Enquanto o mundo espera pela próxima regravação de Taylor, a superstar está super ocupada. Na quarta-feira dia 18 de maio, Taylor recebeu um doutorado honorário da NYU e fez um discurso para um estádio cheio de estudantes, e um pouco tempo antes, ela conseguiu emplacar mais uma música na Billboard Hot 100 com “This Love (Taylor’s Version)”.

Enquanto isso, seu mais recente álbum regravado, Red (Taylor’s Version), atingiu a marca de 6 meses do seu lançamento, depois de ser lançado em novembro de 2021. Isso significa que agora nós temos 6 meses para comparar com a versão original de 2012, e ver como cada projeto foi consumido em diferentes plataformas.

Desde o dia do lançamento até a recente semana, Red (Taylor’s Version) acumulou 1.56 milhões de unidades de álbuns, de acordo com o Luminate, enquanto a versão original possui 351.000 unidades de álbuns pelo mesmo período. Na sua primeira semana de lançamento em Novembro, Red (Taylor’s Version) foi para o topo da Billboard 200 com 605.000 unidades de álbum só da primeira semana – o que significa que o Red (Taylor’s Version) teve 72% a mais de unidades de álbum na semana de lançamento do que o Red original teve em seus primeiros 6 meses.

Fearless (Taylor’s Version), a primeira regravação de Taylor, comparada com sua versão original, teve o equivalente a 291.000 unidades de álbum na primeira semana que é mais do que a versão original de 2008 totalizou no seu primeiro ano (242.000). É importante destacar também, que as 1.56 milhões de unidades de álbuns que o Red (Taylor’s Version) somou nos seus primeiros seis meses já ultrapassaram o equivalente ao que o Fearless (Taylor’s Version) fez no seu primeiro ano de vida – e fiz isso com metade do tempo!

Analisando os totais de unidades de álbuns equivalentes a vendas do Red (original), nos últimos 6 meses o Red (Taylor’s Version) ganhou mais de 712.000 em vendas de álbuns puros, em comparação com 14.000 vendidos da versão de 2012. Red (Taylor’s Version) acumulou 1,11 bilhão de streams nos EUA durante esse período, enquanto o original ganhou 150,2 milhões.

Liderando esse fluxo de streams está “All Too Well (Taylor’s Version)”, a regravação favorita dos fãs que, em grande parte, graças à muito aguardada “10 Minute Version” apresentada na tracklist Red (Taylor’s Version), alcançou o topo da Billboard Hot 100 após o lançamento do álbum em novembro do ano passado. “All Too Well (Taylor’s Version)” é a música com mais streams do projeto regravado, com 229,8 milhões de streams oficiais nos EUA nos últimos seis meses; em comparação, a música com mais streams do Red original durante esse período é “I Knew You Were Trouble”, um hit top 5 na Billboard Hot 100, com 30,8 milhões de streams.

“All Too Well (Taylor’s Version)” também foi tocada nas rádios após seu lançamento, chegando ao 25º lugar na parada Adult Pop Airplay, enquanto “Message in a Bottle”, uma faixa inédita de “From the Vault” no Red (Taylor’s Version), subiu ainda mais, chegando ao 10º lugar no Adult Pop Airplay, ao 17º no Pop Airplay e ao 29º no Radio Songs. Dias após o lançamento do Red (Taylor’s Version) em novembro passado, a iHeartRadio, maior proprietária de estações de rádio nos EUA, prometeu tocar apenas as versões regravadas das músicas de Swift daqui para frente.

E do ponto de vista dos charts de álbuns, Red (Taylor’s Version) permanece no top 40 da Billboard 200 por todas as semanas desde seu lançamento – 26 semanas até agora, incluindo uma semana em 1º lugar – enquanto o Red original voltou ao 21º lugar na Billboard 200 por uma semana em novembro passado, sua classificação mais alta desde abril de 2013. Após o lançamento do Red (Taylor’s Version), Swift teve 26 músicas na Hot 100, um novo recorde de mais músicas de uma única cantora posicionadas simultaneamente no chart.

Como observado anteriormente ao comparar as estatísticas entre Red (Taylor’s Version) e o álbum original, o último lançamento regravado de Swift se beneficiou do apoio dos fãs. Além disso, colocar o projeto regravado nas plataformas de streaming, bem como as faixas “From The Vault” – que incluíram novas colaborações com Phoebe Bridgers, Ed Sheeran e Chris Stapleton, junto com a faixa de 10 minutos de “All Too Well” – ajudou a aumentar o interesse no Red (Taylor’s Version).

Enquanto os fãs ainda ponderam sobre qual álbum de Swift pode ser o próximo a receber uma regravação, ela irá fazer um discurso sobre a faixa de destaque do Red (Taylor’s Version) no próximo mês no Tribeca Film Festival. Depois de dirigir, escrever, produzir e co-estrelar “All Too Well: The Short Film”, lançado com álbum em novembro passado, Swift exibirá e discutirá o projeto no festival de cinema no dia 11 de junho.

Matéria original publicada no site da Billboard.com e traduzida pelo TSBR





Twitter do site

Instagram do site

[instagram-feed]
Facebook do site