O novo documentário de Taylor Swift, Miss Americana, da Netflix, mostra aos fãs o olhar mais sincero possível de sua vida e carreira até agora – e até introduz o processo de composição responsável por algumas das letras mais poéticas e compreensíveis do mundo da música pop.

Em um novo vídeo compartilhado no YouTube, Swift e a diretora Lana Wilson conversam sobre ter equipes de filmagem no estúdio, algo que a cantora nunca havia experimentado antes, mas que observou que não era “invasivo”.

“As ideias são a minha parte favorita de tudo o que faço”, explicou ela sobre seu processo criativo. “Nesse momento que você pensa: ‘Oh, eu sei como vai se chamar’, ou ‘eu sei como o gancho é agora’”.

“Eu tenho que aproveitar a empolgação de ter tido essa ideia e ir até o fim, caso contrário, deixarei para trás e assumirei que não foi boa o suficiente”, continuou ela.

O vídeo então segue em cenas do documentário, em que Swift fica muito feliz quando ela, com sucesso, compõe o refrão de “ME!” e um verso de”Getaway Car”.

“Lembro-me de quando eu tinha uma ideia no meu quarto aos 12 anos. Eu costumava ter uma ideia e pensava: ‘Sim, ideia!’ e então eu sentia esse medo e quase tristeza de que ninguém iria ouvi-la”, ela disse, finalmente mostrando às pessoas seus pensamentos. “Eu nunca vou conseguir transformar isso em algo. É apenas meu, e há algo fofo nisso, mas eu quero fazer algo”.

Veja o vídeo abaixo e assista a Miss Americana na Netflix.

Matéria publicada pela Billboard e traduzida pela Equipe TSBR.





Twitter do site

Facebook do site

Scroll Up