Photo_1989_300CMYK (1)

Os serviços de streaming chineses receberam nesta semana um comunicado por parte da Universal Music China que todo catálogo de Taylor Swift deveria ser removido de todos os pacotes gratuitos oferecidos pelos mesmos.

Isto faz parte da ação de Taylor e sua gravadora desde o fim do mês passado quando resolveram remover seus álbuns do Spotify por o serviço oferecer pacotes em que os usuários tem a oportunidade de ouvir todas as músicas de graça, e segundo Taylor “música é arte e deve ter seu valor” qual estes serviços não recompensam justamente.

Xiami, descrito como o Spotify da China, teve que remover todas as músicas de Taylor, até mesmo nos pacotes pagos, mas o serviço afirma estar trabalhando para resolver esta situação.

A ação de Taylor pode ser encarada como mais um encorajamento para debates sobre o valor que a música deve ter nos dias de hoje.

Fonte





Twitter do site

Facebook do site

Scroll Up