Nos últimos dias, o álbum “1989” ultrapassou o “Prism”, de Katy Perry, e se tornou o álbum feminino com maior número de streams da história da música.

No domingo (18), “1989” tinha 7.41 bilhões de execuções no YouTube e 550 milhões de execuções no Spotify, somando assim 7.96  execuções totais; “Prism”, que detinha o recorde, aparece com cerca de 1 milhão de execuções a menos.  A contagem considera os dados do Spotify e Youtube, pois as demais plataformas como Apple Music, Deezer e Tidal não divulgam dados de execução.

O mais impressionante é o fato de que o “1989” só entrou no Spotify em junho do ano passado, ou seja, os demais álbuns detêm uma folga enorme na plataforma.