02 de junho de 17 Autor: Erika Barros
Taylor Swift tem primeira vitória contra DJ que a abusou

Taylor Swift teve uma vitória judicial antecipada contra o DJ que ela processou — mas ainda deve enfrentar um julgamento pelo juri.

Um juiz federal do Colorado expulsou as reivindicações de David Mueller, ex-DJ da rádio KYGO, de que Taylor difamou seu nome quando alegou que ele a molestou nos bastidores de seu show em 2013, devido ao fato do prazo de limitação de um ano ter expirado. Para parar o processo da cantora, Muller alega que a “interferência abusiva” de Taylor fez com que ele fosse demitido de seu emprego na estação de rádio de Denver. William Martinez, juiz responsável pelo caso no Colorado, afirmou que Taylor não foi responsável pela demissão do DJ.

De acordo com o The Hollywood Reporter, Swift afirma em seu testemunho de que o incidente, que ela diz, ocorreu enquanto eles estavam posando para uma fotografia, “foi completamente intencional, e nunca tive tanta certeza de nada na minha vida”. Mueller tentou apalpar Swift neste momento. Em sua decisão escrita, William Martinez, juiz do tribunal distrital, disse: “Tendo analisado esses materiais de prova o Tribunal verifica que a disputa central e genuína deve continuar”.

Fonte: Daily Mail.





Twitter do site

Facebook do site

Scroll Up