Relembre o conceito de cada era
23/07/2020
Relembre o conceito de cada era

Taylor anunciou recentemente o lançamento de seu novo álbum, Folklore, que estará disponível à 1 da manhã do dia 24 (sexta-feira).

A loirinha também postou nas redes os shoots com o visual do novo álbum e ficamos todos MARAVILHADOS com o conceito incrível.

Por isso, enquanto o álbum novo não chega, o TSBR resolveu montar esse post especial pra vocês, explicando um pouquinho sobre o conceito de cada era pelas próprias palavras da Taylor!

Vamos lá?

Lover

“(…) Eu decidi que nessa vida, eu quero ser definida pelas coisas que eu amo – não as coisas que eu odeio, as coisas das quais tenho medo, ou as coisas que me assombram no meio da noite. Essas coisas podem ser meus problemas, mas não são minha identidade. Eu desejo o mesmo para você. Que seus problemas se tornem barulho de fundo, inaudível, atrás das altas e claras vozes daqueles te amam e te apreciam. Aumente o volume dessas vozes na sua cabeça. Que você perceba as coisas na sua vida que são boas e te fazem sentir seguro e talvez até enconte deslumbre nelas. Talvez você escreva seus sentimentos e reflita sobre eles anos depois, apenas para aprender que todas os testes e turbulências que você achou que pudessem te matar… não mataram. Eu espero que um dia você esqueça que a dor alguma vez já existiu. Eu espero que se exista um amante em sua vida, que seja alguém que te mereça. Se esse for o caso, espero que você o trate com apreço.

Reputation

“(…) Quando esse álbum sair, blogs de fofoca vão vasculhar as letras para ver a que homens eles podem atribuir cada música, como se a inspiração para música fosse simples e básica como um teste de paternidade. Haverá slideshows de fotos mostrando cada teoria incorreta, porque é 2017 e se você não viu uma foto de alguma coisa é porque ela não poderia ter acontecido, certo? Deixe-me dizer de novo, mais alto para quem está distante… Nós pensamos que conhecemos alguém, mas a verdade é que nós só conhecemos a versão que elas escolhem nos mostrar. Não haverá nenhuma explicação.
Haverá apenas reputação.

1989

“(…) Eu escrevi sobre uma importante lição que aprendi recentemente… que as pessoas podem dizer o que quiserem sobre mim, mas elas não podem me fazer ficar desesperada. Eu aprendi a deixar as coisas para lá. Faz anos que conto minhas histórias. Algumas sobre crescer. Outras sobre desfazer-se. Essa é uma história sobre virar você mesmo, e como resultado, viver! Espero que saiba que você me deu coragem para mudar. Espero que saiba que quem você é é quem você escolheu ser. E os rumores não definem você. Você é o único que decide pelo quê você será lembrado. Da garota que disse que nunca cortaria o cabelo, ou mudaria-se para Nova York, ou acharia felicidade em um mundo em que ela não está apaixonada…”

Red

“(…) Minhas experiências amorosas têm me ensinado difíceis lições, especialmente minhas experiências com amor louco. As relações vermelhas. Aquelas que vão de zero a mil milhas por hora e então batem no muro e explodem. E isto foi horrível. E ridículo. E desesperador. E emocionante. E quando a poeira baixou, foi algo que eu jamais quis reviver. Porque há algo a ser dito sobre quando somos jovens e precisamos tanto de alguém, você pula de cabeça sem olhar. E há algo a se aprender por esperar todos os dias por um trem que nunca vem. E há algo a se orgulhar por seguir adiante e perceber que o amor de verdade brilha dourado como luz das estrelas e não desaparece ou então entra espontaneamente em combustão. Talvez eu escreva um álbum inteiro sobre este tipo de amor se eu encontrá-lo em algum momento. Mas este álbum é sobre outros tipos de amor que eu recentemente me apaixonei e desapaixonei. Amor que foi traiçoeiro, triste, belo e trágico. Mas mais do que tudo, estes são relatos de um amor que foi vermelho.

Speak Now

“(…) O que você diz pode ser muito para algumas pessoas. Talvez isso irá sair errado e você vai gaguejar e ir embora envergonhado, estremecendo enquanto você vê isso tudo de novo na sua cabeça. Mas eu acho que as palavras que você se impede de dizer são aquelas que irão assombrá-lo mais. Então fale isso para eles. Ou fale isso para você no espelho. Fale isso em uma carta que você nunca irá mandar ou em um livro que milhões poderão ler algum dia. Eu acho que você merece olhar para trás na sua vida, sem um coral de vozes ressoando e dizendo ‘Eu poderia, mas agora é tarde demais’. Há um tempo para silêncio. Há um tempo para esperar a sua vez. Mas se você sabe como você se sente, e você sabe tão claramente o que precisa dizer. Eu não acho que você deve esperar. Eu acho que você deve falar agora.”

Fearless

“(…) Para mim, ser destemido não indica ausência de medo. Não é ser completamente sem medo. Para mim, ser destemido é ter medo, ter dúvidas. Muitas delas. Ser destemido é continuar vivendo com as coisas que te deixam com muito medo. Ser destemido é se apaixonar loucamente de novo, mesmo tendo se decepcionado antes. Ser destemido é entrar na sala no seu ano de calouro do ensino médio, com quinze anos. Ser destemido é levantar e lutar pelo que você quer de novo e de novo… mesmo que tenha fracassado em todas as tentativas anteriores. É ser destemido ter fé que um dia as coisas vão mudar. Ter coragem de dar adeus à uma pessoa que só te machuca, mesmo que você não consiga respirar sem ela. Eu também acho que é ser destemido se apaixonar por seu melhor amigo, mesmo que ele esteja apaixonado por outra pessoa. E quando alguém te pede desculpas por algo que nunca vai parar de fazer, é ser destemido parar de acreditar nessa pessoa. É ser destemido dizer “você NÃO está arrependido”. Amar alguém, não importa o que os outros digam, é ser destemido. Permitir-se chorar no chão do banheiro é ser destemido. Deixar pra lá é ser destemido. Então, seguir em frente e ficar bem… é ser destemido também. Mas não importa o que o amor te joga, você tem de acreditar nisso. Você tem de acreditar em histórias de amor, príncipes encantados e o ‘felizes para sempre’. Por isso que escrevi essas canções. Porque acho que o amor é destemido.”

Taylor Swift

(…) Eu amo todo mundo que aumentou o volume do rádio quando a minha música começou a tocar, tudo mundo que comprou o álbum. Todo mundo que canta junto comigo as minhas músicas quando eu toco ao vivo, tudo mundo que pediu a minha música no rádio, ou ao menos lembrou o meu nome. Se você me ver em público, eu quero conhecer você. E eu irei agradecer a você por mim mesma. Você me deixou entrar na sua vida, e eu nunca vou conseguir agradecer o suficiente a você. Eu amo VOCÊS, e eu amo Deus por ter colocado vocês na minha vida. P.S: Para todos os garotos que pensaram que seria legal e quebraram o meu coração, adivinha? Aqui são 14 músicas escritas sobre vocês. HA”

2009 - 2020 Taylor Swift Brasil - todos os direitos reservados. Desenvolvido por Marcelo Monteiro | Erika Barros online
Scroll Up
error: Content is protected !!