19 de fevereiro de 13 Autor: Erika Barros
Scan + tradução: Entrevista com Taylor Swift para o The Sun

2O jornal britânico The Sun entrevistou Taylor Swift, e na conversa eles falaram sobre seu sucesso no Reino Unido, o Brit Awards e a adoração de Taylor por músicas cativantes. Confira traduzida:

Taylor Swift passou de uma pessoa relativamente estranha nessa hora ano passado para uma das maiores estrelas no Brit Awards.

Apesar de ela ser uma celebridade de primeira classe por anos em seu país de origem, os EUA, o perfil da cantora só ficou estratosférico recentemente nesse lado do mundo. Isso é graças ao seu primeiro álbum número um no Reino Unido, Red, o sucesso estrondoso de seus singles We Are Never Ever Getting Back Together e I Knew You Were Trouble, sem mencionar um relacionamento de alto nível com Harry Styles, da One Direction.

O novo sucesso também não passou despercebido por Taylor. Ela disse: “Com a música indo tão bem, simplesmente parece um tipo de viagem diferente dessa vez – isso é muito bom. Love Story foi um hit em 2008 mas essa foi mais ou menos a última vez que eu fiquei na rádio aqui, e então só mostra o quão maravilhoso os fãs foram por terem ficado comigo. É incrível ter um hit na rádio daqui de novo. É ótimo. Eu adoro ouvir Radio 1 e Capital, e ter minha música tocando algumas vezes em uma viagem de 20 minutos faz me sentir muito bem.”

Taylor passa muito tempo se conectando com seus fãs através de mídias sociais – ela tem 24 milhões de seguidores no Twitter e 39 milhões de fãs no Facebook. Mas a cantora sabe que isso não vai garantir sua vitória no Brit Awards amanhã, pois a Artista Feminina Solo Internacional é uma categoria votada por pessoas da industria musical.

Ela disse: “Eu sabia que eu ia fazer um álbum que meus fãs iriam gostar porque eu sinto que eu conheço eles completamente e eles me conhecem e temos essa ligação. Mas com críticos musicais que eu respeito, eu sei que cada um deles tem uma ideia diferente do que eles esperam de mim nesse momento. Então é isso que eu fico nervosa sobre – que as pessoas vão gostar desse CD em geral e ver ele positivamente, que eu decidi envolver e trabalhar com pessoas diferentes e operar fora da minha zona de conforto.”

Taylor não vai ter muito tempo para relaxar na premiação. Além da sua categoria – e de focar na sua performance – uma das categorias que Taylor vai ficar especialmente de olho em é o Single Britânico do Ano, por causa de sua queda por músicas pop cativantes.

Ela disse: “Eu amo uma boa melodia pop que vai ficar presa na sua cabeça. Eu comecei a apreciar músicas chicletes como uma forma de arte específica. Eu não acho que só porque uma música é um grande hit nas rádios que você não deve fazer o download e compartilhar em uma playlist com seus amigos. Você não deveria só ter só músicas indies que vão fazer você parecer legal por tê-las na sua playlist. Eu também aprecio músicas que pegam.”

Mas apesar de Taylor estar animada com a cerimônia, ela também está nervosa com o campo minado que é cumprimentar tantas pessoas. Apesar de comparecer a premiações por anos, a estrela country admite que ela ainda é terrivelmente estranha em encontros com celebridades.

Ela disse: “Eu acabo tentando bater na mão das pessoas toda hora e elas simplesmente não veem. Ou quando você parte para o abraço e elas tentam beijar sua bochecha e você não compreende que elas estão fazendo aquilo então você acaba acidentalmente beijando seu pescoço.

001.jpg 001.jpg 001.jpg 001.jpg 001.jpg





Twitter do site

Facebook do site

Scroll Up