberta de você
De você

Cowboy Like me (Cowboy como eu)

A quadra de tênis estava coberta
com algo que parecia uma tenda
E você me chamou pra dançar
Mas eu respondi que “Dançar é um jogo perigoso”

Oh, eu pensei
Vai ser uma daquelas coisas
Agora eu sei
Nunca mais vou amar

Tenho alguns truques na manga
Um reconhece o outro
Você é um cowboy como eu

Nunca quis amor
Só um carro chique
Agora fico esperando perto do telefone
Como se eu tivesse sentado no bar do aeroporto

Você tinha alguns truques na manga
Um reconhece o outro
Você é um cowboy como eu

No escuro
Falando pro pessoal rico tudo o que eles queriam ouvir
Como se pudesse ser amor
Eu poderia ser seu caminho adiante
Só se eles pagarem
Você é um bandido como eu

Olhos cheios de estrelas
Se enganando em nome de uma vida boa
Nunca pensei que te encontraria aqui
Podia ser amor
Podemos ser o caminho adiante
E eu sei que pagarei por isso

Voce é um cowboy como eu
No escuro
Falando pro pessoal rico tudo o que eles queriam ouvir
Como se pudesse ser amor
Eu poderia ser seu caminho adiante
Só se eles pagarem
Você é um bandido como eu

Olhos cheios de estrelas
Se enganando em nome de uma vida boa
Nunca pensei que te encontraria aqui
Podia ser amor
Podemos ser o caminho adiante
E eu sei que pagarei por isso

E os esqueletos nos nossos armários
Planejaram muito pra foder com tudo
E o velho que eu enganei
Realmente achava que eu estava certa
E as meninas almoçando tem histórias
De quando você passou pela cidade
Mas isso foi antes de eu te pegar pra mim

Agora você está pendurado nos meus lábios
Como os Jardins da Babilônia
Com suas botas debaixo da minha cama
Pra sempre é o golpe mais doce

Tenho alguns truques na manga
Um reconhece o outro
Você é um cowboy como eu

E eu nunca amarei novamente
eu nunca amarei novamente
eu nunca amarei novamente

Long Story Short (Resumindo)

Fielmente
Tentei escolher minhas batalhas até que a batalha me escolheu

Tormento
Como na guerra de palavras que gritei enquanto dormia

E você passou por mim
Eu estava num beco, cercada por todos os lados
A faca corta para os dois lados
Se o sapato serve, ande com eles até quebrar o salto alto

E eu caí do pedestal
Direto na toca do coelho
Resumindo, foi um momento ruim
Empurrada do precipício
Me agarrei aos lábios mais próximos
Resumindo, era o cara errado

Agora sou toda sua
Sou toda sua, ah
Sim, sim
Sou toda sua, ah
Sim, sim

Na verdade
Eu sempre senti que devo parecer melhor no retrovisor
Quando estão sentindo minha falta
Nos portões dourados que um dia tiveram as chaves
Quando soltei minha espada
Eu a joguei nos arbustos e bati na sua porta
E nós vivemos em paz
Mas se alguém vier até nós, dessa vez, estarei pronta

E eu caí do pedestal
Direto na toca do coelho
Resumindo, foi um momento ruim
Empurrada do precipício
Me agarrei aos lábios mais próximos
Resumindo, era o cara errado

Agora sou toda sua
Sou toda sua, ah
Sim, sim
Sou toda sua, ah
Sim, sim

Chega de continuar pontuando
Agora só te mantenho aquecido (mantenho aquecido)
Chega de cabo de guerra
Agora só sei que há mais (há mais)
Chega de continuar pontuando
Agora só te mantenho aquecido (mantenho aquecido)
E minhas ondas encontram sua costa
Para sempre e sempre

E além de mim
Quero te dizer para não se perder nessas coisas insignificantes
Seus inimigos
Derrotarão a si mesmos antes que você tenha a chance de se mexer

E ele está passando
Raro como o brilho de um cometa no céu
E ele é como o lar
Se o sapato servir, ande com ele pra qualquer lugar

E eu caí do pedestal
Direto na toca do coelho
Resumindo, foi um momento ruim
Empurrada do precipício
Escalei de volta, subindo o penhasco
Resumindo, eu sobrevivi

Agora sou toda sua
(E agora) Sou toda sua, ah
(E agora) Sou toda sua
(E agora) Sou toda sua, ah
Sim, sim
Sou toda sua
(E agora) sim, sim
Sou toda sua

Resumindo, foi um momento difícil
Resumindo, eu sobrevivi

Marjorie (Marjorie)

Nunca seja tão boa
Ao ponto de esquecer de ser inteligente
Nunca seja tão inteligente
Ao ponto de esquecer de ser boa

E se eu não soubesse a realidade
Eu acho que você estaria falando comigo agora
Se eu não soubesse a realidade
Eu acharia que você ainda está por aí

O que morreu não continua morto
O que morreu não continua morto
Você está viva
Você está viva na minha cabeça

O que morreu não continua morto
O que morreu não continua morto
Você está viva
Tão viva

Nunca seja tão educada
Ao ponto de esquecer seu poder
Nunca exerça tal poder
Ao ponto de esquecer de ser educada

