taylor 32

Em entrevista a US Magazine, Taylor deu mais detalhes sobre os significados das músicas do seu novo álbum, o “1989”. Confira a tradução abaixo:

Confie em Taylor Swift: Ninguém estava mais cansado de ouvir sobre a vida amorosa dela do que ela própria. “Quebrou meu coração! Eu estava lotando estádios e as pessoas só falavam sobre minha vida amorosa,” disse a cantora de “Shake It Off”. Então, há cerca de dois anos, ela colocou os garotos de lado e mergulhou na produção de seu álbum todo pop, “1989” – que vendeu 1,28 milhões de cópias na primeira semana! “Agora as pessoas falam menos das coisas que não importam,” disse a US Magazine.

US Magazine: “I Wish You Would” é bem parecida com as músicas dos anos 80! Como ela surgiu?
Taylor Swift: Essa foi a primeira música que Jack Antonoff e eu fizemos. Ele, Lena Dunham (sua namorada) e eu estavámos falando sobre nossas músicas favoritas nos anos 80 e espontaneamente começamos a escrevê-la. Queríamos que ela soasse como trilha sonora de um filme de John Hughes, com letras de emoção intensa .

US Magazine: Em “Welcome To New York”, sua nova casa claramente inspira você.
TS: Sim! Eu fiquei obececada em me mudar e a abracei com tanto otimismo. Nova York é elétrica e cheia de possibilidades infinitas.

US Magazine: Explique a voz que canta “Stay!” (Ficar!) em “All You Had To Do Was Stay”.
TS: Foi inspirada por um sonho, em que eu estava tentando falar com alguém importante e apenas isso saía da minha boca. Eu acordei tão esquisita!

US Magazine: “How You Get The Girl” soa como um manual de instrução para os garotos.
TS: Totalmente. Foi escrita para um garoto que terminou com sua namorada, e então a quis de volta depois de 6 meses. Mas, não foi tão simples como enviar uma mensagem de texto tipo “E aê? Tô com saudades”. Isso não funciona. Você precisa fazer tudo o que eu disse.

US Magazine: “Blank Space” é poderosa!
TS: E começou como piada! Eu percebi que existe um perfil sensacional de mim: uma namoradeira com namorados que não consegue manter por muito tempo porque ela é muito grudenta. E aí o coração dela é partido e quando ele vai embora, ela volta a ser o diabo mentiroso que escreve músicas de vingança. Se essa pessoa fosse realmente eu, ela escreveria “Blank Space”.

US Magazine: Mas, “Wildest Dreams” é mais esperançosa, né?
TS: Sim. É sobre o quanto eu mudei no amor. Agora, quando eu conheço alguém e há química, eu penso: “quando isso acabar, espero que você se lembre bem de mim.”

    





Twitter do site

Facebook do site

Scroll Up