O New York Post publicou na última quinta-feira (9) uma matéria sobre Taylor e por que, na opinião deles, ela tomou o lugar de Beyoncé como rainha na música pop atual.

Traduzimos o texto e você pode ver a seguir:

Taylor Swift oficialmente tomou o lugar de Beyoncé
Desculpa, Bey — é a hora de a Tay reinar.

Eu sei que os fãs da Beyoncé vão se irritar comigo por isso, mas tem algo que eu preciso desabafar: Taylor Swift oficialmente tomou o lugar de Beyoncé.
E, acredite, isso não é uma coisa fácil de dizer. Eu dancei “Crazy in Love” como se fosse a Bey com aquele shortinho jeans. Eu vi a Rainha Beyoncé ao vivo no Izod Center — do outro lado da rua do lugar onde Swift estará neste final de semana, no MetLife Stadium de East Rutherford, New Jersey — e chorei em “Halo”. Eu vi o documentário-show da HBO em três computadores ao mesmo tempo pelo efeito dramático.
Mas é hora de coroar uma nova rainha do pop, e aqui estão os motivos pelos quais eu acho que deve ser Swift:

Veja bem, enquanto a Beyoncé passa seu tempo promovendo uma dieta vegana, estilo Bethenny Frankel, Swift está de fato mexendo na indústria musical, chamando a atenção da Apple para que pense duas vezes sobre a ideia de não pagar os artistas no período de testes de três meses. E adivinha? A companhia tecnológica de 700 bilhões de dólares ouviu, sabendo que ter “bad blood” com Swift significa “bad blood” com jovens e outros artistas.

Enquanto isso, a plataforma de streaming Tidal — lançada por Jay-Z com apoio total da esposa — tem sido um “desastre total” de acordo com a Bloomberg. O casal anunciou o novo site esperando mudar a história da música, com Madonna e um Kanye West confuso na mesma sala.
E do que Swift precisou para de fato fazer história? Apenas uma carta eloquente, publicada em seu Tumblr.
E é na página dela no Tumblr que você pode encontrar sua melhor conexão com fãs: respondendo sobre seus dramas românticos, problemas amorosos, posts de fãs enlouquecidas e até mesmo perguntas sobre qual gravata usar no baile de formatura. E ela faz isso com autenticidade e uma dose refrescante de auto-depreciação. É fácil você imaginá-la como parte do seu “bando”.

Já a Beyoncé usa o Tumblr dela para postar imagens profissionais glamorosas e GIFs em câmera lenta dela mesma. Ela é intocável, escondida atrás de uma fachada extravagante e superficial e uma dose saudável de narcisismo — sério, o nome da página dela é “I Am Beyoncé” (“Eu sou Beyoncé”).
Mas por que os fãs de hoje iriam querer o “intocável” quando as mídias sociais, por natureza, demandam interação? Sempre pudemos “observar” uma pop star, mas o que tem de atrativo nisso quando a própria Swift pode zoar você de volta? A antiga abelha rainha — é, eu disse isso — está se apoiando em um modelo antigo que, sinceramente, não funciona mais. É claro, ela tem nossa atenção, mas ela está escapando da cena com mais rapidez que os 30 segundos de seu vídeo em suporte ao veganismo no “Good Morning America” afastaram seus fãs. Como diz esse tweet de um fã decepcionado:

Ainda não está convencido? Olhe os números: Swift foi votada em 2014 — pelo terceiro ano seguido — a celebridade que mais doou para a caridade de acordo com o DoSomething.org, com Beyoncé em terceiro lugar. O clipe de “Blank Space”, da Taylor, foi o mais rápido a atingir 1 bilhão de visualizações no VEVO. Seu álbum “1989” acabou de chegar aos 5 milhões de cópias vendidas nos EUA, tornando-se o álbum de venda mais rápida em mais de 10 anos. E, com o novo namorado Calvin Harris, eles superam Bey e Jay como o casal mais bem-pago entre as celebridades, somando 146 milhões de dólares de acordo com a Forbes.
É claro, Swift está ocupada promovendo sua “1989 World Tour” e Beyoncé não está no processo de promoção de nenhum álbum. E, sim, alguém pode argumentar que a voz majestosa da Bey ainda superam o som mais discreto de Swift. E a Beyoncé acabou de inspirar um arranha-céu australiano, então também tem essa.
Mas, ainda assim, não podemos não coroar como rainha alguém que, sem esforço, parece uma garota legal e pé-no-chão com quem você gostaria de compartilhar uma boia de cisne — tudo enquanto ela faz história de verdade na música.

https://instagram.com/p/4sVltxjvKI/

Fonte





Twitter do site

Facebook do site

Scroll Up