E se eu não soubesse a realidade
Eu acho que você estaria me ouvindo agora
Se eu não soubesse a realidade
Eu acharia que você ainda está por aí

O que morreu não continua morto
O que morreu não continua morto
Você está viva
Você está viva na minha cabeça

O que morreu não continua morto
O que morreu não continua morto
Você está viva
Tão viva

O frio do outono que me acorda
Você amou tanto o céu âmbar
Galhos compridos e mergulhos congelados
Você sempre vai além de onde nossos pés podem tocar

Eu reclamei durante todo o caminho até lá
O carro faz a volta e ao subirmos a escada
Eu deveria ter te feito perguntas
Eu deveria ter te perguntado como eu deveria ser
Pedi para você escrever para mim
Deveria ter guardado todos os recibos do mercado
Porque cada pedaço seu seria tirado de mim
Assisti enquanto você assinava seu nome, Marjorie
Todos os seus sonhos guardados acumulados no armário
E como você deixou todos eles para mim

O que morreu não continua morto
O que morreu não continua morto
Você está viva
Você está viva na minha cabeça

O que morreu não continua morto
O que morreu não continua morto
Você está viva
Tão viva

E se eu não soubesse a realidade
Eu acho que você estaria cantando pra mim agora
Se eu não soubesse a realidade
Eu acho que você ainda estaria por aí

Eu sei a realidade
Mas eu ainda sinto você por toda parte
Eu sei a realidade
Mas você ainda está por ai

Closure (Encerramento)

Já faz muito tempo
E ver o formato do seu nome
Ainda soletra ‘dor’
Não foi certa
A maneira que tudo acabou
E parece que você sabe disso agora

Sim, eu recebi a sua carta
Sim, eu estou melhor
Te conhecer tão bem me cortou profundamente
Sim, eu recebi a sua carta
Sim, eu estou melhor

Eu sei que acabou
Não preciso do seu
Encerramento
Seu encerramento

Não me trate como uma situação a lidar
Estou bem com meu rancor
E minhas lágrimas, e minhas cervejas e minhas velas
Eu posso sentir você suavizando em mim

Sim, eu recebi a sua carta
Sim, eu estou melhor
Te conhecer tão bem me cortou profundamente
Sim, eu recebi a sua carta
Sim, eu estou melhor

Eu sei que acabou
Não preciso do seu
Encerramento
Seu encerramento

Eu sei que sou apenas um detalhe na sua nova vida
Permanecer amigos iria resolver tudo de uma ótima maneira
Culpado, culpado, estendendo a mão através do mar
Que você colocou entre nós dois
Mas isso é falso e, oh, tão desnecessário

Sim, eu recebi a sua carta
Sim, eu estou melhor
Te conhecer tão bem me cortou profundamente
Sim, eu recebi a sua carta
Sim, eu estou melhor

Eu sei que acabou
Não preciso do seu
Encerramento
Seu encerramento

Evermore (Para sempre)

Novembro cinza
Estou abatida desde julho
Capturando os movimentos
Me coloque em uma luz ruim
Eu repito meus passos em cada degrau
Tentando encontrar onde eu errei
Escrevendo cartas jogadas ao fogo

Eu estava recuperando o fôlego
Olhando por uma janela aberta
Alcançando minha morte
E eu não tinha certeza
Tive uma sensação tão peculiar
Que essa dor fosse para sempre

Oi dezembro
Acho que estou me sentindo livre
Não consigo lembrar pelo que eu costumava lutar
Eu rebobino a fita,
Mas tudo o que ela faz é pausar
No exato momento, tudo estava perdido
Enviando sinais pra ser passado pra trás

Eu estava recuperando o fôlego
Descalço no inverno mais selvagem
Alcançando minha morte
Eu não podia ter certeza
Eu tive uma sensação tão peculiar
Que essa dor fosse para sempre

(Sempre)

Não consigo pensar em todo o custo
E nas coisas que serão perdidas
Oh, podemos apenas fazer uma pausa?
Para ter certeza se ficaremos bem de novo

Seja a geada ou a violência dos dias mais quentes
Estou nas ondas, sendo jogada de um lado pro outro
Existe uma linha que eu poderia simplesmente cruzar?

Quando naufraguei (não consigo pensar em todos os custos)
Pensei em você (e nas coisas que vão se perder agora)
Nas fendas da luz (podemos apenas fazer uma pausa?)
Eu sonhei com você (para ter certeza que ficaremos bem novamente, se você pensar em todos os custos)
Era bastante real (se o tempo estiver uma geada)
Para me fazer passar (Ou a violência dos dias mais quentes)
Ou a violência dos dias mais quentes

Estou nas ondas, sendo jogado de um lado pro outro
Estou nas ondas, sendo jogado de um lado pro outro

Existe uma linha que poderíamos simplesmente cruzar?
Eu juro você estava lá

Eu estava recuperando o fôlego
O chão de uma cabana rangendo sob meus passos

E eu não podia ter certeza
Eu tive uma sensação tão peculiar
De que essa dor não seria pra sempre

Esta dor não seria para sempre

Sempre





Twitter do site

Facebook do site

Scroll Up