28 de maio de 11 Autor: Erika Barros
Taylor inicia a “Speak Now Tour’ nos Estados Unidos

Taylor iniciou na noite de ontem, a parte americana da “Speak Now Tour” em Omaha, Nebraska, onde se apresentou em um concerto lotado com 15 mil pessoas. A turnê americana tem muitas diferenças se comparada a parte asiática e européia, o palco é maior e mais elaborado e há novas músicas na set list como “Last Kiss”, “Mean”, “Our Song” e “Haunted”. Adicionamos na nossa galeria até o momento 3 fotos do show, em breve iremos adicionar mais. Confira:

Leia abaixo a primeira review do show feita pelo site Omaha.com:

Taylor inicia sua turnê em Ohama

Por: Kevin Coffey

Taylor Swift impressiona com sua nova turnê

Com toda estrutura, figurinos e coreografias, o show foi tanto como uma peça teatral como um concerto de música country.

A estrela country e pop – usando um vestido dourado centilante e botas escuras – apareceu no palco assim para cantar “Sparks Fly”, o primeiro número dos 17 com os quais ela se apresentou durante as próximas duas horas para uma pláteia lotada de 15 mil pessoas no Qwest Center Omaha.

Foi a primeira noite da turnê que ficará por mais um dia em Ohama, iniciando assim a parte americana da “Speak Now Tour”.

“Bem, boa noite Omaha, Nebraska,” disse ela para os gritos e aplausos. “Eu sou Taylor e bem vindos a primeira noite da ‘Speak Now Tour.”

Com o número 13 pintado em sua mão direita e “you gotta keep your head up but you can let your hair down” (Você deve manter sua cabeça erguida mas pode deixar seu cabelo pra baixo) escrito em seu braço esquerdo, Swift se apresentou apoiada por 9 músicos e oito dançarinos.

Cada canção, de “Mine” a “Mean” a “Fifteen”, foi acompanhada por um fraco zumbido, que veio da multidão cantando junto com Swift. A maioria das vezes eram meninas acompanhadas por seus pais, elas eram grandes fãs, gritando, aplausos e cartazes feito em casa.

O ar estava cheio de carinho para a cantora, que muitas vezes ficou no palco entre as canções embebedendo tudo.

O palco, cheio de cortinas vermelhas e douradas, pareceu como se fosse retirado de uma peça do século 20, o que faz sentido já que o concerto foi parecido com uma peça.

Era uma produção enorme, divertida e todos os componentes móveis – tanto o palco em si e todos os bailarinos e músicos –  tinha sempre alguma coisa para manter o seu olho.

Especialmente quando Swift foi caminhar pela arena. Depois de “Speak Now”, Taylor caminhou para um pequeno palco no fundo da arena que foi decorado com uma árvore iluminada. Ela tocou várias músicas ali, incluindo “Fearless” no cavaquinho.

Durante a canção de enceramento, “Love Story”, ela saiu do palco para uma pequena varanda, que decolou e voou por toda a arena.

Outras peças como banco de igrejas, neve, um sofá, grande sinos e uma enorme ponte foram usadas. Eles normalmente foram usados para apoiar as cenas teatrais dos dançarinos, incluindo o casamento em “Speak Now” e a cena de inverno em “Back To December”.

As mudanças de roupas de Taylor foram mais rapidas do que as mudanças no palco. Ela usou pelo menos 9 vestidos diferentes durante a noite e seus músicos e dançarinos usavam diferentes fantasias quase toda hora.

Minha reclamção é sobre a duração do show. Ela tocou durante duas horas apenas 17 músicas, cinco delas não são do seu último álbum.

Onde fica “Tim McGraw”, “Teardrops on my Guitar”, “Picture to Burn” ou qualquer outro hit antigo dela?

Ela tocou basicamente quase todas as canções do seu último disco, “Speak Now”, juntamente com grandes produções, acho que isso deixou um espaço vazio que poderia ser para as outras músicas.

A voz de Taylor se manteve forte durante todo o show, especialmente durante “Haunted” que foi a performance mais energetica da noite e a mais produzida também.

Ela foi capaz de se manter, mas eu gostaria que suas back up singers a deixassem cantar um pouco mais sozinha. Parecia que todo o lugar para o qual Taylor se virava, elas estavam atrás dela mesmo quando Swift nao precisava delas.

Por exemplo, houve um momento íntimo, silêncio durante o meio de “Fifteen”, Taylor estava cantando sozinha quando sua back up singer e banda se juntaram a ela.

A grande produção (Certamente a maior que já vi) juntamente com os mega hits de Taylor significa que essa turnê vai ser uma das maiores atrações desse ano, principalmente se continuarem com essa magia que fizeram em Omaha.

A super fama de Taylor não parece impedir a mesma de ser sempre simpática e humilde. Ela mandava beijos para os fans, os abraçavam e ainda beijou o rosto de um jovem fã que lhe deu flores.

Taylor respondeu muito bem a todo amor que Omaha lhe deu.

“Eu acho que vocês de Omaha nunca me pareceram tão lindos quanto essa noite. Obrigado por terem passado essa noite comigo,” disse Taylor.

Set List

“Sparks Fly”
“Mine”
“The Story Of Us”
“Our Song”
“Mean”
“Back To December”
“Better Than Revenge”
“Speak Now”
“Fearless”
“Last Kiss”
“You Belong With Me”
“Dear John”
“Enchanted”
“Haunted”
“Long Live”
Encore:
“Fifteen”
“Love Story”

Vídeos podem ser vistos aqui

Próxima notícia >

»




Twitter do site

Facebook do site