JoJo

JoJo se abriu em uma entrevista na última segunda-feira (04) sobre o suporte que recebeu de ninguém menos que Taylor Swift durante a batalha de anos que travou com sua antiga gravadora.

“Na verdade, alguns anos atrás, Taylor me convidou para ir à casa dela. Ela estava, tipo, ‘Eu não posso acreditar em tudo o que você está passando. Isso é tão f*dido, tão errado, blá, blá, blá'”, a estrela pop falou para a People. “E, é claro, ela nunca poderia imaginar que passaria por algo semelhante e teria seu catálogo comprado dela.”

Por anos após seu surgimento no cenário pop em meados de 2000 — quando ela tinha apenas 14 — com hits como “Leave(Get Out)” e “Too Little Too Late”, JoJo se viu presa em um doloroso limbo musical, envolvida num processo com a gravadora que ela assinou como estrela infantil, a Blackground Records, incapaz de lançar qualquer música nova e tendo seu catálogo retirado dos serviços de streaming.

A dona da voz poderosa eventualmente chegou à um acordo com a gravadora — regravou e lançou de surpresa, em dezembro de 2018, novas versões dos álbuns JoJo (2004) e The High Road (2006). Algum tempo depois, Swift se viu em uma batalha com Scooter Braun e sua antiga gravadora, Big Machine Records, sobre o controle dos masters de todo o seu catálogo antigo, depois de assinar um novo contrato com o Universal Music Group no final do mesmo ano.

“Mas nossas situações eram bem diferentes, na verdade”, acrescentou JoJo, comparando sua experiência com a de Swift. “Eu estava literalmente sendo completamente silenciada. Taylor está em uma posição diferente em sua carreira. Eu fui realmente deixada de lado, e foi muito doloroso. Não acho que sua carreira esteja sofrendo por causa do que aconteceu. O catálogo ainda está disponível nos serviços de streaming; essa é a diferença.

“Eu estou do lado dessas mulheres”, continuou a cantora. “Mas, no final das contas, a situação entre ela e o Scooter é muito diferente da que eu estava passando com a Blackground. Para ser sincera, não tenho nenhum problema com o Scooter Braun. Acho que ele é um homem realmente inteligente – mas é horrível sentir que você não está no controle do seu próprio trabalho.”

Com o drama da gravadora deixado no passado, JoJo está comemorando o lançamento de seu quarto álbum de estúdio, Good to Know, que conta com o lead single “Man”, e outras faixas de destaque como “Lonely Hearts”, “So Bad” e a colaboração com Tory Lanez e 30 Roc, “Comeback”.

Matéria publicada pela Billboard e traduzida pela equipe TSBR.





Twitter do site

Facebook do site

Scroll Up