Taylor Swift comenta possibilidade de Cruel Summer ser single e mais em nova entrevista


Taylor Swift recentemente concedeu uma entrevista para Ash London onde falou sobre o Reputation, coisas que ama, possibilidade de Cruel Summer ser single e mais. A equipe TSBR transcreveu o áudio da entrevista, que você pode ouvir abaixo.

Parte 1

Ash: Primeiro de tudo, obrigada por nos receber em Paris!

Taylor: Obrigada por virem! Ouvi falar que vocês estão divertindo por aqui.

Ash: Nós estivemos ouvindo o Lover essa manhã, é tão tocante.

Taylor: Sim… é realmente tocante.

Ash: Demais! Sentindo falta do marido, do cachorro. Amando Paris. Se sentindo grata (risos)

Taylor: É exatamente essa vibe que eu queria para o álbum, então estou feliz que consegui isso (risos)

Ash: Sim e tipo… Jack estava aqui ontem e ele falou “Taylor conversou comigo e ela estava pensando na Ash e como gostaria que ela viesse para Paris..”

Taylor: Você… o quanto disse é uma brincadeira? Você realmente falou com ele ontem?

Ash: Não, eu não falei (risos) Você acha que eu seria mais legal se fizesse?

Taylor: Eu realmente pensei (risos) É tão ruim quando a piada é algo que você não pode dizer se é verdade ou não.

Ash: (risos) Não é real.

Ash: É um álbum lindo. Eu amei que você escolheu a “Cidade do Amor”. Será sempre aqui que você fará os grandes anúncios?

Taylor: Então, eu nunca tive um concerto para um álbum onde eu pudesse celebrar o lançamento dele, mas dessa vez eu senti que era certo. Quero dizer, todo álbum que eu faço é diferente. Reputation foi o álbum que fiz antes desse e foi toda uma grande produção, fizemos shows em estádios. Foi gigante.

Ash: Eu estava lá, cara. Estava na imensidão disso.

Taylor: É essa a grande coisa sobre essa tour, eu senti que esse álbum precisava de um massivo, gigante, palco. Como um arranha-céu.

Ash: Ninguém nunca fez nada tão grande.

Taylor: Sim… então, com esse álbum eu fiz algo diferente, onde a composição é focada em tudo isso, e cada música eu escrevi com um instrumento diferente e adicionei o resto depois. Então, dessa vez, eu gostaria de fazer as coisas um pouco diferentes, nós conseguimos esse icônico, clássico teatro para tocar essas músicas e estou realmente animada porque faz algum tempo que não faço um show tão intimista assim, então estou muito animada.

Ash: Estou feliz de estar aqui.

Parte 2

(Após You Need To Calm Down)

Ash: Você falou sobre o Reputation ser tão diferente do novo álbum, mas eu tenho essa teoria na cabeça, desde quando ouvi “New Year’s Day”, porque tanto essa música quanto “Lover” parecem estar lindamente conectadas, já que você está falando sobre “é, eu quero festejar mas quero limpar o chão com você no dia seguinte” e em Lover existe essa tranquilidade, felicidade na rotina, onde você está tipo “vamos criar um mundo só para nós dois”. É uma continuação?

Taylor: Eu acho que essa é uma observação maravilhosa e definitivamente quando eu e Jack estávamos escrevendo “New Year’s Day” eu tive uma ideia de qual seria o próximo caminho. Criativamente. “New Year’s Day” estava no final do Reputation por um motivo, parecia a resolução de várias formas, porque Reputation para mim foi um processo onde eu entendi que poderia ter uma vida privada e feliz e ainda assim fazer o meu trabalho ainda que eu não tivesse opinião pública, favoritismo. Você percebe que na carreira de mulheres, muito do nosso sucesso está ligado no quão aceitáveis somos. E artistas homens, eles não precisam ser aceitáveis o tempo todo, porque as pessoas só focam no trabalho deles. Reputation foi um processo onde eu percebi que poderia rejeitar esse nível de “aceitabilidade” e ainda curtir a minha vida.

Ash: Você sabe o que vai ser maravilhoso e eu posso dizer porque já fiz antes? Você vai fazer 30 anos logo.

Taylor: Eu achei que você fosse mais nova do que eu!

Ash: O que? Nunca, eu tenho 36! E quando você faz 30, meu Deus, é uma vida nova.

Ash: E é tão libertador! Quando alguém fala algo sobre você que você sabe que não é verdade, você simplesmente não liga. Então fique bem animada.

Taylor: Isso é tão legal. Eu estou agora, muito animada. Porque esse é o rumor sobre os 30 e eu realmente, realmente, espero que aconteça.

Ash: E isso vai de você.

Taylor: Sim, realmente vai de você. Com esse álbum eu tive a diversão da minha vida fazendo as músicas, eu me senti mais próxima dos fãs do que já me senti na vida inteira, e fazendo coisas como essas em que eu sinto que posso “customizar” como eu faço, tipo “oh, nós não precisamos esperar 6 meses para fazer nosso primeiro show, nós podemos fazer na semana de lançamento do álbum e celebrar com os fãs que estão animados por algo novo.”

