24 de julho de 20 Autor: Maria Eloisa Barbosa
Taylor Swift: Um antigo morador de sua casa gostaria de conhecer você

Artigo publicado por David Collins

Gostaria de saber se Taylor Swift gostaria de ouvir a história da vez em que um corpo apareceu na praia da sua mansão Watch Hill. (Resultado de um acidente de barco, não um jogo sujo).

Ou talvez ela queira ouvir sobre algumas das celebridades convidadas que visitaram a que antes era conhecida como Holiday House, quando era propriedade de uma das mulheres mais ricas da América.

B.K.S. Iyengar, uma vez considerado um dos principais professores de yoga do mundo, costumava ficar de cabeça para baixo no enorme estúdio de dança com vista para o mar da Holiday House. Howard Hughes passava por lá quando estava na cidade.

Holiday House era propriedade de Rebekah Harkness, uma mulher excêntrica das artes e fundadora do Harkness Ballet. Ela herdou a casa daquele que foi seu marido por sete anos, William Hale Harkness, juntamente com uma fortuna que começou com uma participação na Standard Oil. William morreu no Westerly Hospital depois de ter um ataque cardíaco em casa.

Recentemente, tive a sorte de ouvir algumas histórias da era Harkness na mansão de Taylor Swift, de Allen Pierce, filho de Rebekah Harkness, que me chamou do nada depois de ler uma coluna que escrevi há alguns anos sobre sua mãe.

Pierce acaba por ser um contador de histórias envolvente, e ele tinha muitas histórias fascinantes sobre, na sua infância, passar o verão na mansão à beira-mar que paira sobre Watch Hill.

Eu me pergunto se Taylor Swift estaria interessada em saber que Pierce já teve um guaxinim de estimação na Holiday House e que a família costumava chegar a Watch Hill de Nova York a bordo de uma lancha de 82 pés conhecida como “Viajante”.

Pierce me disse que está feliz por Swift ter comprado a casa, que ela parece uma jovem brilhante e talentosa. Ele também está satisfeito por ela ter construído uma colina onde fica a mansão, já que ele se lembra de quando havia quase um hectare de terra na encosta que agora cai no mar.

Talvez Swift gostaria de saber que a Ocean House restaurada, a algumas portas de distância, já foi conhecida na cidade por seus sanduíches de frango. Pierce diz que ainda pode sentir o gosto deles em sua memória.

Pierce disse que ficaria feliz em conhecer Swift e compartilhar algumas das histórias de sua mansão, quando era frequentemente a casa de verão dos dançarinos e coreógrafos do aclamado Harkness Ballet.

Taylor Swift também gostaria de saber que seus dias ruins nos tablóides provavelmente fariam companhia ao que Rebekah Harkness sofreu com a crueldade da mídia.

Harkness certa vez enviou ao crítico do New York Times, Clive Barns, uma falsa colher de prata depois que ele escreveu maliciosamente sobre seu patrocínio de cheques para artistas.

De fato, existem muitas matérias em tabloides na história de Harkness.

Pierce estava de fato na prisão na Flórida – uma acusação de assassinato em segundo grau foi reduzida a homicídio culposo com seu pedido de legítima defesa – quando sua mãe morreu de câncer em sua casa em Manhattan.

Suas cinzas – pelo menos a quantidade que caberia – foram colocadas em um cálice de jóias que ela comprou por US$250.000 de Salvador Dali. O cálice foi feito para girar automaticamente, e Betty Harkness gostou da ideia de que ela ficaria para sempre dando piruetas.

Uma das duas irmãs de Pierce morreu mais tarde por conta de uma overdose de drogas, um aparente suicídio, talvez usando algumas das drogas, sugeriu seu biógrafo, que a afastaram do esconderijo da mãe.

A outra irmã de Pierce morreu em Palm Beach em 2005, embora continuem as disputas legais sobre sua considerável propriedade, incluindo uma mansão à beira-mar. Parece que enquanto ela estava morrendo, em cuidados paliativos com morfina, um ex-marido chegou à sua cama com um advogado que os casou novamente. Ela também assinou um novo testamento, deixando tudo para o noivo no leito de morte.

Gostei mais da história de Pierce sobre o cadáver que ele e sua mãe viram na praia enquanto jantavam na mansão – uma comida congelada que estava aquecendo enquanto eles viam TV.

Pierce disse que foi investigar e viu que a pessoa estava realmente morta. Quando a polícia chegou, ele disse, revistaram o corpo e descobriram a carteira [vazia] ainda no bolso da calça.

O policial olhou para ele, disse Pierce, e falou algo sobre como ele não devia ter roubado o cadáver.

Pierce então apontou para a mansão no alto da colina e disse ao oficial que morava lá, explicando por que ele não precisaria roubar dos mortos.

Artigo publicado pelo The Day e traduzido pela Equipe TSBR.





Twitter do site

Facebook do site

Scroll Up