14 de abril de 10 Autor: Erika Barros
Entrevista de Taylor para a Vogue

A revista VOGUE de Maio está com uma reportagem sobre “Mulheres Americanas: Moldando a Identidade Nacional” e Taylor está entre elas! Confiram parte da reportagem traduzida (disponível no site da revista) e cliquem na imagem acima para ver uma foto maravilhosa do ensaio que Taylor fez para a revista.

Com um novo álbum, sua própria casa e um grande aniversário no horizonte, com um novo álbum, sua própria casa e um grande aniversário no horizonte, Taylor Swift está crescendo.

Por Jonathan Van Meter. Fotografada por Annie Leibovitz.

Alguém já alguma fez fez mais de um minivestido brilhante? “Eu os amo muito,” disse Taylor Swift da cozinha da casa de seus pais em Nashville. “Especialmente no palco, porque eu acho que é engraçado quando os holofotes atingem você e seu vestido, por um milissegundo, cega as pessoas.”

Por dois anos Taylor Swift foi ofuscante, senão cegante, para as pessoas com seu incrível talento de criar músicas pop sublime sobre o principal assunto do colegial – garotos, tendo dezesseis anos – o que de alguma forma todos podem se identificar. Não machuca quando aquelas pedras vêm em uma caixa dos sonhos: Ela é alta, bonita, e equilibrada, com um cascata de cabelos cacheados de contos de fadas. Numa cultura pop dominada pela controvérsia e vulgaridade, ela se atreve a ser uma dama comportada.

Swift se define como uma “artista transmissora” – sua música domina a rádio country e chega até as rádios pop, e de vez em quando as adultas contemporâneas. Por causa disso, ela tem tido as melhores posições nas paradas do que qualquer artista da década. Aos 20 anos, ela é a pessoa mais jovem a receber o Grammy de Álbum do ano. Mas 2010 irá marcar uma virada para o fenômeno da música, que tem um sucesso que deu origem a milhões de seguidoras (“Parece que elas querem ser muito como eu,” disse ela com sua modéstia característica). Um novo CD será lançado esse outono (em torno de Setembro, no Brasil), ela está finalmente se mudando da casa de seus pais, e em Dezembro ela fará 21 anos. Ela está no meio do processo de decoração da sua própria casa em Nashville. Grande? “Não é gigante. Eu não queria precisar de um MapQuest para chegar na cozinha.”

Como seu último álbum, o novo será muito pessoal, mas será sobre ter 20 anos, não 16. “Eu não acho que eu colocaria colocar um novo personagem na minha vida se isso não posse exatamente o que eu estivesse passando. Eu tenho essas fórmulas de fazer música; elas são quase matemáticas: Como você está hoje? Sobre o que você escreveu em seu diário? Que idéia veio à sua cabeça às 4:00 da manhã?”

Ela está trabalhando muito duro para não deixar seu sucesso mudar a Taylor Swift que ela sempre foi, uma garota, que no final do dia come no Cracker Barrel e faz compras na Urban Outfitters. “Pensando no que esses últimos dois anos foram para mim, eu sinto como se fosse um sonho mágico, Verdade? Nós fizemos uma tour pelo mundo? Nós tocamos numa arena em Londres? Reajustar meus objetivos e sonhos tem sido uma coisa que eu fiz muito ultimamente.”

“The Dazzler” foi editado para Vogue.com. A entrevista completa pode ser encontrada na edição de Maio da revista Vogue (Com a Sarah Jessica Parker na capa).

Fonte: Vogue.com

Próxima notícia >

»




Twitter do site

Facebook do site

Scroll Up