Escrito por Airton em 19 de novembro de 2018

Taylor Swift assina contrato com a Republic Records

Após meses de especulação sobre com qual gravadora Taylor Swift iria assinar após o fim de seu contrato com a Big Machine Records, foi anunciado oficialmente nesta segunda-feira (19) sua aliança com a Universal Music Group sob o selo da Republic Records.

“Poucos artistas na história da música conseguiram alcançar Taylor Swift em sua combinação de hits globais massivos com uma criatividade brilhante. Ela é multi-talentosa, ela consegue conquistar qualquer coisa. Tenho muito respeito por Taylor, em particular por sua influência em promover mudanças positivas. Por seu compromisso com seus colegas artistas, ela não quis apenas fazer uma parceria com uma companhia que entende sua visão criativa, mas que também tem recursos e experiência para executar globalmente a seu favor. Ela também buscou parceiros que têm uma abordagem com artistas parecidos com a dela. Compartilhando o que acreditamos, temos muito a conquistar juntos, e todos nós da UMG estamos extremamente orgulhosos de embarcar nesse novo capítulo de sua carreira lado a lado”, disse Lucian Grainge, CEO do Universal Music Group.

Detalhes do contrato ainda não foram divulgados, mas uma fonte informa que um dos elementos chaves do acordo exigidos por Taylor foi a garantia de que o UMG compartilhe com todos os artistas de seu catálogo todo o lucro dos rendimentos vindos do Spotify pelo próximo ano.

“Seguindo o mesmo ideal de sua carta para a Apple em 2015, Taylor negociou um contrato histórico que irá afetar positivamente os artistas. Ela sabia que tinha um poder incrível de negociação e poderia ter usado apenas pro seu próprio benefício ou focar meramente em conseguir o máximo de dinheiro pra ela mesma, mas ao invés disso o mais importante para ela foi negociar um acordo melhor quanto aos pagamentos do Spotify para os artistas da Universal e faz dele não-reembolsável”, disse a fonte à revista Variety.

“Eu vejo isso como um sinal de que estamos a caminho de uma mudança positiva para os criadores”, disse Taylor. “Este é um objetivo que eu nunca vou parar de tentar atingir, da forma que eu puder. Estou tão feliz de ter Sir Lucian Grainge como um parceiro nesta luta.”

Com esse contrato, o grupo Universal Music ficará responsável pela distribuição de todo o material de Taylor Swift ao redor do mundo, enquanto a Republic Records será sua gravadora nos EUA. Apesar disso, outra imposição do contrato é de que as gravações originais de suas novas canções não sejam propriedade da gravadora, e sim dela.

“Taylor não capturou apenas o imaginário de uma geração inteira, mas também redefiniu o paradigma da indústria da música moderna. Seu compromisso com sua composição e performance fez com que ela ganhasse respeito de seus colegas e de milhões de fãs que a adoram em todo o mundo. Eu só consigo imaginar o que Taylor será capaz de conquistar nos próximos anos, tanto culturalmente como criativamente. Estou mais do que emocionado de criar uma aliança entre a Republic Records e a incomparável Taylor Swift”, declarou Monte Lipman, fundador e CEO da Republic Records.

Em um pronunciamento oficial em suas redes sociais, Taylor escreveu:

“Estou feliz em anunciar que minha casa musical será a Republic Records e a Universal Music Group. No decorrer dos anos, o Sir Lucian Grainge e Monte Lipman foram parceiros incríveis. É maravilhoso para mim que, eles e o time da UMG, serão a minha família de gravadoras nos próximos capítulos. Também é bem animador saber que serei a dona de todos os originais das minhas gravações que farei daqui em diante. Para mim, é muito importante concordar com uma gravadora quando o assunto é o futuro de nossa indústria. Me sinto motivada pelas novas oportunidades criadas pelo mundo do streaming e pelo panorama dinâmico de nossa indústria… também acredito que o streaming foi fundado e continua a prosperar baseado na mágica criada pelos artistas, compositores e produtores.

Uma condição foi mais importante pra mim do que qualquer outro acordo. Como parte do meu novo contrato com o Universal Music Group, eu pedi que qualquer lucro vindo do Spotify resulte em uma distribuição para seus artistas, de forma não-reembolsável. Generosamente, eles concordaram, em algo que acreditam que será bem melhor pago do que feito anteriormente por outros selos. Eu vejo isso como um sinal seguindo em direção de mudanças positivas para os criadores – um objetivo que nunca irei parar de tentar alcançar, de todas as formas que eu puder. Fico muito feliz de ter o Sir Lucian Grange como parceiro nesses esforços.

Eu gostaria de expressar minha gratidão do fundo do coração a Scott Borchetta por acreditar em mim como uma garota de 14 anos de idade e me guiar por mais de uma década de trabalho que eu sempre terei orgulho. Sou extremamente grata por poder fazer o que eu amo, especialmente com pessoas que tive a sorte o suficiente de trabalhar. A maior coisa que tive a sorte o suficiente de receber foi a dedicação, confiança e lealdade dos fãs que se importaram com as palavras e melodias que eu tenho escrito. Meu maior objetivo a seguir é deixar vocês orgulhosos. Estou tão animada. Mal posso esperar para mostrar a vocês o que vem a seguir. Com amor, Taylor.”

A carta foi postada em seu Instagram com a legenda “Meu novo lar!”:

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

My new home 🎶

Uma publicação compartilhada por Taylor Swift (@taylorswift) em