tay19892

A tendência é que a 1989 World Tour seja um sucesso tão grande quanto as turnês anteriores de Taylor. Pelo menos, é o que a revista Forbes projeta. As datas para a turnê foram divulgadas nesta segunda-feira e a pré-venda para a Europa já começou, inclusive esgotando os shows de Manchester e Londres.

Taylor Swift anunciou 57 datas que irão contemplar a América do Norte e Europa. A 1989 World Tour não acontecerá somente em estádios ou arenas, os shows estão marcados para acontecerem nos dois tipos de locais. Swift tocará em locais pequenos como o CenturyLink Center com capacidade para 14 mil pessoas e em locais tão grande como o MetLife Stadium em Rutherford, NJ com capacidade para 82,566 pessoas. É mais um passo para a expansão das turnês da cantora, uma vez que tem incorporado cada vez mais datas em estádios e dessa vez terá alguns shows a mais em estádios do que teve na Red Tour.

Isso significa que mais ingressos serão vendidos, logo, é provável que a 1989 World Tour seja a turnê mais lucrativa de Swift. Estimando que o preço dos ingressos seja, em média, $90 e o público dos shows em arenas tenha em média 20 mil espectadores e os em estádios, 60 mil, pode-se dizer que as datas que foram anunciadas podem render $160 milhões. Adicionando a esta soma, uma parte confirmada mas ainda não anunciada de shows na Austrália, a “1989” pode passar dos $200 milhões. Isso sem contar os shows na Ásia.

Desde 2010, apenas 14 turnês arrecadaram mais de $200 milhões, com o U2 sendo o que mais lucrou com a 360 Tour. Destas 14, apenas 3 são de mulheres. Madonna lidera com a MDNA Tour, seguida por Lady Gaga com a Monster Ball e Beyoncé com a Mrs. Carter. Ultrapassar a marca dos $200 milhões, não só colocaria Swift entre as artistas femininas mais bem sucedidas, mas como entre uma das artistas mais bem sucedidas no geral na última década.

Fonte





Twitter do site

Facebook do site

Scroll Up