header35

Quando Taylor foi convidada no ano passado para participar do Victoria’s Secret Fashion Show, o diretor criativo da marca, Ed Razek, revelou ter sido um “acaso do destino”. Ele contou que jantava com Lily Aldridge, Angel da marca, e revelou para ela que gostaria de ter Taylor no show, o que Lily prontamente respondeu: “Nós duas moramos em Nashville e somos amigas!”. Ele mal conseguia acreditar que as duas eram amigas, mas acabou que Lily mandou uma mensagem para Taylor perguntando se ela estava interessada e o resto todos nós já sabemos o que aconteceu.

O VSFS não é só uma noite de mulheres bonitas e de moda. É um programa que é transmitido para mais de 180 países no mundo e a produção custa em torno de $12 milhões para os cofres da marca. E as modelos, que figuram na lista das mais bem pagas do mundo, não estão lá só para mostrar as peças de lingerie que as pessoas poderão encontrar nas lojas da marca no dia seguinte. Elas transmitem todo o estilo de vida proposto pela Victoria’s Secret. Some isto com o fato de ser um programa exibido em horário nobre, a poucas semanas do natal, dedicado exclusivamente a uma marca só.

E, se contra fatos não existem argumentos, os números não mentem: a exibição do Victoria’s Secret Fashion Show do ano passado, foi um sucesso. A audiência foi a maior entre os adultos (a faixa que realmente importa, entre 18-49 anos) na noite de sua exibição, com mais de 9.7 milhões de pessoas. Foi a terceira maior audiência da história do VSFS, e ao ser comparada com a de 2012, “ganhou” mais de 230 mil telespectadores.

Portanto, não foi por acaso que Taylor foi a primeira artista a ser convidada para participar do desfile por dois anos consecutivos. Se no ano passado Taylor recebeu um enorme destaque, ao ganhar um segmento inteiro das modelos contando o que mais gostavam sobre ela (outro fato que nunca havia acontecido, uma vez que os artistas convidados serviam somente como “música de fundo”), nesse ano não poderia ser diferente: nas redes sociais, enquanto o desfile acontecia em Londres a maioria dos fãs falavam sobre a apresentação da cantora.

A amizade de Taylor com as principais modelos da marca também ajuda. Swift foi vista diversas vezes neste ano com Karlie Kloss e Lily Aldridge, aumentando a exposição de ambas na mídia e o reconhecimento delas principalmente entre os fãs da cantora. E se as modelos não estão saindo para fazer compras com ela, estão falando dela nas redes sociais.

Ao colocar Swift em um pedestal, a Victoria’s Secret está espertamente mirando a potenciais consumidores: seus fãs. A fã base de Swift provavelmente é a mais ardente entre todos os cantores. Ela é adorada por milhões de adolescentes e mulheres no mundo todo, o que é exatamente o tipo de comprador que a Victoria’s Secret está tentando atrair.

Por enquanto, a Victoria’s Secret é a única marca de roupas que está sabendo utilizar todo o poder de Swift para o bem. Ao contratar Taylor para se apresentar e a tratar com o maior respeito, a marca ganhou a aprovação dos Swifties. E, muito provavelmente, estará colhendo grandes benefícios ao fazer de Swift, mais uma vez, a grande estrela do seu show.

 

*Com informações de Business Insider, TV By Numbers, WWD





Twitter do site

Facebook do site

Scroll Up