Ash: Eu chamo isso de… é claro que todas as coisas na música acontecem em ciclos, mas eu chamo isso de “conspiração da felicidade”, porque eu sinto que todos os grandes artistas pop como você, Ed Sheeran, Lizzo, Shawn Mendes e Katy Perry, todos estão nessa vibe feliz, colorida, gratitude e uma atitude política que é uma reação natural ao mundo que estamos. Mas eu amo que é sobre felicidade, eu sinto que o mundo precisa disso.

Taylor: Obrigada! Eu acho que esse álbum tem muito sobre amor. Sinto que tem várias explorações de emoções complexas e amor é definitivamente a que lidera. Com as primeiras 3 músicas, claro, mas quando você entra mais fundo no álbum, tem muito medo, dúvida, desilusão com o mundo em que vivemos. Eu acho que como artistas nós devemos dar as pessoas entretenimento mas também dar as pessoas aquele sentimento de “oh Meu Deus, então significa que eu não sou a única pessoa que se sente assim!”, nós podemos fazer isso com amor, com dor, expressando solidão, só porque o meu álbum se chama “Lover” não significa que não há emoções profundas dentro dele. Porque o amor não significa apenas uma coisa. E um dos mitos que somos contados desde pequenos por contos de fadas (e eu amo eles tanto quando os mais engajados), é que nós sempre vamos atingir aquele lance de final de feliz, e isso não nos dá aquele sentimento de exploração ou olhar de forma introspectiva para a vida porque a vida é basicamente essa colagem de pequenos fragmentos, emoções caóticas o tempo todo.

Ash: É como a letra de Cruel Summer “Eu te amo não é a pior coisa que você já ouviu?”, eu sinto isso cara!

Taylor: (risos) É tão bom que você tenha gostado! Nós estávamos no estúdio quando eu escrevi essa letra e eu pensei “cara, eu acho que eu posso gritar essa parte, eu realmente acho que posso, espero que as pessoas não se importem que eu simplesmente berre essa parte” porque eu estava tão orgulhosa de ter escrito isso.

Ash: Ótimo! Bom, os fãs me pediram para te perguntar se essa música virará single porque eles querem muito saber.

Taylor: Uh… Eu realmente estou coletando todas essas informações no meu cérebro (risos) Eu estou coletando o que eles mais gostaram, eu definitivamente vejo ganhando vida em algum momento… mas eu estou tipo, posso lançar Cruel Summer quando não é verão (summer)?

Ash: Você pode fazer o que quiser.

Parte 3

(Após Lover)

Ash: Tenho uma pergunta para você muito importante feita pela Emily. “Você limpa as caixinhas dos seus gatos?”

Taylor: Com certeza. Eu sinto que meus gatos me julgariam se eu não fizesse isso. Eu estaria só aproveitando a boa vida dos gatos e não as dificuldades.

Ash: Meu cachorro fica esperando enquanto eu limpo as dele. (inaudível) bem lentos e você não é lenta.

Taylor: Eu sou um pouco lenta. Eu dormi até às 4 horas da tarde hoje. Não parece porque eu faço shows e tudo mais, escrevo músicas às vezes, mas eu amo muito dormir.

Parte 4

(Após The Archer)

Ash: Essa é a última e mais importante pergunta. Na letra de Daylight “Eu quero ser definida pelas coisas que eu amo e não pelas coisas que eu odeio”, quando eu penso em amor eu penso no meu marido e no meu cachorro, o que vem a sua mente quando você pensa nas coisas que ama?

Taylor: Uh… Eu acredito que a lista de coisas que amo é maior do que as coisas que odeio. Eu tento encontrar amor em coisas simples, eu tive que aprender a fazer isso nos altos e baixos da vida que tem a ver com o crescimento, você literalmente olha pela janela e pensa “meu Deus, essa flor é tão linda e não estava aqui ontem!”, eu sei que parece muito estranho mas no mundo em que vivemos hoje é tão fácil ficar se comparando com os outros, querendo outra vida-

Ash: E você passa por isso como Taylor Swift?

Taylor: Definitivamente. Você senta ali e precisa procurar a felicidade e amor nas coisas simples, não pode ser apenas grandes momentos porque se você esperar para celebrar apenas os grandes momentos você pode ficar esperando por muito tempo, mas se você celebrar pequenas coisas, pequenos momentos da vida, bondade no mundo e nas pessoas.. Sabe, quando faço um show e olho para os fãs, eu penso “você demorou muito para chegar aqui, você está passando por seus próprios momentos, você pode estar passando por algo muito difícil, pode estar muito estressado” e penso que todos eles estão em um único lugar naquela noite experienciando uma única coisa juntos.

Ash: Nós tivemos um momento incrível hoje Taylor.

Taylor: Muito obrigada!


Tags

Comentários