Enquanto mulheres se posicionaram através de poderosas performances, foram homens que ganharam a maioria dos prêmios no GRAMMY 2018. A hashtag#GrammyMasculino até esteve entre os trending topics no Twitter.

O produtor do show, Ken Ehrlich, respondeu sobre a ausência de Taylor Swift entre os indicados, e justificou com o fato de que o reputation foi lançado após a deadline da edição deste ano e, por isto, deve concorrer em 2019.

“Ela não poderia concorrer neste ano,” disse ele à Variety. “Ela estava fora do período elegível. Estou esperançoso de que veremos ela no próximo ano.”

O período elegível ao GRAMMY vai até o final de setembro do ano corrente e, por isto, álbuns lançados em outubro, novembro e dezembro só podem concorrer às edições seguintes da premiação.

Fonte: Variety.