Taylor Swift cancela apresentação na Melbourne Cup


Taylor Swift cancelou sua apresentação na Melbourne Cup, na Austrália, marcada para o dia 5 de novembro. A corrida de cavalos, que contaria com a performance de duas músicas do novo álbum da cantora, divulgou o cancelamento hoje. 

Michael Gudinski, da Mushroom Events, responsável pela organização, disse: “Lamentavelmente, Taylor não consegue mais chegar à Melbourne Cup deste ano. Alterações em sua agenda de promoções asiáticas tornaram impossível para ela estar aqui. Para todos os fãs de Taylor, esperamos ver Taylor na Austrália em 2020″. Segundo a Universal Music Japan, Taylor Swift fará um show no Japão no dia 6 de novembro.

“A VRC (Victoria Club Racing) entendeu que Taylor Swift não pode viajar para a Austrália agora e, portanto, não pode estar conosco no dia da Melbourne Cup. Obviamente, isso é decepcionante para todos. Entendemos a importância do entretenimento antes da Copa e estamos ansiosos para fornecer uma atualização em breve”, se pronunciou Neil Wilson, chefe executivo da VRC.

A aparição de Swift na Melbourne Cup estava sendo criticada por grupos de apoio aos animais, já que o evento polêmico é acusado de maltratar os cavalos. A Coalition for the Protection of Racehorses (Liga de Proteção dos Cavalos de Corrida) fez uma campanha nas redes sociais (#NupToTheCup) pedindo para que Taylor não se apresentasse na corrida.

“Eu acho que são ótimas notícias e acho que a verdadeira razão pela qual ela provavelmente não irá performar é que ela percebeu que sua base de apoiadores não apoia a crueldade contra animais. Achamos que ela provavelmente também é uma amante dos animais e que não queria fazer parte de algo que é fundamentalmente um esporte cruel”, revelou Elio Celotto, diretor da Liga de Proteção dos Cavalos de Corrida.

As pessoas que já compraram ingresso receberão reembolso, segundo a organização do evento. “A VRC oferecerá reembolso dos ingressos do dia da Melbourne Cup comprados a partir do momento em que Taylor Swift foi anunciada para se apresentar em Flemington para a Copa”.

Matéria adaptada da 7News e do The Sidney Morning Herald.



Tags

Comentários