24 de setembro de 12 Autor: Erika Barros
Scott Borchetta fala sobre Taylor na música pop

O novo álbum da Taylor Swift, Red, chega as lojas no dia 22 de outubro e, segundo a própria cantora, é o álbum mais diferenciado que ela já fez, com misturas de estilos musicais. Taylor afirmou que com as canções de Red ela se arriscou bastante e experimentou coisas novas, e está orgulhosa disso.

Também orgulhoso está Scott Borchetta, CEO da Big Machine Records, que contou à revista Billboard que, em Red, Taylor teve “licença artística” para ir em qualquer direção musical que quisesse.

“Nós estávamos no estúdio bem cedo e as músicas que ela estava escrevendo, eu dizia, ‘Se é country, corra em direção a isso, se é rock, corra em direção a isso. Você tem a licença artística.’ Nossa música precisa explorar as bordas como eu sinto que sempre fez.”

Borchetta está animado com o deslocamento para o rock e o pop no novo CD, que conta com colaborações de Max Martin and Shellback em “Never”, Jackknife Lee (U2, R.E.M.), Pat Monahan, da banda Train, Ed Sheeran, o produtor Jeff Bhasker (“We Are Young”, da banda fun.) e Dann Wilson (“Someone Like You” da Adele), além de continuar o trabalho com o produtor Nathan Chapman e colaborar pela primeira vez com o Dann Huff, de Nashiville, que apareceu em algumas canções e rearranjou “Never” para as rádios country.

Borchetta comentou também que não tem planos de lançar o country mix de “Never”: “Foi um momento muito específico no qual ela e Max Martin and Shellback criaram a música, e é uma gravação pop. Nós nunca escondemos isso.”





Twitter do site

Facebook do site

Scroll Up