BBC: Taylor Swift tentou processar Microsoft por causa do chatbot racista Tay


Os advogados de Swift fizeram um movimento contra a Microsoft em 2016, de acordo com a nova biografia do chefe da empresa, Brad Smith.

Ela estava infeliz com o nome do chatbot Tay, destinado a interagir com jovens de 18 a 24 anos online, porque era semelhante ao seu nome.

Se você não lembra do TayTweets, é um chatbot do Twitter que se tornou racista.

O que foi o TayTweets?

TayTweets foi controlado por inteligência artificial e foi projetado para aprender com as conversas realizadas na mídias sociais.

Mas logo após Tay ser lançado, ele tweetou dizendo que apoiava o genocídio e que não acreditava que o holocausto aconteceu, entre outras coisas.

A Microsoft emitiu um pedido de desculpas e tirou Tay do ar depois de menos de 18 horas de conversas ofensivas no Twitter.

A ação legal de Taylor Swift não foi sobre o que o chatbot disse online, mas em vez disso, sobre a semelhança com seu próprio nome.

“Eu estava de férias quando fiz o erro de olhar para o meu celular durante o jantar”, Brad Smith escreveu em seu novo livro, Tools and Weapons, relata the Guardian.

“Um email tinha chegado de um advogado de Beverly Hills que se apresentou dizendo para mim: Nós representamos Taylor Swift, quem está se dirigindo a você”.

“‘O nome Tay, tenho certeza que você sabe, é muito associado à nossa cliente’”, ele acrescenta. “Não, eu na verdade não sabia, mas o email, no entanto, chamou minha atenção”.

Ele disse que o advogado argumentou que o nome Tay violou leis federais e estaduais e que “criou uma falsa e enganosa associação entre o nome da popular cantora e o nosso chatbot”.

Marcas registradas de Taylor

Taylor e sua equipe jurídica são rigorosos com pessoas que chegam perto demais da cantora e de seus direitos de propriedade intelectual.

Seu nome, assinatura e inicias são marcas registradas e em 2015 ela tentou registrar as letras de seu álbum, 1989.

Antes mesmo do álbum ser lançado, ela, com sucesso, solicitou para que frases como “this sick beat” e “nice to meet you,  where you been” fossem marcas registradas.

Isso faz com que ela seja a única pessoa no mundo capaz de usar essas frases em produtos—em 2015, ela ameaçou os vendedores da Etsy com uma ação legal por usá-las em produtos caseiros.

A Radio 1 Newsbeat entrou em contato com os representantes de Taylor Swift para comentar.

Matéria publicada pela BBC e traduzida pela equipe TSBR.


Tags

Comentários