Cerca de 150 pessoas, incluindo crianças e adultos, se juntaram na manhã de hoje, 15 de Junho, para gravarem um clipe anti-bulling que também homenageia Taylor Swift. A canção em questão, com sua melodia memorável e mensagem positiva, já cativou as crianças, tanto as vítimas quanto os espectadores, para falarem e acabarem com o bullying.

O impacto da canção será muito maior quando o vídeo for lançado já que nele está presente cenas inspiradoras de crianças fazendo o certo quando dão de cara com o bullying.

A compositora da canção, Jolie Montlick de 10 anos, ficou inspirada a escrever a mesma depois de sentar na primeira fila da turnê ‘’Speak Now’’ em Novembro do ano passado. Jolie também é a porta voz  nacional do A4K (Ambassadors for Kids Club), uma organização anti-bullying.

A canção começa com Jolie contando a história verdadeira de como Taylor Swift é sua cantora favorita e como ela ficou animada por meses até ir ao concerto de Swift. Jolie canta sobre como a Taylor ama seus fãs e como ela canta do fundo de seu coração.

Jolie então re-conta a história de como Taylor Swift sofreu bullying em sua infância. Em uma das partes ela canta: “A few kids are the bullies, some get bullied, but most kids just stand by idly. It is wrong to stand by and watch and do nothing…We have to use our voices to speak out, to stop the bullying…To stop the bullying.” (“Poucas crianças são os que praticam bullying, outras são as vítimas, mas as maiorias das crianças apenas ficam do lado vendo tudo. É errado observar e não fazer nada. Nós temos que usar nossa voz para falar, para parar o bullying…para parar o bullying”).

O vídeo foi gravado no campus da Cape Fear Academy em Wilmington, Carolina do Norte. A escola deixou que as filmagens acontecessem ali, porque sentiu que a mensagem  tem um grande potencial de ajudar à crianças ao redor dos Estados Unidos. A música ganha vida com cenas escolares e destina-se a motivar e capacitar as crianças para que elas tomem as medidas apropriadas ao ver outra criança sofrendo bullying.

Fotos da gravação:







Twitter do site

Facebook do site

Scroll Up