22 de janeiro de 15 Autor: Aline
Taylor Swift faz bem para a sua saúde mental

Taylor ja mudou a vida de muitas pessoas através de suas músicas. Não é dificil ficar sabendo de alguém que estava passando por maus bocados e acabou encontrando nas letras de Taylor um refúgio. Mas, isso aparentemente não é somente um sentimento de fã. A MTV conversou diretor de Terapia Cognitiva Comportamental do Montefiore Medical Center e ele disse que existem elementos cientificos que garantem a “sanidade” nas letras de Taylor.

Todo mundo já fez vídeos com ela, desde o Walk Off The Earth e até bebês. Já passa 21 semanas no Hot 100 da Billboard. É discutívelmente uma das músicas mais positivas de 2014. Agora já é 2015, e ela não tem mostrado sinal algum de estar parando. No entanto, não podemos deixar de nos perguntar: Taylor Swift está realmente nos dando os melhores conselhos quando nós diz para “deixar para lá”?

Para responder a esta pergunta, nós procuramos alguém que sabe um pouco mais de bem estar mental do que nós: Simon A. Rego, o diretor de Terapia Cognitiva Comportamental (ou CBT) do Montefiore Medical Center. CBT — pra quem não sabe — é um tipo de terapia falada que aborda a maneira com que você pensa sobre as coisas ou como você faz para descobrir a raíz dos seus problemas emocionais. Traduzindo: Se você consegue descobrir como se livrar de padrões que são perigosos, é possível se sentir muito melhor.

De acordo com Rego, Shake It Off meio que se encaixa no modelo do CBT perfeitamente. Para explicar o que ele quer dizer com isso, Rego primeiramente analisou a letra, “Eu continuo indo/Não posso, não vou parar de me mexer”, da qual ele diz ser “um principio comportamental”.

“Ela está dizendo que, basicamente, apesar de todos os rumores e burburinhos que estão em sua volta que, ‘eu vou me focar em seguir em frente e me focar no que é importante na minha vida, ou nas coisas que valorizo ou nos objetivos que tenho'”, Rego disse para a MTV News. “Isso é um principio comportamental que nos ajuda a nos focar naquilo que é importante apesar daquilo que a vida está colocando no nosso caminho naquele momento”.

“Esse é um bom conselho — fazer o que é importante para você sem se importar com aquilo que está acontecendo no mundo ao seu redor te ajuda a superar os buracos na estrada para os seus objetivos”, ele concluiu.

Depois, ele destacou a letra: “É como se eu tivesse essa música na minha cabeça me dizendo que tudo vai ficar bem”.

“Para mim, esta letra é cognitiva”, disse Rego. “É como se ela tivesse a sua própria música de sucesso na sua cabeça — o que é um paralelo interessante para este sucesso ser uma inspiração para todo mundo — dizendo que ela vai ficar bem. É um pensamento de enfrentamento — é uma estratégia de enfrentamento, o que para mim fala muito sobre a noção na terapia cognitiva comportamental sobre aceitação”.

E os odiadores que Taylor enfrenta? Bem, Rego também tem uma opinião sobre esses engraçadinhos.

“Dizemos para nossos pacientes o tempo todo, as pessoas ao seu redor vão ser quem são e infelizmente, muitas vezes, devemos lidar com as pessoas nas nossas vidas que são negativas”, ele disse. “A ideia é que, você não deve colocar o seu enfoque nestas situações, você pode virar a sua lente para dentro e focar naquilo que é importante para você e trabalhar em você mesmo. Se fizer isso, você está mais propenso a controlar seus próprios pensamentos e ações do que você poderá controlar os pensamentos e as ações das pessoas ao seu redor. É muito melhor ‘deixar para lá'”.

Yup. Vocês ouviram aqui primeiro: Taylor Swift é verdadeiramente boa para a sua saúde mental (você sabe, junto com a sua terapia normal e tudo mais).

Fonte





Twitter do site

Facebook do site

Scroll Up