header41

Uma semana após o lançamento do “1989” o Spotify comunicava através de uma nota que, por decisão do artista e sua gravadora, todo o cátalogo de Taylor seria retirado do serviço. Lá, estavam disponíveis músicas dos álbuns mais antigos de Taylor — que só haviam sido disponibilizadas mais de um ano após os respectivos lançamentos. A decisão acabou levantando um debate sobre as quantias pagas pelo Spotify aos artistas e o que isso poderia impactar a longo prazo para o futuro da indústria da música. Aloe Blacc, cantor e compositor da música de maior sucesso no Spotify, “Wake Me Up” escreveu um artigo apoiando a decisão de Taylor, outros cantores country como Jason Aldean também seguiram os passos de Taylor.

E, agora, em entrevista para o The Hollywood Reporter — após ser considerada uma das “transgressoras” de 2014 — ela conta como ela recebeu as reações da indústria.

Taylor Swift revela reação surpreendente da indústria quanto à sua decisão em relação ao Spotify

É fácil esquecer que quando Taylor Swift anunciou em Agosto que o seu mais recente lançamento, “1989”, abandonaria suas raízes country e seria puramente pop, muita gente ficou desconfiada — como ela diria, muitos haters prontos para odiar, odiar, odiar. Mas isso foi há quatro meses.

A maior estrela do pop do mundo (que tem mais de 48 milhões de seguidores no Twitter) já quebrou recordes desde então, com o seu álbum vendendo quase 1.3 milhões na primeira semana — a maior primeira semana em números em 12 anos — em uma época que as vendas de álbuns estão em vertiginosa queda livre. Swift, 25 anos, também se tornou a primeira artista a ter dois singles consecutivos na primeira posição da Billboard Hot 100 (“Shake It Off” e “Blank Space”). E a sua arriscada decisão de não colocar o 1989 no maior provedor de serviço de stream no mundo, o Spotify, ampliou o debate sobre os royalties durante a era digital.

“Eu não achei que seria chocante para qualquer um”, diz Swift. “Com tantas maneiras com que os artistas estão personalizando sua distribuição musical, não me ocorreu que isso seria uma coisa que qualquer um ia querer debater sobre. Mas eu nunca esperava tantas mensagens de texto, emails e ligações de outros artistas, compositores e produtores me agradecendo”.

Confira a capa:

post21

 

Fonte





Twitter do site

Facebook do site

Scroll Up