EX LOVER: Jake Gyllenhaal


(Matéria com simples teor informativo. Não apenas respeitamos Taylor e seu namorado atual, Joe Alwyn, como também torcemos pela felicidade do casal!)

Muito se questiona sobre o relacionamento de Taylor e Jake. O material mais acessível que temos é, provavelmente, o álbum “Red”, que contém músicas extremamente pessoais e importantes sobre o relacionamento dos dois.

Apesar de poucas informações, o relacionamento foi intenso o bastante para que marcasse a vida de ambos.

Mas vamos do início…

Jake Gyllenhaal é um ator famoso, indicado ao Oscar. Ele também é conhecido por ter namorado nomes como: Natalie Portman, Kirsten Dunst e Reese Witherspoon.

O seu envolvimento com Taylor começou no final de outubro de 2010. Taylor e Jake se conheceram no “Saturday Night Live” quando marcaram presença em apoio à apresentadora da noite, na época uma das melhores amigas de Taylor, Emma Stone.

Embora algumas fontes digam que o casal havia se conhecido no mesmo dia, porém um pouco mais cedo, no Fishkill Farms, não há fontes que comprovem o encontro.

Segundo alguns relatos, Jake estava cansado da vida de “galã” e estava procurando alguém para ter um relacionamento estável, casar, ter filhos. Aparentemente, Taylor também procurava uma relação estável. Uma fonte contou à Us Weekly na época que Jake foi quem se aproximou primeiro.

Taylor estava chamando muita atenção, já que dois dias após o primeiro encontro do casal, seu terceiro álbum de estúdio “Speak Now” estava sendo lançado, em 25 de outubro de 2010. E, no mesmo dia, ela e Jake foram vistos pela primeira vez em público. Eles tentaram se esconder mas foi quase impossível, sendo flagrados caminhando no Brooklyn, em Nova York.

E para os amantes de All Too Well: esse cachecol não parece um pouco familiar?


As fotos chamaram tanta atencão da mídia que, ao participar do programa Ellen para divulgação do “Speak Now”, em 29 de outubro, Taylor é questionada pela apresentadora sobre o possível relacionamento.

Já entre os dias 30 e 31 de outubro, Taylor e Jake são vistos passando o final de semana juntinhos em Big Sur, na Califórnia. Algumas pessoas que viram o casal disseram que houve um encontro com muito sorvete envolvido.

Após a viagem juntos, levaram dias para que o casal fosse avistado novamente. O motivo aparente é de que Taylor estava promovendo seu álbum e o single Back to December, enquanto Jake estava promovendo sozinho seu novo filme “Amor e outras drogas”.

Em 25 de novembro se comemorou o dia de Ação de Graças, e Taylor foi vista no Gorilla Coffee com Jake no Brooklyn, Nova York, perto de onde estava a família do namorado, em Park Slope. Também foi vista caminhando nas ruas ao lado de Maggie (irmã de Jake) e a sua filha, Ramona.

“Jake a convidou para Nova York [no Dia de Ação de Graças]”, disse uma fonte próxima a Taylor ao Us Weekly. “Não foi planejado com antecedência, mas ela disse: ‘Por que não? Eu posso fazer isso e vou. Os pais dela não ficaram chateados, ela explicou que os vê o tempo todo e não é sempre que pode ficar com Jake – devido aos compromissos e agenda lotada de ambos”.

Taylor foi vista saindo da casa da família de noite, no mesmo dia.

Já no dia 27 de novembro, Taylor e Jake foram vistos pedindo um café no Fido Coffee Shop, em Nashville.

Na época do romance, o casal era visto frequentemente tomando café na parte da manhã ou almoçando em restaurantes. Sobre a ida ao Fido, uma fonte disse: “Eles estavam conversando e rindo. O papo estava animado e eles pareciam estar adorando a companhia um do outro. Não pareciam ser apenas amigos. Não estavam tentando ser discretos de jeito nenhum. Definitivamente eles são um casal e parecem muito felizes”.

No dia, Jake teria pedido um Maple Latte (mais conhecido na fã base como: a bebida que inspirou a hidden message de All Too Well).

No dia 30 de novembro, mais um clique do casal. Dessa vez, eles estavam em uma lanchonete em Nashville, o que nos leva a crer que eles não se desgrudaram durante os dias que se passaram.

Em 8 de dezembro, Taylor é vista saindo do seu hotel em Nova York, rumo a Los Angeles, para encontrar o namorado em sua casa localizada em Hollywood Hills.

No dia seguinte, juntos novamente, o casal foi flagrado no Audi de Jake, dirigindo pelas ruas próximas a sua casa. Eles estavam bastante incomodados com os paparazzis e há relatos (não comprovados) de que Jake acionou a polícia e um helicóptero foi enviado para escoltar o veículo.

Durante o relacionamento do casal, todos em volta tinham noção do quanto a exposição afetava Jake. Os paparazzis os seguiam sempre que podiam para que pudessem flagrar qualquer gesto dos dois, o que ia completamente contra o que Jake queria: privacidade. Aparentemente, a diferença de idade entre os dois (Taylor 20 e Jake 29) parecia ser muito mais evidente do que ele pensava.

