taylor 22

A Rolling Stone publicou mais uma matéria com trechos da entrevista que Taylor Swift concedeu para sua edição de outubro, onde revela detalhes sobre seu novo álbum, “1989”. Leia abaixo:

Taylor Swift revela 5 coisas que devemos esperar no “1989”

O quinto álbum de Taylor Swift, 1989, foi influenciado por algumas das estrelas mais dos anos oitenta mais amadas por Taylor, de Phil Collins a Annie Lennox aé Madonna. Desta vez, ela se propôs a fazer “música pop descarada”, ela nos disse na nossa nova reportagem de capa. Aqui estão mais cinco coisas que ela nos disse pra esperar em seu álbum de estúdio a ser lançado dia 27 de outubro:

1. Um estado de espírito novaiorquino

A primeira faixa em 1989 tenta capturar a emoção de alguém que acabou de se mudar para Nova York, como Swift fez no início deste ano. “Eu fiquei tão intimidada por esta cidade por tanto tempo”, diz ela. “É tão grande, com tantas pessoas. Eu pensei que nunca seria capaz de viver aqui, porque eu não era algo suficiente – ousada o suficiente, corajosa o suficiente para assumir essa enorme cidade em toda a sua honestidade estridente. E então, em um certo ponto eu pensei, ‘eu estou pronta’”.

2. Muito Max Martin

O gigante do pop sueco, com ajuda do seu pupilo Shelback, produziu quase metade das músicas do 1989, e é também, assim como Swift, o produtor executivo do álbum como um todo. Swift trabalhou com ele antes, no álbum Red em 2012, mas ele tem um papel muito maior desta vez. “Eu costumava falar de Max Martin como se ele fosse um feiticeiro que vivia em um castelo na montanha,” diz Swift. “E então, uma vez, Scott [Borchetta, chefe de sua gravadora] disse pra mim, ‘Sabe… você pode trabalhar com ele se quiser.’ Eu fiquei tipo, O que?!”

3. Uma vibe de Fine Young Cannibals

O amigo de Swift, Jack Antonoff, que co-escreveu e co-produziu duas canções no álbum, diz que ele e Swift compartilham um momento sério de ligação com os grupos pop dos anos oitenta que tiveram seu primeiro sucesso lançado em 1989. “O momento em que passamos do nível de amizade para fazer um trabalho juntos foi quando estávamos falando sobre a caixa de percussão na música ‘She Drives Me Crazy’ do Fine Young Cannibals,” diz Antonoff. “Taylor trouxe isso à tona primeiro, e eu fiquei tipo, ‘Caramba, você não vai acreditar nisso!’ E então eu a entreguei uma amostra daquela caixa de percussão em uma música. Eu toquei por um segundo no meu iPhone, e ela logo disse: ‘Me envie isso.’ E então essa se tornou a canção chamada ‘I Wish You Would’.” “Eu realmente acho que ‘She Drives Me Crazy’ poderia estar tocando na rádio agora,” diz Swift. “É atemporal.”

4. Alguns registros clássicos do diário de T-Swift

Uma canção foi feita diretamente das páginas do diário de Swift, e outra, “Out of the Woods”, soa como se pudesse ter sido retirada. “O que eu adoro sobre essa música”, diz Antonoff, que a co-escreveu, “São as partes de que se leem como um diário, e partes que 100 mil pessoas devem poder gritar todas juntas. Tem estas linhas bem grandes que todo mundo pode se relacionar, que são tem peso por ela ser realmente honesta sobre coisas pessoais.”

5. Um espírito de descoberta

Talvez a maior influencia que o ano 1989 teve no álbum 1989 foi que Swift, que nasceu naquele ano, descreve a época como um sentimento de liberdade. “Foi uma época muito experimental na música pop,” ela diz. “As pessoas perceberam que as músicas não tinham que ter os mesmos padrões com bateria- guitarra-baixo, o que seja. Nós podemos fazer uma canção com sintetizadores e um bloco de percussão. Nós podemos fazer um grupo vocal em uma música inteira. Podemos fazer tantas coisas. E eu acho que o que você viu acontecer com a música, estava também acontecendo em nossa cultura, onde as pessoas estavam vestindo as cores malucas que elas queriam usar, e por que não? Parecia existir uma energia sobre oportunidades infinitas, possibilidades infinitas, maneiras infinitas de viver a vida. E então, com este álbum, eu pensei ‘Não existem regras. Eu não preciso ter os mesmos músicos que eu tinha, ou a mesma banda, ou os mesmos produtores, ou a mesma fórmula. Eu posso fazer o álbum que eu quero.”

O álbum “1989” será lançado dia 28 de outubro aqui no Brasil, um adia após o lançamento nos EUA. Mal podemos esperar pra ouvir!





Twitter do site

Facebook do site

Scroll Up