18 de agosto de 14 Autor: Airton
Billboard faz review de “Shake it Off”

shake 1

Com as novidades de hoje, os sites especializados de música começam a pipocar as reviews a respeito de “Shake it Off” e da expectativa em torno de “1989”, inclusive a Billboard. Confira abaixo o que Jason Lipshutz pensa a respeito desta tão significativa mudança na carreira de Taylor!

Em seu álbum de sucesso de 2012, Red, a estrela do country Taylor Swift experimentou várias tonalidades estilísticas: rock, folk confessional e até mesmo dubstep. Mas a formação do projeto foi, sem sombra de dúvidas, pop cliclete. O quarto álbum de estúdio de Swift – o último a vender mais de um milhão em uma semana, por sinal – a colocou ao lado de produtores de sucesso como Max Martin e Shellback, que ajudaram a camuflar seus grandes ganchos pop em armadilhas country para garantir que o seu novo som ainda seria adequado para seu público.

Em seu novo single “Shake It Off”, o primeiro do próximo quinto álbum de Swift, 1989, Taylor ainda trabalha com Martin e Shellback, mas o trio parece estar trocando a face da moeda. A canção sugere que a maior estrela country do mundo agora pertence a um gênero completamente diferente. A transição é chocante, mas o seu pop impecável e torna-se fácil de engolir.

Sucessos do Red como “We Are Never Ever Getting Back Together” e “22” combinam suas melodias grudentas com dedilhados de guitarra, mas “Shake It Off” desconsidera o instrumento por completo e enrola seus versos em torno de uma linha de saxofone sutil. Não é exatamente um “Thrift Shop”, mas Swift tem claramente prestado atenção às tendências da rádio. Na faixa, Swift contra-ataca as ofensas arremessadas em seu caminho com cada vitória nos prêmio e rumores amorosos. “Os haters vão odiar, odiar, odiar,” ela canta referindo-se aos tablóides. Defensivo? Talvez, mas a sua entrega pela música, especialmente na ponte pseudo-rap (ela tem andado muio com Ed Sheeran, afinal de contas), faz parecer que ela está simplesmente se divertindo mais do que seus difamadores anônimos.

Poucos artistas se atreveriam a reinventar seu som tão descaradamente, especialmente com as expectativas tão altas. Mas com “Shake It Off”, Swift prova porque ela está entre as rainhas-abelhas do pop: como você deve ter adivinhado, a canção soa como um sucesso infalível e também visualiza um álbum com produção executiva de Swift e Martin. Swift provavelmente vai receber algumas críticas por se afastando de seu som inicial, mas ela nunca foi muito glorificada nos artigos. E, como “Shake It Off” mostra, Swift pode lidar com isto.

Fonte.





Twitter do site

Facebook do site

Scroll Up