24 de abril de 18 Autor: Erika Barros
reputation vende mais de 4,5 milhões de cópias em 2017

A International Federation of the Phonographic Industry (IFPI) acaba de divulgar seu relatório anual de 2017, com os dados mais relevantes sobre a indústria fonográfica no período.

Sendo um dos principais lançamentos do ano – provavelmente o principal lançamento dos Estados Unidos -, reputation, o sexto álbum de Taylor, é um dos destaques mais positivos no relatório. Sendo lançado em 10 de novembro, o álbum foi o segundo mais vendido do ano, atrás apenas do ÷, álbum de Ed Sheeran que foi lançado no início de março. 

Em apenas 50 dias, reputation vendeu 4,5 milhões de cópias em todo o mundo. ÷, por sua vez, vendeu 6,1 milhões de cópias em cerca de 300 dias, ou seja, uma vantagem de 250 dias em relação ao álbum de Taylor.

Taylor Swift ocupa duas posições de prestígio em 2017: além de ser a artista americana a mais vender álbuns em todo o mundo (a frente de todos os cantores dos sexos feminino e masculino e bandas diversas), foi também a artista feminina a nível mundial que mais vendeu discos.

Nos parâmetros gerais (incluindo não só vendas, mas também streamings), Taylor  foi a terceira artista de maior sucesso, atrás de Ed e Drake.

O álbum 1989, maior sucesso comercial de Taylor, fechou o ano de 2014 com cerca de 6 milhões de cópias vendidas. Contudo, vale lembrar que o 1989 foi massivamente promovido por Taylor e sua equipe na época, diferente do reputation, que teve divulgação escassa e nenhuma entrevista.





Twitter do site

Facebook do site

Scroll Up