Mas tudo bem, porque nos próximos dias, em 13 de dezembro, seria o tão esperado aniversário de 21 anos da Taylor! Como ela chegaria a maioridade, todos na mídia estavam se perguntando como ela iria festejar.

Para a People Magazine, ela disse: “Eu definitivamente quero o inverno como o tema do meu aniversário, uma temática de Natal… eu adoraria fazer isso no meu apartamento. Acho que seria maravilhoso”.

“Vai ser legal poder ir a um monte de shows que os meus amigos sempre vão e eu tenho que ficar em casa sentada porque é para maiores de 21 anos”, ela disse. “Fora isso, eu não acho que de repente vou amar a ideia de ir pra balada”.

“Eu adoro dançar e curtir com meus amigos, mas eu nunca fui obrigada a beber, e não acho que isso seja tão ruim, mas eu não sou daquelas pessoas que nunca vão tomar pelo menos um drink”.

Enquanto Taylor estava falando da festa, nada foi confirmado sobre Jake comemorar com ela. Todos achavam que era o que aconteceria…

Mas não foi.

A estrela passou o aniversário em tema de Natal “Team Taylor” na casa de sua família em Hendersonville, Tennessee – mas sem o namorado Jake Gyllenhaal, que estava em Los Angeles.

Segundo a revista People, Taylor passou sua manhã de aniversário visitando um programa de rádio de Nashville e se encontrando com a amiga Julianne Hough – e bancou a chef com sua mãe, Andrea, preparando uma variedade de hors d’oeuvres para os cerca de 70 convidados, que também saboreavam sushi enquanto ouviam seleções de músicas de Natal tocadas em segundo plano. “Taylor estava de bom humor e exibia uma tiara fofa”, disse uma fonte. “Todo mundo estava dizendo o quão boa estava a comida e se perguntando como no mundo elas tiveram tempo de fazê-la”.

Um dos poucos flagras do aniversário é o vídeo de Taylor cantando no karaokê a música “Miranda’s Shotgun and Lead”.

Embora tudo parecesse ter ocorrido bem, a mídia especulava sobre a ausência de Jake na festa.

Alguns diziam que o relacionamento já havia acabado e outros acreditavam que ele não havia comparecido porque não gostava de festas, como ele mesmo já havia dito anteriormente.

Estava tudo combinado para que ele fosse, porém, no dia, ele não apareceu. Taylor achou que ele poderia estar preparando uma surpresa – que nunca aconteceu. Ao perceber que Jake não iria, ela se trancou no banheiro e chorou durante a noite inteira, como é relatado na musica The Moment I Knew: E as horas passam / Agora eu só quero ficar sozinha / Mas seus amigos próximos sempre parecem saber / Quando há algo realmente errado / Então eles me seguem pelo corredor / E lá no banheiro / Eu tento não cair aos pedaços / E o sentimento de desmoronamento começa / E digo sem esperanças: Ele disse que estaria aqui.

Não sabemos o que aconteceu e como eles conversaram após isso, mas muitos fãs se preocuparam no dia 29 de dezembro, ao verem Taylor andando cabisbaixa e com semblante triste em Nashville.

No dia 4 de janeiro de 2011, as primeiras fontes começam a confirmar o término dos dois.

Os boatos foram praticamente confirmados quando Jake apareceu junto com a ex, Jenny Lewis, no Golden Globes, em 16 de janeiro.

Mas os fãs acreditavam que não podia acabar tão rápido assim…

Em 19 de janeiro de 2011, eles foram vistos juntos novamente.

Eles jantaram no Bound’ry, um restaurante perto do condomínio de Taylor em Nashville. Uma fonte próxima a Taylor afirmou que ele queria ver se eles poderiam “recuperar a magia”, mas ela não estava mais lá. O encontro foi mais ou menos como um encerramento, já que as pessoas do local relataram que não havia nenhum clima romântico entre eles.

Há teorias de que nesse encontro Jake teria admitido para Taylor que tinha ficado com sua ex, Jenny, três dias antes. Esse acontecimento teria inspirado a música “Babe”, descarte do Red cantada pelo Sugarland com Taylor.

Alguns meses após o término, Taylor e Jake se encontraram na Vanity Fair Oscar Party. “Eles estavam do lado de fora, perto do banheiro, discutindo”, disse um convidado da festa da Vanity Fair, que observou a briga. “Pareceu um pouco mais sério – certamente não foi uma conversa de ‘Olá, como vai?’. Não havia declaradamente nenhum carinho manifesto entre os dois. Parecia que eles estavam resolvendo algo”.

Após esses acontecimentos, não tivemos mais nenhum flagra do casal.

Há apenas relatos, como o de que aparentemente, na After Party do Golden Globes 2015, eles se cumprimentaram de uma maneira amigável e conversaram um pouco. Eles nunca se insultaram depois do término, o que leva muitos a acreditarem que o tempo realmente curou.

