Debbie Gibson, em recente entrevista concedida a Billboard, defendeu sua opinião sobre a maneira admirável com que Taylor Swift lida com a carreira.

A cantora e pianista se arrepende de ter tido uma postura fria em entrevistas, diferente de Swift, que não teve medo de expor suas emoções e vulnerabilidade até o presente momento de sua carreira. “Você começa [a carreira] e você é você mesmo, e então sua imagem se torna tão proeminente que você começa a viver pela imagem,” lamentou. “Eu estava tão acostumada a fazer entrevistas em que você não vai ler nada (emocionalmente). Então eu percebi que essa é uma maneira exaustiva de viver e um jeito não autêntico de viver. É mais interessantes ser vulnerável. Eu não sou perfeita. Eu tenho minha crises constantemente. Então eu acho que quanto mais aberto você for, isso salva sua própria sanidade,” conclui. Eu observei Taylor Swift à distância e ela parece ser bastante autêntica. Entretanto, as pessoas ficam esperando que ela seja de certa maneira. Mas se ela precisa se desfazer das amarras… ela deve. Isso é o que eu percebi ao longo da minha vida.

A cantora vê Taylor como um exemplo a ser seguido para se aproveitar a vida e a fama ao mesmo tempo. “Eu penso que Taylor Swift está lidando com sua vida tão graciosamente e eloquentemente. Eu penso: ‘eu não sei como ela tem tempo de dar festas, se apresentar em premiações, de ser anfitriã de tudo…’. Tiro o chapéu pra você, irmã! E musicalmente ela está aproveitando oportunidades. Eu amo o fato de que ela lançou o 1989 e disse que ela não é mais country agora. Ela está dominando o que faz. Esse, para mim, é meu momento favorito para ela,” completa.

 

Fonte: Billboard





Twitter do site

Facebook do site

Scroll Up