Taylor Swift está no Top 10 o ranking “40 under 40” montado pela Fortune, revista especializada em negócios.

A lista anual destaca as 40 personalidades mais influentes da indústria com menos de 40 anos de idade. Taylor ocupa especificamente a 6ª posição, sendo a única artista do ramo musical na lista.

A cantora country que virou uma mega-estrela do pop foi a [artista do ramo] musical mais bem paga do ano que se passou, mas não foi isso que a fez ganhar respeito e atenção no mundo dos negócios. Foi seu surpreendente e efetivo posicionamento contra música grátis. Primeiro ela se posicionou contra o Spotify, tirando todo seu catálogo e escrevendo em seu artigo para o Wall Street Journal que “música não deve ser gratuita”. Neste ano, ela se posicionou contra uma força maior: Apple. Como a companhia estava oferecendo um período de testes gratuito para o Apple Music, sua muito elogiada nova plataforma, Swift escreveu um post em seu blog os pressionando a repensar no modelo de pagamento aos artistas. (Apple se recusava a pagar os artistas durante os primeiros três meses de serviço). E funcionou. Apple cedeu, fazendo de Swift um exemplo para todos os artistas que tem a esperança de lutar pelos seus direitos – e rendimentos – em um mundo digital. Agora essa é uma importante influência qual ela não pode ‘deixar pra lá’.

Confira o ranking completo clicando aqui
.

Fonte





Twitter do site

Facebook do site

Scroll Up