O fato é: Conor Kennedy apareceu na vida de Taylor algum tempo depois e provavelmente deu um fim no relacionamento com Jake. Tudo o que sabemos após isso está marcado no tempo, com as composições incríveis que o Red nos trouxe.

Falando sobre Red, o álbum estava com lançamento previsto para 22 outubro de 2012. Sobre ele, Taylor comentou em uma live: “Eu escolhi o nome ‘Red’ (vermelho em inglês) pois essa cor simboliza as tumultuosas e loucas aventuras e perdas que o amor traz consigo. Eu penso que quando você se apaixona, tudo passa tão rápido e fica tão fora de controle que acaba misturando paixão, ciúme, frustração, falta de comunicação e vários outros sentimentos… em análise, todos eles me parecem vermelhos”.

Muitos começaram a se questionar sobre a inspiração para esse amor turbulento… O nome que aparecia em todas as teorias era o mesmo: Jake Gyllenhaal.

O primeiro single “We Are Never Ever Getting Back Together” foi lançado no dia 13 de agosto de 2012 e alguns sinais apontavam referências ao ex, como por exemplo, a menina ao lado do interesse amoroso de Taylor no clipe ser muito parecida com Minka Kelly, que rumores apontavam como suposta namorada de Jake após o término.

Quando o ex-namorado de Taylor no clipe vai até seu apartamento pedindo para voltar, ele está usando um colete inchado que se parece muito com a jaqueta que Jake estava usando nas famosas fotos do casal (além da semelhança entre Jake e o ex namorado do clipe ser muito visível!)

Outro easter egg (confirmado pela Taylor na Ellen) é que em certo momento o ex namorado do clipe usa um cachecol idêntico ao cachecol que Jake usava durante o relacionamento com Taylor.

Begin Again, lançada no dia 1 de outubro, também aponta ser sobre Jake. Em relação a música, Taylor explicou que a inspiração era ter passado tanto tempo triste em sua vida amorosa e de “um lugar de esperança e da ideia de que, mesmo depois de passar por um final realmente devastador de um relacionamento, poder começar tudo de novo”.

“Começar de novo” seria uma referência ao relacionamento com Conor, pois foi o momento em que ela soube que estaria livre e poderia tentar ser feliz com alguém novamente.

A hidden message “Eu uso saltos agora” pode ter a ver com o fato de Taylor e Jake serem quase da mesma altura, já Conor ser um pouco mais alto do que Taylor e ela usar saltos para ficar do mesmo tamanho que ele.

Outras músicas que aparentam ser sobre Jake são: State of Grace, All Too Well, Red, I Almost Do, We Are Never Ever Getting Back Together, The Moment I Knew e do 1989, I Wish You Would.

No cenário geral, a era Red foi linda e é, definitivamente, a favorita de muitos fãs. Como esquecer a apresentação emocionante de All Too Well na Red Tour em Jakarta?

E o conceito incrível?

Além da beleza visual, há também a beleza de saber que o Red representa não apenas uma transição musical, como uma transição de vida. Taylor, depois de bastante tempo, estava começando a acreditar no amor de novo.

Após anos sem tocar no assunto, em 2015, Jake concedeu uma entrevista e foi questionado sobre Taylor e as músicas que ela escreveu sobre ele. Nada fora do normal, mas que causou certo alvoroço na época.

Já em 2017, Jake concedeu uma entrevista ao The Guardian, em que o repórter tenta fazer uma referência ao seu relacionamento com Taylor e ele diz “gostaria de não falar sobre a minha vida pessoal”.

Também em 2017, Maggie (irmã de Jake) foi questionada sobre o cachecol que Taylor teria deixado em sua casa, de acordo com a música All Too Well.

Sobre isso, Maggie disse: “Eu nunca entendi por que todo mundo me pergunta sobre esse cachecol. O que é isso? Eu não estou sabendo. É totalmente possível, não sei. Mas já me perguntaram isso e eu fico tipo, ‘Sobre o que você está falando?'”

Apesar do relacionamento ter rendido um dos melhores álbuns da Taylor, atualmente a cantora está firme (e feliz!) no seu relacionamento com o ator Joe Alwyn, enquanto Jake também está firme e comprometido com a modelo Jeanne Cadieu.

Lover é uma nova fase na vida da Taylor. E assim como ela mesma diz, quase nos últimos segundos do álbum, como uma mensagem secreta que ela não se atreve a esconder, ela já chegou sim a pensar que o amor era vermelho.

Mas não.

Ele é dourado.

Lembrando que Taylor Swift tem dois shows marcados no Brasil em julho! A primeira data, 18/07, está completamente esgotada, mas ainda há alguns ingressos para a data extra, 19/07. Os ingressos de pista premium e cadeira superior estão quase no fim. Aproveite e garanta o seu antes que acabe! Vendas on-line pelo site http://bit.ly/tsbr2020 ou presencialmente nos pontos de venda oficiais.


Tags

Comentários

Scroll Up
error: Content is protected !!