RHODE

Casas da Taylor: Rhode Island

Para começar a história que envolve a mansão de praia de Taylor Swift no interior do estado de Rhode Island, precisamos voltar no tempo para o verão (do hemisfério norte) de 2012, quando Taylor alugou uma casa no balneário de Cape Cod em Massachussets e passou a temporada com a família Kennedy.

Durante o tempo que ela passou por lá pipocaram notícias de que ela tivesse comprado uma casa no local. O rumor fora prontamente desmentido, mesmo que pouco tempo depois a casa tenha sido colocada à venda novamente. Mas foi após este episódio que surgiu o interesse de Taylor em aumentar o seu portfólio de imóveis (que, a esta altura, contava com seu apartamento em Nashville e a casa de Los Angeles) com uma casa de veraneio. É importante lembrar que durante a sua infância, Taylor passava boa parte dos seus verões no litoral leste dos Estados Unidos, mais precisamente na costa de New Jersey e, portanto, mesmo com a proximidade de Los Angeles das badaladas praias de Santa Monica e Malibu, Taylor se concentrou no lado leste do país (e ambos os oceanos que banham os Estados Unidos tem águas geladas, mas o Atlântico, que banha a costa leste, possui águas em temperaturas um tanto quanto melhores pela proximidade com o Caribe. Enquanto isso, o Pacifico é conhecido por suas águas gélidas).

Taylor, no final das contas, acabou se instalando na cidade de Westerly, em Rhode Island, dentro da vila de Watch Hill. O ponto mais ao sul do estado ficou conhecido no século XIX e XX como um resort de veraneio exclusivo, com mansões construídas por famílias ricas ao longo de sua península. Diferentemente dos Hamptons, que ficam de frente para Watch Hill, o vilarejo é notável pelo seu senso de privacidade e seus moradores são discretos.

No entanto, os antigos moradores de Watch Hill não ficaram muito felizes quando Taylor se mudou para a mansão. Isso porque já era costume dos frequentadores da praia que fica próxima à mansão de Taylor “cortarem o caminho” por dentro do terreno da casa. Porém, quando Taylor adquiriu a propriedade, seus seguranças passaram a fazer patrulha no perímetro e não permitiam mais a prática, irritando alguns dos frequentadores do local. Taylor contornou a situação com bom humor e instalou placas nos limites da propriedade com os dizeres: “I knew you were trouble when you walked in. No trespassing” (Sabia que você era um problema quando chegou. Não ultrapasse).

Mais tarde, Taylor (ou melhor, os advogados dela) teriam mais dor de cabeça com a população do vilarejo. Isso porque a cantora realizou obras no muro de arrimo para, basicamente, impedir que a sua casa despencasse mar adentro. Como é uma obra que consiste em, basicamente, fazer um “muro de pedras”, ela dependia de maquinário pesado que tirava pedras de mais além da costa para posicionar na encosta do morro em que sua casa está situada. Simples, não? Nem tanto para os seus vizinhos.

Um jornal da região chegou a falar que a obra que Taylor estava fazendo era ilegal e que estava arruinando com a praia. Prontamente, a prefeitura da cidade “informou” que a obra estava dentro dos conformes, tendo todas as liberações necessárias, como era algo que, inicialmente, seria de encargo público e que Taylor não teve nenhum problema em bancar a obra, ao invés de requisitar que fosse realizada pelo município. O jornal que publicou a notícia teve que se retratar e desde então Taylor não teve mais problemas com os moradores locais.

Apesar de todos os problemas que enfrentou com a população local, Taylor “bancou” a sua estadia em Watch Hill. Não é por menos: quando a cantora comprou a casa em abril de 2013, ela pagou os 17 milhões de dólares referentes a compra em dinheiro vivo (mas não pensem que foi uma ação só para ostentar o seu poder de compra, a prática de pagar compras grandes em “cash” é comum para evitar alguns tipos de impostos). Por este valor, pode-se dizer que cada cômodo da mansão vale cerca de 1 milhão de dólares. Isso mesmo: a “modesta” casa de veraneio de Taylor possui 17 cômodos.

