A influência de Taylor Swift, por Shawn Mendes


  • Escrito por

  • Publicado em 17 de abril de 2019

Anualmente, a revista Time divulga uma lista das 100 personalidades mais influentes do mundo. Artistas, políticos, cientistas, esportistas… todos tem a sua relevância para os eventos que aconteceram e acontecem dentro e fora das suas áreas de especialidade. Taylor, que já estampou a capa da Time de maneira marcante, está dentro deste seleto grupo de personalidades. Se anteriormente ela já havia escrito as palavras que definiam o porque Ina Garten e Ed Sheeran estavam em listas anteriores, agora foi a vez de Shawn Mendes emprestar algumas palavras que definam a importância de Taylor.

Sou um fã de Taylor Swift desde que me entendo por gente. Mas não foi até o dia em que pude a conhecer que entendi a pessoa incrível que ela realmente é.

Taylor faz com que o trabalho de criar música para milhões de pessoas pareça fácil. Tudo vem dela — a sua crença na magia e no amor, e a sua habilidade de ser o mais honesta e verdadeira o possível. Ela é especialista em colocar a quantidade perfeita de consideração em não exagerar muito, e é por isso que a música dela se conecta tanto.

Tive a sorte de abrir um punhado de shows em estádios na 1989 World Tour. E rapidamente aprendi que a magia de Taylor Swift não vem de luzes, dançarinos ou fogos de artificio (mesmo que tudo isso seja incrível), mas sim, da conexão eletrizante que ela tem com as pessoas que estão lá para ver ela. Tem um sentimento irresistível no ar. O sentimento do seu coração acelerar no seu peito com — excitação — tanta que quando você chega em Love Story tudo o que você quer fazer é pegar o celular e mandar mensagens falando o quanto ama todo mundo que conhece. Esse sentimento é tão denso que parece que você pode pegá-lo e guardá-lo para sempre.

Taylor faz com que quem é mais velho se sinta novo novamente e quem é novo sinta que pode fazer qualquer coisa. É muito raro e especial. Se existe alguma coisa que eu quero conquistar na minha vida e na minha carreira, é isso.


Tags

Comentários