06 de fevereiro de 20 Autor: Maria Eloisa Barbosa
Quem é Tree Paine?

O novo documentário de Taylor Swift na Netflix, Miss Americana, foi lançado semana passada e já foi aclamado pelos críticos como um olhar bem trabalhado – e íntimo de um jeito incomum – na jornada da fama da cantora pop. Não é abrangente, mas o filme é bem revelador; Swift mostra sua relação com sua publicitária, mostrando tudo desde suas experiências com stalkers até como as fotos de paparazzis afetaram sua imagem do seu corpo. Ela também discute o impacto psicológico de sua briga com Kanye West, como também o caso de assédio que enfrentou em 2017, que envolveu um incidente de 2013 no qual o DJ David Mueller a apalpou durante uma foto (Swift ganhou $1 dólar simbolicamente contra Mueller). Em sua maior parte, o documentário foca no despertar feminista e político de Swift, como um resultado dessas experiências.

Os espectadores também tem alguns breves vislumbres da mulher que guiou Swift através de vários desses momentos: Tree Paine, publicitária de Taylor. Paine aparece na segunda metade do filme, mostrando apoio e uma eficiência sem sentido, bebendo taças de vinho ao lado de sua cliente no sofá enquanto Taylor usa suas redes sociais para publicar sua posição política (pela primeira vez na sua carreira) em 2018.

Mas Paine teve papeis mais importantes na vida de Swift, mais do que aparece em Miss Americana. Uma presença imponente e ruiva, Paine é a chefe de publicidade de Taylor desde 2014 – através de um dos momentos mais intensos de escrutínio público – e construiu uma reputação de relações públicas silenciosa, mas feroz como um pitbull.

Ela guiou a publicidade de Taylor através dos vários términos públicos, sua rivalidade com Kanye West, como também sua complicada disputa pelos direitos de suas músicas com Scooter Braun. E enquanto ela é extremamente privada, nós descobrimos um pouco mais da mulher de cabelos de fogo por trás da máquina chamada Taylor Swift.

Antes de trabalhar com Taylor, ela era grande no meio da música em Nashville.

Paine trabalhou na Academy of Country Music em Nashville, onde Swift teve seu começo. Ela foi contratada como VP da publicidade da Warner Music Nashville antes de começar sua própria empresa.

Ela é quieta nas redes sociais, exceto no Tumblr.

O twitter da Tree Paine é totalmente dedicado a Taylor Swift; ela não dá entrevistas, e seu instagram é privado: “Eu só uso instagram para fotos de famílias então por favor não se sinta ofendido se eu não aceitar sua solicitação para seguir. É para os amigos que conhecer minha família”, sua bio diz.

E enquanto o Tumblr não verifica contas, www.tree-paine.tumblr.com parece ser o tumblr oficial da publicitária. Ele tem fotos de Taylor, como também gifs feitos por fãs.

Sua bio do instagram contém dicas de sua música favorita de Taylor Swift.

Junto com o aviso que não aceita solicitações de amigos, a bio de Paine contém um link para a música de 2017: “Zayn ft. Taylor Swift – I Don’t Wanna Live Forever” da trilha sonora de “Fifty Shades Darker”

Ela adora gatos com rostos amassados. Paine e Swift parecem ter o mesmo gosto para gatos. 

O perfil do Tumblr dela apresenta dezenas de fotos do que parece ser o gato de Paine, aparentemente tirado em seu próprio iPhone.

Ela tem uma conexão inesperada com The Property Brothers.

Seu marido é Lance Paine, que era formalmente o presidente da grande marca de doces, como Scott Brothers Global, a companhia por de trás de HGTV’s Property Brothers.

Sua eficiências como publicitária de Taylor é um debate entre os fãs de Swift.

Fãs estão divididos na discussão que Tree Paine fez um bom trabalho como publicitária de Taylor. Depois de tudo, a publicidade de Taylor esteve em uma montanha-russa desde o incidente de 2009 com Kanye West no MTV Music Video Awards, onde ele a interrompeu durante seu discurso para dizer que Beyonce tinha um vídeo melhor. E guiada pela Paine, os últimos anos de Taylor foram intensos nas redes sociais: em 2016 teve a hashtag #TaylorSwiftIsOverParty, seu término público com Tom Hiddleston (#HiddleSwift). suas rixas com Kanye West e Kim Kardashian West, assim como com Nicki Minaj, e a maneira como ela foi pintada como um ícone por vários grupos neo-nazistas online.

Muitos fãs acusaram Paine de lidar mal com isso, mas, considerando tudo, a reputação de Swift parece ter se recuperado principalmente de sua queda pós Red. É óbvio que Paine teve uma participação no período de sumiço e silêncio de Taylor, incluindo sua privacidade na relação com o ator Jow Alwyn; e ela certamente participou da decisão de Swift de apoiar dois democratavas do Tenessee, a primeira vez que ela compartilhou sua opinião política, em um movimento que os fãs aplaudiram.

Considerando tudo, para alguém que foi cancelada várias vezes durante os anos de 2017-2020, Taylor Swift parece ter se recuperado com sucesso; é só olhar as notas da crítica de Miss Americana em Rotten Tomatoes.

Matéria publicada pelo The Cut e traduzida pela Equipe TSBR.





Twitter do site

Facebook do site

Scroll Up