A casa, que foi construída em 1930, fica de frente para o mar e possui estilo colonial (mostrando que Taylor realmente tem um “tipo” em seu gosto arquitetônico, uma vez que é o mesmo estilo de construção de sua casa em Los Angeles). São quase 1.022 metros quadrados de área construída que se dividem em quatro andares: são oito quartos, 10 banheiros e um lavabo e 8 lareiras. No primeiro andar você encontra uma sala de estar com 10 metros de comprimento, um solário com 13 metros de comprimento e uma sala de jantar octogonal com cristaleiras embutidas. A cozinha, como não poderia ser diferente, é enorme. Possui equipamento de nível industrial e uma sala de estar conjunta com lareira de mármore e uma vista maravilhosa para a praia. O primeiro andar ainda possui um quarto de hóspedes com banheiro privativo. São mais quatro quartos de hóspedes no segundo andar, todos com qualidades de suítes. A suíte principal também está no segundo andar e possui dois banheiros.

O terceiro andar possui um sala de estar com um bar completo, lareira e acesso para o terraço. Lá você ainda vai encontrar mais dois quartos, com banheiros integrados, closet e sacadas com vista para o mar.

A casa possui ainda, nos andares inferiores, espaços de entretenimento com acesso à vasta parte externa da casa, uma cozinha de serviço, garagem para cinco carros com aquecimento, um ateliê que também possui aquecimento e um lavabo de serviço. São diversas as sacadas com vista para o mar e grandes terraços.

Mais distante da casa está localizada a piscina, em formato de “B”, que possui ainda uma edícula com um quarto extra que pode ser usado como espaço fitness.

Mas Taylor não comprou uma mansão enorme e cheia de quartos à toa, desde que a adquiriu, ela tem tem tirado algumas semanas do verão do hemisfério norte para aproveitá-la, e sempre acompanhada de amigos e familiares. Nos últimos 3 anos, Taylor criou a tradição de ser a anfitriã das comemorações do Dia da Independência dos EUA em Rhode Island.

Em 2013, durante uma pausa na Red Tour, Taylor levou toda equipe da turnê para a casa à beira mar, marcando assim, sua primeira grande festa do feriadão do 4 de julho.

03

02

01(Para ver mais fotos clique aqui.)

Já na festa de 2014, Taylor abriu as portas para alguns amigos como Emma Stone, Andrew Garfield, Jaime King, Kyle Newman, Ingrid Michaelson, Lena Dunham, Jessica Szohr, Odeya Rush e seus familiares.

Sem Título-4

Além de aproveitar tudo que a mansão tem a oferecer, como boa anfitriã Taylor sempre costuma levar seus convidados para conhecer as redondezas, desde em caminhadas ao amanhecer na praia, como em passeios de barco ao pôr do Sol.

Em 2014, essa casa também não ficou de fora do trajeto das 1989 Secret Sessions, onde Taylor levou alguns fãs para ouvirem o “1989” antes de seu lançamento. Após a listening party, Taylor fez um tour com eles pela casa, onde tiraram diversas fotos, incluindo com alguns dos prêmios da cantora que ficam guardados lá.

Ela também costuma visitar a casa em suas folgas e não é raro que ela seja vista tomando sorvete com Selena Gomez ou Karlie Kloss caminhando pelo vilarejo, ou praticando paddleboard acompanhada do seu fiel escudeiro e amigo, Ed Sheeran. Inclusive, em uma das visitas de Ed à Rhode Island, Taylor o levou para completar um desafio de comer um sundae gigante em uma sorveteria local.

A visita mais recente de Taylor a Rhode Island foi neste fim de semana que se passou, o 4 de julho de 2015, mantendo a tradição e sendo anfitriã para mais um “pelotão” de amigos. Desta vez, entre eles as irmãs HAIM, Ed Sheeran, Nick e Joe Jonas, Serayah, Gigi Hadid, Martha Hunt, Ariel Reichtshaid, seu irmão, Austin, e amigos, e claro, seu atual namorado Calvin Harris.

A festa, que teve início um dia antes do feriado, rendeu diversas fotos pelas redes sociais e nos deu a oportunidade de dar uma espiadinha a mais no interior da grande mansão.

Sem Título-2

Sem Título-2

05
05

(Para ver mais fotos clique aqui.)

Agora nos resta o último imóvel de Taylor para completar o nosso especial Casas da Taylor, que é a sua cobertura em Nova York. Em breve!

Com informações de: Real Estalker

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *