Por que a Lover Fest de Taylor Swift é o seu grande próximo passo


  • Escrito por

  • Publicado em 11 de dezembro de 2019

O primeiro grande projeto de Taylor Swift para 2020? Lover Fest, sua turnê estilo festival auto-produzida, marcada para começar em junho (Messina Touring promoverá). Quatorze datas foram anunciadas, e a lineup dos artistas ainda está em andamento. “Eu não participo de festivais há anos – desde que eu era adolescente”, diz Swift. “Isso é algo que os fãs não esperam de mim, e é por isso que queria fazer.”

O Lover Fest é uma nova reviravolta na estratégia de turnês de Swift. Enquanto a reputation stadium tour de 2018 foi a turnê norte-americana com maior bilheteria de todos os tempos – $266 milhões em 38 shows nos Estados Unidos, de acordo com a Billboard Boxscore – Swift anunciou apenas 4 datas da Lover Fest nos Estados Unidos. Mas se ela está deixando milhões em potencial na mesa, ela também mantém o interesse dos fãs alto, desviando-se de uma fórmula.

“Pessoas querem novas experiências – para se conectar aos seus artistas favoritos de novas maneiras,” diz Dan Berkowitz, fundador e CEO da CID Entertainment, cuja empresa coproduzirá o evento ‘Crash My Playa’ de Luke Bryan no México em janeiro. “Qualquer artista tocando nos mesmos 40 lugares em toda turnê, se tornará chato para os fãs, mesmo que o show mude.”

O Lover Fest é o mais recente, de um número crescente de festivais, com curadoria de artistas, que vão do ‘Posty Fest’ de Post Malone até ‘Astroworld’ de Travis Scott e ‘Camp Flog Gnaw’ de Tyler, the Creator. “Os fãs estão dispostos a viajar para comparecer em eventos que sejam uma extensão da personalidade e da música de um artista”, diz Berkowitz. Lover Fest se baseará neste modelo, tocando em locais maiores (como o SoFi Stadium com capacidade de 70.000 em Los Angeles e o Gillette Stadium com 65.000 de capacidade fora de Boston) e em mais lugares, em vez de existir como um evento único.

Mas Swift sempre priorizou toques pessoais, não importa o tamanho do show, os convidados surpresa, a cantar músicas antigas de surpresa para os fãs. Os atos de abertura, os visuais prontos para o Instagram e a atenção geral aos detalhes comuns a outros festivais organizados por artistas também presentes no Lover Fest. “Quero me desafiar com coisas novas e ao mesmo tempo dar aos meus fãs algo que eles possam se conectar,” diz Swift. Com a Lover Fest, parece que ela será capaz de fazer ambas coisas.

Matéria publicada pela Billboard e traduzida pela equipe TSBR


Tags

Comentários

Scroll Up
error: Content is protected !!