10 de fevereiro de 11 Autor: Erika Barros
Review do show em Cingapura

O site spinorbinmusic.com foi o primeiro a fazer uma review completa sobre o primeiro show da ‘Speak Now World Tour’ que aconteceu em Cingapura ontem. Confira abaixo a tradução:

Review Concert – Taylor Swift em Cingapura com a ‘Speak Now World Tour’

Todos devem aplaudir Taylor Swift, pois ela com toda certeza sabe como sacudir uma multidão.

Não dá para dizer o quão sortuda Singapura foi por sua escolhida para ser a primeira parada da ‘Speak Now World Tour’, que aconteceu nessa quarta-feira a noite.

O véu negro que cobre o palco caiu quando Taylor deu o pontapé inicial com ‘Sparks Fly’, ‘Mine’ e ‘The Story Of Us’, quase em sucessão. Ela conseguiu deixar a platéia de pé imediatamente, fazendo um forte início de show.

Com nada menos que quatro brilhantes, figurinos dignos de admiração, Taylor estava excepcionalmente elegante durante ‘Speak Now’. Com seu cabelo cacheado preso em um rabo de cavalo, e usando um vestido azul e luvas brancas, ela habilmente executava passos de dança sincronizados com as meninas de sua banda Caitlin Evanson (Violinista) e Elizabeth Huett (Backing Vocal)

O público foi a loucura quando Taylor se caminhou direto para eles no final de ‘Speak Now’ e quando vai cantar em um mini-palco (Ela canta nesse momento um mash-up de ‘Fearless’ e I’m Yours, ‘Fifteen’ e no final ‘You Belong With Me’).

Provavelmente o destaque do show foi quando ela cantou ‘Fearless’ e ‘I’m Yours’ do cantor Jason Mraz no ukelele.

Parecia que Taylor estava em seu elemento no palco em forma de T enquanto ela pulava para lá e para cá, para cima e para baixo. Ela também tocou vários instrumentos, dedilhando na guitarra em ‘Mine’ e ‘Long Live’, e tocando piano no medley de ‘Back To December’.

‘Dear John’ foi outro momento favorito, porque foi muito emocional tanto para a compositora quanto para o público, essa parte me deixou com os olhos cheios de água.

Os membros da banda mostraram seus talentos em amplas oportunidades, Paul Sidoti e Grant Michkelson solando em suas guitarras e a violinista Caitlin fazendo uma introdução surpreendente em ‘Enchanted’. As cenas que se passavam durante as canções, os clipes em animação, os fogos completaram cada música perfeitamente.

Parabéns para Taylor, que fez uma grande melhora em suas apresentações ao vivo, ela soa experiente e perfeitamente afinada quase todo o show. A única falha vocal de Taylor foi durante ‘Enchanted’, onde ela não se deu bem com os falsetes. Isso meio que arruinou a canção, na minha opinião.

Embora todos desejassem que ela tocasse mais de 90 minutos, ninguém pode culpá-la de querer manter seu número da sorte – ela cantou 13 músicas no total. Isso e o carisma de toda sua banda fizeram tudo valer à pena.

Sua última canção foi ‘Love Story’ que em minha opinião foi surpreendentemente épica, onde ela cai (provavelmente em um colchão), assim encerrando o show.

Tudo o que eu posso dizer é que eu fiquei encantada em te conhecer Taylor.

Destaques: Sparks Fly, Speak Now, Fearless mash-up e Dear John

Confira em nossa galeria novas fotos do show:





Twitter do site

Facebook do site

Scroll Up