07 de julho de 09 Autor: Erika Barros
Taylor fala sobre sua turnê e colaborações

Image and video hosting by TinyPic

Em uma entrevista coletiva de imprensa, Taylor falou sobre suas parcerias com T-Pain e Def Leppard e sua turnê. Confira um resumo:

“Sobre seu sucesso em vários lugares:

O engraçado é que eu nunca penso nos lugares em que as músicas vão tocar quando as escrevo. Não penso em que genêro ela irá se encaixar, ou em quais estações de rádio que vão tocar, ou quem vai se relacionar com ela. A única coisa que eu penso é na pessoa para quem eu estou a escrevendo. Minhas músicas são muito confissionais para mim. É minha chance de dizer coisas que eu não sou corajosa o suficiente para dizer na cara das pessoas. Muitas vezes eu sinto coisas por alguém e eu não vou falar isto a ela pois ela já não faz mais parte da minha vida, ou eu tenho muito orgulho para dizer aquilo. Eu acho que é um sentimento universal.

Sobre trabalhar com o T-Pain:

Agora eu sou uma rapper! (Risos) O CMT veio até mim e disse: “Nós queremos que você seja a personagem principal da introdução [do Country Music Awards]”. Eu estava tão lisonjeada e feliz. Eles queriam fazer a história de todos esses especiais comigo sonhando com eles e tendo visões deles se realizando. Eles falaram: “Nós queremos que você pense em coisas que as pessoas nunca imaginariam que você fizesse”. E a primeira coisa que eu disse foi: “Eu quero fazer um video cantando rap com o T-Pain”. Eu escolhi o T-Pain porque se eu escolhesse outro rapper para fazer, provavelmente seria eu que cantaria os complementos e a outra pessoa que cantaria o rap.  Mas eu queria fazer o rap e eu queria que a outra pessoa cantasse os complementos. Eu disse à eles que queria chamar de Thug Story, ao invés de Love Story. Então nós tinhámos a música pronta e eles me deixaram escrever o rap e foi muito engraçado estar no estúdio com o T-Pain… Eu cantei o rap para ele e ele não parava de rir. Gravar o vídeo foi incrível também. Eu fui ao shopping e comprei uma daqueles correntes enormes em uma dessas lojas que vendem coisas ao estilo gangsta-street por, tipo que 40 dólares.

Fonte: Canoejam





Twitter do site

Facebook do site

Scroll Up