30 de janeiro de 13 Autor: Erika Barros
As coisas favoritas de Taylor Swift em Nashville

A revista Nashville LifeStyle conversou com Taylor Swift e descobriu o que ela mais gosta na cidade. Confira:

NL: Como se sente tendo sua própria casa em Midtown Nashville?
TS: Eu amo morar em Midtown. Em 10 minutos, eu posso caminhar para o Hillsboro Village através do campus de Vanderbilt, passar pelas linda igrejas e prédios construídos por pedras antigas. Eu amo estar perto do Green Hills e do Gulch e da Broadway. Tudo é a 2 minutos de distância.

NL: Qual sua parte favorita por ter comprado e ter sua própria casa?
TS: Minha parte favorita é receber meus amigos e cozinhar para eles. Passar um tempo com amigos em casa sempre se torna em um tipo de cantar junto com o piano, então eu tenho todos os tipos de instrumentos de percussão e violões por todos os lados. Também, morar em um apartamento te motiva a sair e fazer todas as coisas durante o dia. Alguma coisa sobre viver alto no céu, poder ver a cidade toda vivendo o seu dia, faz você querer levantar cedo e ir realizar tudo que tem que fazer.

NL: Se você tivesse um dia como anônima na Music City, o que você faria e aonde iria?
TS: Eu provavelmente faria todas as coisas que eu normalmente faço. Seria tão deprimente pensar que não poderia ir a certos lugares porque as pessoas sabem quem sou eu. Eu amo ir nas lojas em Franklin e caminhar em voltas das adoráveis áreas em East Nashville (o bairro da minha violinista Caitlin) e caminhar ao Starbucks nas manhãs. Eu amo os shows no Ryman, Eu gosto de ir à Target. Esses são os lugar onde tem muitas pessoas, mas é o tipo de lugar que eu gosto de ir. Não é grande coisa, sério.

NL: Suas melhores escolhas para uma ótima refeição e o que você pede?
TS: Fido em Hillsboro Village – Eu gosto pela atmosfera e pela energia. Todo mundo está sempre lá, pedindo lattes em canecas com redemoinhos bonitinhos desenhados no topo. Meus amigos e eu gostamos porque fica aberto até tarde. Capitol Grille no Hermitage Hotel – Eu levei meus pais lá no dia das mães ano passado, e tem uma vibe old-school, de volta ao passado. As vezes eu acho que todos os restaurantes estão tentando se modernizar mais que os outros – este é realmente clássico, e meu irmão e eu estamos muito interessados na história do Hermitage Hotel. Tokyo em Green Hills – Este lugar tem um convés para se sentar no lado de fora e mesas hibachi no lado de dentro. Os garçons e garçonetes são muito doces e amigáveis.

NL: Você tem alguma loja favorita em ou nos arredores de de Nashville? Se sim, alguma dica para ótimas compras?
TS: Eu tenho muitas lojas favoritas. Eu amo Gilchrist and Gilchrist, essa família comprou uma loja em Berry Hill. Eu comprei um monte de decorações fofas e móveis para meu apartamento lá. Para garotas que gostam de chique antigo, vá lá. Eu realmente gosto a área do Hill Center com  Anthropologie e H.Audrey. Fire Finch e Pangaea, em Hillsboro Village também são fofas. Fanny’s House of Music em East Nashville tem instrumentos, aulas, mulheres queridas que trabalham lá e lindas roupas, calçados e acessórios vintage. (atravessando a rua é o Pied Piper, peça algum sorvete lá).

NL: Em 5 palavras ou menos, pode nos dar alguns adjetivos que descrevem sua personalidade?
TS: Curiosa. Excitável. Obcecada por história. Desesperadamente, cegamente romântica.

NL: O que você considera ser os melhores lugares para levar um visitante de fora vindo para Nashville pela primeira vez?
TS: Se você está lidando com comida, leve-os para City House em Germantown. Se seus visitantes gostam de churrasco e descontração, vibe de varanda de frente, South Street é ótima. 12South é uma área muito legal; lugares como Burger Up e então Frothy Monkey é o café vizinho. Eu gosto de dirigir até o Music Row e mostrar para visitantes fora da cidade o quão singular e descontraída nossa industria musical continuou sendo, como grandes gravadoras e companhias de publicidade em fofas casas pequenas. Também, o Belle Meade Plantation é ótimo e foi um dos primeiros lugares que fui quando vim a primeira vez aqui. Eu sou obcecada pela história dessa cidade. Sério, quando vejo aqueles placas de marcadores históricos, eu estaciono meu carro e vou ler.

NL: Se você tivesse que sair de casa com apenas 3 itens, quais seriam?
TS: Minhas lentes de contato. Meu telefone. Uma caneta marcadora.

NL: Quem são seus idolos que moram em Music City, e você tem tempo para visita-los?
TS: Acho que minha pessoa favorita em Nashville é Faith Hill. Eu sou fã desde que eu a vi no VH1 e no CMT quando eu tinha em torno de 10 anos. Eu amava o jeito dela levar country music para audiências maiores, e sua graça nos holofotes. Desde que lancei meu primeiro álbum  Faith foi muito acolhedora e uma calorosa presença na minha vida, dia após dia. Ela me manda flores no meu aniversário e biscoitos quando estou doente.
Outra pessoa favorita é Kenny Chesney. Ele dá muito apoio e sempre faz eu ter certeza de que ele está na minha esquina. Ela manda pequenos bilhetes de encorajamento, e eu sei que eu posso pedir por um conselho a qualquer momento. Estas são 2 pessoas que eu sempre tive como heróis pelas suas realizações em suas carreiras, e quando eu os conheci, eles viraram meus heróis pelos seus caráteres.

NL: Nos conte o sobre elemento único mais intrigante no seu show ao vivo.
TS: Minha coisa favorita sobre esse show é que o palco e o humor estão mudando constantemente na sua frente. Pessoas compararam a uma peça na Broadway, e eu aceito essa comparação qualquer dia. Eu amo o drama de uma história visual e o elemento de surpresa que você pode incorporar a um show. Nós passamos metade do ano planejando cada momento que ocorre no palco, e o resultado é um show que eu estou extremamente animada para fazer todas as noites. Principalmente, eu estou feliz que esse show virou uma extensão da minha imaginação. Brilhos e tudo mais.

Fonte: Nashvillelifestyles.com





Twitter do site

Facebook do site

Scroll Up