Na noite de ontem (segunda-feira, 16) Taylor Swift esteve em Claremont, Califórnia, gravando o especial VH1 Storytellers em um show íntimo para 3.000 estudantes da Harvey Mudd College, vencedora de um concurso nacional que aconteceu nos últimos meses. Leia a review do show feita pelo site do Los Angeles Times.

É uma boa aposta que uma grande quantidade de dever de casa não foi feito na noite de ontem por cerca de 3.000 alunos da Harvey Mudd College, em Claremont. Ao invés de se entrincheirarem sobre os livros, os alunos se amontoaram no campus do Bridges Auditorium e passaram a maior parte da noite com Taylor Swift, que aproveitou a oportunidade para gravar uma nova edição do “VH1 Storytellers”.

Em uma gravação excepcionalmente calma – houveram poucas pausas e sem paradas para retakes – Swift realizou o equivalente a uma veterana do estrelato pop nesta escola, que ganhou um concurso nacional para sediar um show da cantora e compositora. Ela se envolveu facilmente com um punhado de alunos selecionados para fazer perguntas, conversava com aqueles que trouxeram trabalhos artesanais proclamando sua devoção a estrela da noite, e compartilhou histórias com canções mais antigas, bem como algumas de seu quarto álbum prestes a ser lançado, “Red”, no dia 22 de outubro.

Foi uma oportunidade rara para que Swift, de 22 anos, tocasse para uma platéia praticamente inteira de sua faixa etária. Pois ela está primariamente tocando em lugares maiores desde seu álbum de 2008, “Fearless”, que a jogou na estratosfera pop. Swift já havia tocado em alguns campi universitários, seu agente disse nesta segunda-feira.

Para a alegria estridente do público, ela explicou no início, “Eu tenho muita sorte de tocar em todas essas arenas e estádios, mas hoje vai ser um show como eu nunca vou fazer de novo e como eu nunca fiz antes. ”

Durante o Q&A, quando um estudante do sexo masculino perguntou como ela se sentia sobre a faculdade – algo que ela ignora enquanto se concentra em sua carreira musical – Swift disse: “Há muitos caminhos… Eu simplesmente não conseguiria suportar não estar no palco todas as noites.”

Outro perguntou se ela nunca duvidou de si mesma. “Apenas cerca de 400.000 vezes a cada intervalo de 10 minutos,” Swift respondeu.

Sua performance de 75 minutos incluiu o primeiro single do novo álbum, “We Are Never Ever Getting Back Together”, a faixa-título e a faixa de encerramento, “Begin Again”.  Ela e sua banda também tocaram sucessos anteriores, como “Love Story”, “Mean” e “You Belong With Me”.

Além da performance de Swift, a Harvey Mudd recebeu um cheque de US$ 10.000 da Chegg, patrocinadora do evento, e da própria Taylor, a mesma quantidade doada para as outras quatro instituições de ensino que ficaram entre as cinco primeiras mais votados na competição.

O episódio do “VH1 Storytellers” está agendado para ir ao ar às 11 p.m do dia 11 de novembro. A entrevista completa com Swift chegará na seção Sunday’s Arts & Books.

A setlist completa foi:

Fonte





Twitter do site

Facebook do site

Scroll Up