08 de março de 13 Autor: Airton
Culturaylor: A evolução do estilo de Taylor Swift

culturaylor2

Ficamos algumas semanas sem nossa coluna semanal, a famosa Culturaylor, mas hoje ela está de volta para tratarmos de um assunto um tanto polêmico entre os fãs da Taylor: a evolução, ou para alguns, mudança do estilo da Tayor, desde sua forma de compor músicas até seu visual.

Quem se lembra daquela menina loirinha de cabelos cacheados, com vestido e botas de cowboy, tocando seu violão para seu maior ídolo que deu nome ao seu primeiro sucesso, Tim Mcgraw? E da menina que abria os shows de alguns grandes nomes da música country, e depois ia para o ônibus dormir porque no outro dia tinha que estudar? Essa menina é hoje a Taylor Swift que canta para estádios e arenas lotados de fãs gritando seu nome, que quebra recordes de vendas digitais e que consegue manter mais de uma música no topo das paradas. Nossa menininha cresceu.

Muitos veem tudo isso como uma evolução, onde cada vez mais a Taylor está se tornando melhor no que faz em todos os quesitos, mas para alguns isso é mais que uma evolução, é uma mudança radical, devido à imagem marcada da garota de cachinhos e botas de cowboy, e até mesmo chegam a criticá-la por tal mudança. Na era “Taylor Swift”, suas músicas eram de pegada country, que contavam suas aventuras e desventuras amorosas dos tempos de colégio, começando ai a conquistar o coração de cada garota adolescente que ouvia uma dessas músicas e via nelas sua própria vida e sentimentos refletidos, Taylor estava começando a escrever seu nome na história da música americana. Seu estilo nessa época era o de uma típica adolescente de 16/17 anos, mas claro que com toques do universo country, vestido, botas de cowboy e o grande cabelo cacheado, um quê a mais de destaque perante as outras cantoras de mesma idade, onde o “bonito” sempre foi cabelo liso e brilhante. Taylor veio para quebrar essa barreira e mostrar beleza e ainda mais sofisticação com seus cachinhos.

Quando veio a era “Fearless”, Taylor já começou mostrando a princesa que é com o hits de sucesso, como Love Story e You Belong With Me, quebrando recordes e mantendo-se cada vez mais no topo das paradas das rádios country e agora também das pop. Nesse novo álbum, Taylor mostrou para que veio, com músicas ainda mais pessoais e melhores do que a do álbum anterior, e dessa vez se arriscando um pouco na melodia pop, entrando assim no universo de um dos mais concorridos gêneros musicais americanos. Devido a tanto sucesso em ambas as áreas, Taylor começou a ser indicada em premiações do pop, concorrendo com grandes nomes e ganhando na maioria das vezes, como quando ganhou da Beyoncé no VMA 2009, na categoria Vídeo Feminino do Ano por You Belong With Me, o que acabou gerando o incidente com o Kanye West, levando seu nome de uma forma não tanto agradável, para todas as notícias pelo mundo da música. No quesito look, nessa época a Taylor estava sempre com um estilo menininha, vestidos fofos, sapatilhas e/ou ainda botas, e o cabelo cacheado agora estava mais domado e ainda mais bonito, tornando-se uma de suas marcas registradas assim como o batom vermelho e o delineador preto gatinho nos olhos, onde nossa loirinha começou a usar e abusar, realçando ainda mais sua beleza.  Durante sua turnê solo, Taylor mostrou que veio para brilhar com seus vestidos brilhantes e saídos de um conto de fadas, com cenários tal qual, fazendo ainda mais atrativo os seus shows.

Durante o tempo da era “Speak Now” o mundo já conhecia o nome Taylor Swift e já sabia à que ligá-lo, todos já sabiam do que ela era capaz e ficavam cada vez mais ansiosos para saber qual seria o novo passo na carreira da cantora. No seu álbum, Taylor não fez muito diferente do estilo das músicas do Fearless, mas pudemos ver uma melodia um tanto mais inovadora em algumas de suas novas músicas, refletindo agora seus novos relacionamentos com pessoas do mesmo ramo e os desafios da vida sob os holofotes. Seu estilo permaneceu praticamente o mesmo do Fearless, só que com um toque mais de vintage em suas roupas e penteados, tornando-a ainda mais elegante tanto nos tapetes vermelhos, quanto no dia-a-dia. No palco o figurino e cenários só fizeram melhorar ainda mais, tudo com muito brilho, glamour e simplicidade de deixar qualquer crítico boquiaberto. No final da era Speak Now, Taylor resolveu dar uma mudança radical no visual, que ainda continuava sendo os famosos cachos, para aderir ao cabelo liso e com franjinha, meio que um choque para muitos de seus fãs. E desde então ela está com esse visual, que segundo ela é mais prático do que os cachos, fazendo desse a cara do estilo  do seu momento atual, a era “Red”.

Nesse novo momento da vida da Taylor, ela provou o quanto é destemida e resolveu inovar totalmente em seu estilo, ou melhor, evoluir. Ela poderia continuar na mesma linha do Fearless e do Speak Now que faria sucesso, claro, mas a cantora resolveu que essa era a hora de arriscar e fazer uma música diferente em vários quesitos, e para isso ela contou com a colaboração de famosos compositores como Max Martin e Dan Wilson. Seu primeiro hit, “We Are Never Ever Getting Back Together” mostrou uma Taylor Swift totalmente pop, com uma música divertida e daquelas que você não consegue parar de cantar, resultando num sucesso e aceitação absoluta nas rádios pop. A mudança já pôde ser notada na capa de seu álbum, onde sua tradicional fonte de escrita do seu nome mudou, muitos não notaram isso, mas a mudança já começou aí. As apresentações ao vivo nessa nova era vieram para causar urros de magnificência, onde a cantora não teve medo de abandonar os vestidos brilhantes por shorts e fantasias mais elaboradas e vamos dizer, mais sexy. Isso mesmo, nossa loirinha começou a mostrar que não é mais a menininha de Fifteen e sim a mulher de I Knew You Were Trouble, música que utiliza dubstep em sua melodia, dando um estilo ainda mais diferente do habitual utilizado pela Taylor.

Muitos estão adorando essa nova era de mudança, ou melhor, evolução da Taylor, afinal as pessoas mudam e ainda bem que ela está mudando para cada vez melhor e não teve medo de arriscar ao invés de preferir continuar em sua zona de conforto, o que resultou em atração de mais fãs para sua música, vendendo mais seus singles, ficando cada vez mais tempo no topo das paradas, tendo cada vez mais músicas tocando nas rádios de diversos formatos, firmando parcerias de sucesso com outros artistas e marcas, como a Keds e a Coca-Cola, enfim, fortalecendo cada vez mais seu nome na mídia mundial e cravando de vez seu nome na história da música.

 





Twitter do site

Facebook do site

Scroll Up